Os 20 melhores versículos sobre dízimo

Hoje quero trazer os 20 melhores versículos sobre dízimo que estão na bíblia. São versículos sobre dízimo que você pode utilizar no momento das ofertas durante o culto ou reunião de celebração de sua igreja. Estes 20 melhores versículos sobre dízimo estão divididos em 4 páginas neste post.

Se você conhece mais versículos sobre dízimo, não deixe de comentar, sempre inserimos as sugestões de versículos de nossos usuários.

Antes de mais nada, acho que vale a pena você dar uma olhada nesse vídeo:

O melhor versículo sobre dízimo

Apresento nesta página os primeiros cinco melhores versículos sobre dízimo que encontramos na bíblia. Nesta primeira parte resolvi trazer aquele que considero ser o melhor versículos sobre dízimo e oferta que temos. Nele aprendemos que, não importa a situação, cada um deve contribuir com o que dispôs em seu coração.

“Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria.” (2 Coríntios 9:7)

Este versículo nos ensina ao mesmo tempo a não cobrarmos as pessoas de ofertar como também que a nossa própria oferta fala muito sobre o nosso coração.

Se você discorda de que esse seja o melhor versículo sobre dízimo, por favor deixe o seu comentário!

Versículos sobre dízimo

Em seguida trago um conjunto de versículos sobre dízimo que está entre os mais conhecidos e utilizados nas igrejas. Muitas vezes mal interpretado, mas válido para o assunto:

“Pode um homem roubar de Deus? Contudo vocês estão me roubando. E ainda perguntam: ‘Como é que te roubamos?’ Nos dízimos e nas ofertas. Vocês estão debaixo de grande maldição porque estão me roubando; a nação toda está me roubando. Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. ‘Ponham-me à prova’, diz o Senhor dos Exércitos, ‘e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derra­mar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.” (Malaquias 3:8-10)

Mais um versículo que fala sobre doar, este fala muito mais no sentido de ofertas e auxílio aos necessitados, mas nos traz uma verdade fundamental sobre a administração de nossas finanças à luz da Palavra:

“Há quem dê generosamente, e vê aumentar suas riquezas; outros retêm o que deveriam dar, e caem na pobreza.” (Provérbios 11:24)

Precisamos entender que dízimo e ofertas não devem ser atitudes feitas com peso ou com mesquinharia. Por isso o versículo acima é imprescindível para nós. O próximo versículo segue a mesma linha, mesmo que seja mais sobre ofertas do que um versículo sobre dízimo:

“Jesus sentou-se em frente do lugar onde eram colocadas as contribuições e observava a multidão colocando o dinheiro nas caixas de ofertas. Muitos ricos lançavam ali grandes quantias. Então, uma viúva pobre chegou-se e colocou duas pequeninas moedas de cobre, de muito pouco valor. Chamando a si os seus discípulos, Jesus declarou: ‘Afirmo que esta viúva pobre colocou na caixa de ofertas mais do que todos os outros. Todos deram do que lhes sobrava; mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver’.” (Marcos 12:41-44)

O versículo sobre dízimo a seguir fala que tudo pertence ao Senhor. Por fazer parte da lei, muitas vezes é completamente execrado por algumas pessoas.

“Todos os dízimos da terra – seja dos cereais, seja das frutas – pertencem ao Senhor; são consagrados ao Senhor.” (Levítico 27:30)

Nas próximas páginas temos a continuação com mais versículos sobre dízimo. Não deixe de visitar e de opinar sobre o assunto.

Outros posts sobre dízimo

Como esse é um assunto que já falamos muito aqui no blog, gostaria de listar outros posts que escrevemos e podem ser úteis. Nesses posts não falamos apenas de versículos sobre dízimo, mas de dicas, bases bíblicas e mais:

  • 10 dicas para ministrar dízimos e ofertas: um post essencial para quem vai passar por esse momento em sua igreja. Nele eu falo sobre apelo emocional, a importância de estudar, estrutura básica e oração;
  • Dar o dízimo ou não: este texto, um dos mais antigos do blog sobre o assunto, foi escrito pelo grande LHDessart que, na época, se aventurava mais com seus blogs;
  • Deus não quer seu dinheiro: neste texto falo sobre como as pessoas têm enxergado esse assunto atualmente;
  • O fim das discussões: numa tentativa de dar um fim às infindáveis discussões que posts como esse geraram, resolvi escrever um pouco sobre as nossas prioridades;
  • A base bíblica do dízimo: minha opinião sobre os motivos que me levam a crer que o dízimo é atemporal;
  • Mordomia cristã: vale também conhecer o trabalho do Samuel Vinícius, que fez um infográfico bem bacana sobre o assunto.

Temos muito mais textos aqui no blog que falam sobre o dízimo, se você procurar bem vai achar. Porém, creio que estes links já ajudem bastante.

Opiniões além da minha

Dentre todos os vídeos que vi por aí, o da galera do “Dois dedos de teologia”, como sempre, aborda o tema do dízimo de uma maneira muito legal. Porém os caras resolveram tirar o vídeo do ar. Uma outra pessoa que tratou bem do assunto foi o Douglas Gonçalves. O fato de ter colocado o vídeo dele aqui não significa que eu concordo com tudo o que ele fala, apenas que abordou bem o tema:

Perguntas que sempre recebo

Algumas perguntas são muito recorrentes na área de comentários, por isso resolvi colocá-las aqui e tentar responder da melhor maneira possível. Caso você tenha uma pergunta que gostaria que eu respondesse aqui, seja cordial em seu comentário e, se eu souber respondê-la, colocarei aqui.

Quem recebe o dízimo é o pastor?

Isso vai de igreja para igreja. Na minha opinião o dízimo vai para a administração financeira da igreja, que pode ou não ser cuidada pelo pastor. Minha humilde sugestão é que o pastor não esteja à frente da administração financeira, para não ter um acúmulo muito grande de responsabilidades.

Você é pastor? Você recebe os dízimos de alguém? É por isso que você defende o dízimo?

Não. Não. Não.

O dízimo é 10% de minha renda bruta ou líquida?

Tudo o que fazemos na igreja deve ser feito de maneira livre e sem obrigação alguma. Por esse motivo, a resposta à essa pergunta deve vir da direção do Espírito Santo. Faça conforme você tiver proposto em seu coração.

Todavia, lembre-se que essa é apenas a minha opinião. Não tenha como regra, apenas como mais uma opinião da internet.

Obviamente ainda existem outras perguntas que quero responder aqui. Conforme elas forem surgindo, eu atualizo o post.

Contribuições dos leitores

Apesar da nossa lista de versículos sobre dízimo ser bem extensa, alguns leitores lembram-se de textos que deixamos passar. É o caso do nosso leitor Vagner Silva, que considerou o seguinte texto:

“E as vossas sementes, e as vossas vinhas dizimará, para dar aos seus oficiais, e aos seus servos.” (1 Samuel 8:15)

Caso você se lembre de outros textos, deixe o seu comentário no final desse post.

Comentários interessantes que já recebi

Esse post sobre dízimo é um dos que mais incita as pessoas a comentarem aqui no blog. Algumas pessoas que comentam, mesmo com opiniões diferentes, são muito cordiais e respeitosas. Aproveito para agradecer às participações dos leitores Carla, Han e Roberto Nogueira que proveram discussões interessantíssimas a respeito do assunto.

Porém, algumas pessoas geram comentários mais interessantes. Dou-me a liberdade de selecionar alguns, que você encontra na área de comentários, um pouco mais para o final do post:

Segundo o comentário abaixo, eu ainda preciso me converter:

“Eresias, renega a aliança com Cristo, ninguém é sacerdote levita, Abraão dizimou voluntário, despojo. A ordem e lei era as tribos é só podia ser recebido pelos sacerdotes, converta se a Cristo pare de ensinar parábolas e versículos para os falsos”

Outro comentário interessante é o que diz que o dízimo vai para o pastor. Não, não vai.

“Julgai vós mesmo: Vcs acham justo quem recebe salario mínimo, e ainda paga aluguel com filhos para criar, tirar 10% para pastores? Pois eu digo: Estão fazendo o contrário que jesus ensinou, pois todos seremos julgados por isso!”

Na lista de quase mil comentários, temos mais alguns pedindo para eu me converter:

“Vc é ui m filho do diabo rapaz, só usa verso isolado assim como o diabo faz….vai se converter!!!!”

E ainda temos aqueles que apontam para a igreja do amiguinho:

“o difícil, é separar os verdadeiros adoradores das religiões atuais que de igreja primitiva não tem nada pois hoje a começar pela católica, não estão fazendo a vontade do criador “

Eu poderia ficar durante horas aqui lembrando outros comentários interessantes, mas acredito que esses já sejam o suficiente. Eu não quis expor ninguém com isso, apenas lembrar os leitores sobre como nós podemos perder a compostura e como isso é indelicado para qualquer um.

Ainda está com dúvidas? Calma, tem mais, com o tempo eu vou atualizando esse post.

Termos de busca para esta página: versículos sobre dízimo, versículos de dízimo, dízimo na bíblia, versiculos sobre dizimo, versículo sobre dízimo, versículo do dízimo, versículo bíblico sobre dízimo, versículo dízimo, dízimo versículo bíblia, o que a bíblia fala sobre dízimo, o dízimo é bíblico, dízimo, dizimar

870 comentários em “Os 20 melhores versículos sobre dízimo”

  1. Caro irmão André, graça e paz, mais uma vez, deixo meu comentário!2Co 9,7, nunca foi, e nunca será texto sobre dízimo.Respeito seu trabalho e seu site, porém amigo é quem fala a verdade.Esta passagem fala de “contribuições”.Aliás, se voce achar, no novo testamento, contexto sobre a entrega do dízimo me avise!A viúva pobre deu uma oferta que era destinada para a manutenção do templo!Mesmo porque dízimo sempre foi produtos agropecuário, nunca dinheiro!Os demais tópicos mencionados, são da velha aliança, pacto obsoleto nos dias de hoje dos quais as instituições religiosas , torcem a palavra de Deus para poderem arrancar a lã das ovelhas!

    Abraços

    Responder
      • Sérgio, aproveita enquanto estuda Hebreus e presta bastante atenção nos versículos 12 e 14 do capitulo 7!
        # Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada. Gálatas 2:16
        #Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído. Gálatas 5:4

        Concordo plenamente com nosso amigo Roberto Nogueira! Que Deus vos abençoe

        Responder
        • Olá Rick, obrigado pelo comentário.

          Esta questão dos dízimos é sempre muito delicada e precisamos tratar cada opinião, igual ou diferente da nossa com profundo respeito.

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
    • Irmão Roberto Nogueira, não sei se você é pastor ou se exerce algum cargo na sua igreja, não sei se és dizimista, se a igreja que você pertence paga aluguel ou é templo próprio. Mas gostei da sua colocação com respeito ao dízimo na antiga aliança estar relacionada ao PRODUTO AGROPECUÁRIO, tem sentido sim; mas se você permitir eu quero acrescentar um “pensamento teológico”. Naquele tempo, já se vinha trazendo a tradição de dizimarem do produto da terra, mas não podemos nos esquecer que os que não plantavam, não podiam dizimar do produto da terra, e eles dizimavam dos rebanhos ou do produtos de sua renda, por ter existido um tempo que não havia moeda corrente. Hoje por exemplo, todo produto do nosso trabalho seja AGROPECUÁRIO ou não, é transformado em dinheiro(moeda corrente de cada país), e é dele que nós dizimamos. Quero acrescentar um versículo pra sua meditação “Daí(imposto) a césar o que é de César e a(imposto) Deus o que é de Deus. (Mt 22.21). O dízimo é um tipo de imposto para manter a casa de Deus em todas as coisas que precisar, as ofertas alçadas por sua vez são para acrescentar suprimentos de necessidades esporádicas da casa de Deus.

      Obrigado meu irmão, a paz do Senhor Jesus Cristo.

      Responder
      • Caro irmão Agnaldo, seu comentário foi inteligente, mas não verdadeiro!O dízimo era de produtos agropecuário por serem criados por ele, já o dinheiro é criação do homem!O dízimo, na velha aliança servia, única e exclusivamente para saciar a fome dos Levitas, pobres, viúvas e estrangeiros.Coisa que não é observada nos dias de hoje!Outro erro que cometeu, foi quando citou”dai aCésar, oque é de Cesar, e à Deus o que é de Deus”, releia e verá que o sentido é:dai a Cesar, o que ele busca:dinheiro, poder e notoriedade sobre os outros!Já com Deus, é o que ele quer de nós:amor, obediencia, fidelidade…

        Responder
      • CARO AGNALDO, NAQUELE TEMPO, JÁ EXISTIA MOEDA CORRENTE, ( DT14, DE 24 À 26)OUTRA COISA, NA ÉPOCA DO VELHO TESTAMENTO, A ORDEM ERA TEOCRÁTICA, ISTO É, GOVERNO E RELIGIÃO ERAM UNIDOS!DÍZIMOS SÓ PODERIAM SER RECEBIDOS PELOS LEVITAS, PORQUE NÃO TINHAM HERANÇA!E O PRINCÍPIO DO DÍZIMO ERA SOCORRER LEVITAS, POBRES VIÚVAS E ESTRANGEIROS!HOJE NADA DISSO É LEVADO EM CONTA!AS INSTITUIÇÕES RELIGIOSAS, SE APROVEITAM DA FALTA DE CONHECIMENTO BÍBLICO DE SEUS MEMBROS, E ARRANCAM SUAS LÃS!

        Responder
        • Olha quem voltou!!!! Bem-vindo de volta Roberto! Obrigado pelo comentário.

          Peço apenas que, da próxima vez, tome o cuidado de não escrever tudo em letras maiúsculas. Para quem não lhe conhece parece que você está um pouco exaltado, o que não é verdade, não é mesmo?

          Roberto, nunca lhe perguntei isso, qual igreja você frequenta?

          Obrigado.

          Responder
    • Boa noite,
      Como podemos ver Jesus tinha recursos, pois muitos ajudavam e contribuiam com a obra.
      Marcos 6:35-37
      E, como o dia fosse já muito adiantado, os seus discípulos se aproximaram dele, e lhe disseram: O lugar é deserto, e o dia está já muito adiantado.
      Despede-os, para que vão aos lugares e aldeias circunvizinhas, e comprem pão para si; porque não têm que comer.
      Ele, porém, respondendo, lhes disse: Dai-lhes vós de comer. E eles disseram-lhe: Iremos nós, e compraremos duzentos dinheiros de pão para lhes darmos de comer?

      abraços

      Responder
  2. Eu dava o dízimo porque era muita preocupado em fazer o correto mas procurei saber sobre o assunto e buscar a verdade.
    Os lideres da igreja onde congrego eles não obrigada diretamente no entanto se quiser crescer no ministério é obrigatório ser dizimista nunca concordei com isso, agora resolvi ir mais alto com Deus examinando profundamente as santa escrituras.

    Responder
    • Olá Darieldo. Respeito sua opinião e lamento se a Palavra, em algum momento, foi ensinada da maneira errada. Dízimo é um ponto muito polêmico das escrituras atualmente. Eu sou dizimista e respeito totalmente quem não é. Continuemos crescendo em graça e fé.

      Paz.

      Responder
    • perdoe a minha audácia querido, mas, dizimo é uma questão de fé, assim, se você não crê que tudo o que você tem foi Deus que te deu, vc jamais compreenderá a essência de ser um dizimista. Quando questionamos essa matéria, é porque na verdade ela nunca entrou no nosso coração, assim, não adianta tecer comentários, pois a alma é argumentativa e só irá absorver aquilo que é interessante e que alimenta os seus conceitos interiores.
      Por fim, vi em outros comentários sobre a abolição do dizimo no novo testamento. Perdão a todos, mas se você é apenas neotestamentário, vc vai enfrentar um problema serio de viver um cristianismo sem raízes, porque Cristo não é uma inovação do céu, mas, um cumprimento da promessa feita qnd o homem pecou no jardim. Jesus não anula os princípios, Ele os restabelece. mas como disse, isto é fé, e sem fé não há discernimento.

      Responder
      • Caro irmão Sérgio, já que voce foi audacioso!serei também!Voce comentou que a pessoa vivendo só do novo testamento, vive um cristianismo sem raízes…Peço que reconsidere sua observação!o velho testamento, como como o próprio apóstolo Paulo diz:pois são “sombras das coisas futuras”(Cl2;17).Outra coisa, seria necessário, avisar os apóstolos, pois não ensinaram aos gentios sobre o dízimo, pelo contrário, mandou-nos observar apenas isso:(At15,29)”Que vos abstenhais das coisas sacrificadas à ídolos, e do sangue e da carne sufocada, e da fornicação das quais coisas bem fazeis se vos guardardes.Bem vos vá”.Se quer dar dízimo, o problema é seu!não vai perder a salvação por isso!mas, dizer que é prática neotestamentária, e ainda por cima, questão de fé?valor pré-fixado?Fé, tem que vir do coração, e não de 10% da lei de Moisés!O dízimo ficou cravado na cruz de Cristo!não tente ressuscitá-lo! Abraços

        Responder
      • Sergio, eu simplesmente vi coerência em tudo que colocou, as pessoas acham que porque Jesus veio e trouxe o novo testamento , que tudo que foi aprendido pelos homens e mulheres de Deus tem que ser apagado e guardado na gaveta, só o Senhor é meu pastor e nada me faltará que continua valendo. pra mim a bíblia é um complemento velho-novo testamento e dizimo é sinal de fidelidade e gratidão a Deus. Que Deus abençoe você!

        Responder
        • Muito bem colocado Cíntia, queremos o Deus de Israel mas não queremos as obrigações que o povo de Israel tem para com esse Deus.
          E pra quem não é dizimista não era para desfrutar do conforto que tem na sua igreja, cadeiras almofadadas, ar condicionado, água, luz, o suco de uva e o pão da Santa Ceia tudo isso é pago com o dinheiro dos dízimos e das ofertas.
          Pense Nisso!!

          Responder
          • Mas geralmente quem não é dizimista, e ainda combate o dízimo, não frequenta nenhuma igreja ,ou seja são os desigrejados

          • Olá Maria, obrigado pelo comentário.

            Maria, da mesma maneira que falo para aqueles que dizem que todos os pastores que pregam o dízimo são ladrões, peço que você tome cuidado a julgar todas as pessoas como tendo as mesmas intenções ou sendo iguais.

            Nem todos que combatem o dízimo são desigrejados. Muitos frequentam igrejas que não tem o dízimo como prática.

            Deus abençoe sua vida.

      • Parabéns André pela sua atitude de falar da Palavra de Deus sem restrições. Dízimo é algo que só quem crê sabe do poder de Deus sobre ser dizimista. Deus é o mesmo ontem, hoje e sempre. Ser dizimista è muito pouco ainda, entregar somente 10% e ficar com 90%. Deus é muito bom pra nós. Tudo é Dele, a verdade é que tudo vem das mãos Dele pra nós, entregamos tão pouco. Agora a forma de administrar esse recurso dentro da instituição denominada Igreja è que tem que ser com temor e tremor. Pois eu particularmente penso que é mais fácil ser dizimista do que ofertante. Pois o dízimo é estabelecido e a oferta são pra os corajosos. Não sei porque as pessoas tem tanta dificuldade em dizimar. É mandamento com promessa!!!

        Responder
  3. a paz do senhor. durante muito tempo tive um certo preconceito a respeito de dizimos e ofertas, mas o conhecimento e a verdade nos liberta e abre os nossos olhos. é biblico e necessario para manter a obra do senhor. independente de como vai ser usado eu faço a minha parte e dou de coraçã0.

    Responder
  4. SOBRE DIZIMO NÓS QUE ACEITAMOS JESUS E TODO CRENTE QUE LER A BIBLIA PRECISA ENTENDER EM MALAQUIAS
    QUE precisamos entregar o dizimo e oferta para que o devorador não entre em nossa vida e deus nos abençoe eu aceitei jESUS em 1998 ninguem precisou chegar em mim e falar para dar o dizimo estou dando o dizimo de tudo o que recebo por exemplo trabalhio na portaria 12 horas descanso 36 hs trabalho todos os dias na mquina de sorvete
    e recebo akuguel de uma casa que tenho em São paulo e dou o dizimo de tudo isso que recebo e meu grande testemunho atraves do DIZIMO É QUE ATÉ HOJE APOS EU ACEITAR JESUS NUNCA ME FALTOU NADA INCLUSIVE NESTA CRISE ATUALMENTE DEUS ESTA ME HONRANDO SE PERGUNTAREM PARA MIM COMO

    Responder
  5. É QUE FAÇO PARA DAR O DIZIMO SEM FALHAR É MUITO SIMPLES A BIBLIA NOS ENSINA QUE O DIZIMO SÃO AS PRIMICIAS OU SEJA EU RECEBO E A PRIMEIRA COISA QUE FAÇO DE TUDO É TIRAR OS 10% E PASSAR COM A MAIOR ALEGRIA PARA A IGREJA QUE HOJE CONGREGO QUE É ASSEMBLEIA DE DEUS MINISTERIO DO BELEM
    E ESPERO QUE TODOS OS QUE ACEITAREM JESUS FAÇAM O MESMO PARA SEREM ABENÇOADOS COMO EU ESTOU SENDO ABENÇOADO ATÉ HOJE DIA 21/07/2015

    JESUS TE AMA E EU TAMBÉM

    Responder
  6. Dízimos e ofertas é na verdade um princípio espiritual…
    Ou coloco em pratica em minha vida ou nao coloco.
    Sou dizimista e ofertante graças a Deus e me alegro com isso pois sou eu e Deus, isso nada tem a ver com homens no meu caso.
    Questão de fé e sou muito abençoado por isso.
    Parabéns irmão pelo blog
    Que Deus te abençoe .

    Responder
  7. Se eu não puder separar 10% da minha renda para o templo de Deus,misericórdia( Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração.
    Mateus 6:21
    Dizimo não é obrigatório,mais não é desculpa para não ofertar a casa de Deus sou dizimista não por obrigação mais com alegria.

    Responder
    • Meus caros irmãos, só é capaz de devolver o que pertence ao SENHOR, quem compreendeu o amor incondicional do Deus do Antigo e do Novo Testamento. Se não for assim, nossos argumentos soarão como afronta aos ouvidos dos que não entendem o valor da Graça (favor que não merecíamos ou imerecido).

      Responder
      • Olá Nivaldo, obrigado pelo comentário. Tome cuidado apenas com o tom de suas palavras ok? Este é um blog de família.

        Além disso, colocar todos os pastores no mesma classificação é um erro gravíssimo de julgamento.

        Obrigado.

        Responder
    • Com certeza Debora, concordo com você.
      Se um crente deseja dizimar voluntariamente ou com base em uma convicção, não há problema.
      O dízimo chega a ser um problema quando é apresentado como um mandato de Deus, obrigatório
      para todo crente. O que acontece na maioria das igrejas modernas!

      Responder
      • Olá Rick, obrigado pelo comentário.

        Este é justamente o ponto que eu normalmente discordo das pessoas: será que isso acontece realmente na maioria das igrejas modernas? Será que é na maioria mesmo ou apenas em algumas denominações maiores? Eu não conheço todas as igrejas e não posso responder isso, mas acho muito estranho pensar tantas igrejas sejam assim.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  8. Caro irmão Roberto nogueira!A paz de Cristo;respeito sua posição,mas não concordo! procure no evangelho de Lucas 11.42, e você verá que Jesus retificou e aconselhou continuar dizimando;ele retificou porque os hipócritas(farizeus) dizimavam com excelência,mas esqueciam o amor e a justiça de Deus.Isso deixa claro que devemos dizimar sim,mas entender que dizimar não está acima de amar e praticar a justiça.

    Responder
    • Caro C.B.C, infelizmente, as pessoas “comem das mãos de pessoas má intencionadas!Como, talvez, seja seu caso!Na passagem que voce citou, Jesus repreende os fariseus, alertando-os dos princípios fundamentais:justiça, misericórdia e a fé…sem contar que a passagem está em Mt23-23!Ele estava cumprindo a lei, para que voce e eu não mais tivessem essa necessidade de cumprí-la!Lei, essa que ficou cravada na cruz de Cristo!Sem contar que “novo testamento”, só quando Jesus diz:está consumado!Não se engane, dízimo, ofertas, salário de pastor, sacerdote, altar, templo, etc…não existe mais!Aprenda com a palavra de Deus, e não com seu pastor!medite, segundo seu entendimento, e não, segundo a ótica do pastor!E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará(Jo8:32)Fiz me acaso seu inimigo, dizendo a verdade?(Gl4:16)

      Responder
      • Roberto, mais uma vez obrigado pelo seu comentário. Aprecio que continue tratando os irmãos, independente da divergência de opiniões, com respeito.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
      • Paz de Cristo.A luta dos crentes não é contra a carne irmão!Mas me parece que o irmão insiste em não interpretar o versículo direito,procurando então um preceito p/ não devolver o dízimo.Eu lhe citei Lucas 11.42,mas mesmo em mateus 23.23,na aplicação:”DEVEIS PORÉM FAZER ESSAS COISAS E NÃO OMITIR AQUELAS”;parafraseando isto,ele diz que devemos sim DIZIMAR,mas não esquecer o juízo e a misericórdia.Devemos entender que no cumprimento da lei em sua vinda,Jesus destituiu algumas coisas e retificou outras,como é o caso do dízimo.Pegar um versículo,isolá-lo e fazer referencias às nossas vontades é uma coisa perigosa;para isso temos as ferramentas de interpretação da bíblia:SIGNIFICADO NORMAL,FIGURA DE LINGUAGEM E CONTEXTO

        Responder
        • Caro C.B.C, mais explícito do que eu expus à voce, impossível!Quando Jesus disse que deveriam fazem estas coisas, sem omitir aquelas, o que ele estava fazendo?Cumprindo a lei!Voce fêz uma “inversão”do texto, querendo um pretexto!Jesus estava cumprindo a lei, tanto é que em Mt8 2-4, Lc 5, 12-14 e Mc 1, 40-44, Jesus, após curar um homem de lepra, manda-o mostrar ao sacerdote para fazer uma oferta de sacrifício!O sacerdote mataria talvez, um pombinho para justificar a cura!Se Jesus consentiu o dízimo, na passagem de Mt 23-23, tambem deveria ter concedido que em todas as curas matassemos animais!Não se engane se dízimo fosse para nós os gentios na nova aliança, estaria em Atos dos Apóstolos no capítulo 15!Nos versículos 28 e 29 do mesmo capítulo diz:Na verdade pareceu bem ao “Espírito Santo” e à “nós”não vos impor mais encargo algum, senão estas coisas necessárias:Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da fornicação das quais bem fazeis se vos guardardes.Bem vos vá.Se dízimo fosse prática neotestamentária, com certeza, estaria neste capítulo!

          Abraços

          Responder
          • Roberto, obrigado mais a vez pelo comentário. Acredito que cada um tenha um ponto de vista e não será muito simples de se convencerem de algo diferente do acreditam atualmente.

            Agradeço pela participação e acredito que o melhor seja cada um irar e pedir direção a Deus.

            Paz.

          • Creio que o tempo que passamos tentando ensinar uns aos que não querem enxergar é tempo perdido. O Senhor não cobrará de nós.
            Poderíamos estar anunciando o Evangelho àqueles que ouvem a voz do Espírito Santo.
            Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.
            Gálatas 1:9b

            Fiquem na paz,

          • Jeanne, obrigado por participar do blog. Continue ligada em nossas postagens. Temos textos novos todos os dias.

            Deus abençoe sua vida!

      • Caro Roberto Nogueira, sei que cada um fala o que a própria pessoa permite o Espírito Santo lhe revelar, ou ela (a pessoa), se dispõe consoante seu próprio entendimento. O texto é bem claro que o Senhor Jesus está alertando quanto à hipocrisia dos fariseus, mas de forma alguma esta abolindo a devolução do dízimo, veja: “…devíes, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas”. É a mesma coisa que diz em Tg. 2:14 e 26. Então, de que adianta fazer uma parte bem feita, por exemplo, devolver dízimo de forma correta e não amar o próximo? É como um corpo sem o fôlego de vida. É isso que Cristo está alertando. Devolver dízimo é questão de fé. Se a pessoa não permitir, jamais ela entenderá o que é devolver o dízimo, tampouco, amar o próximo. Precisa ser o Espírito Santo que revele, pois só o Senhor Jesus, na pessoa do Espírito Santo, pode revelar. Quem entender que a devolução do dízimo não existe é porque o Cristo ainda não lhe foi revelado. As sofismas e altivez – sabedoria humana, impediu. A pessoa pode até falar de Cristo, contudo, não fala o Cristo. Outra coisa: As palavras dízimo “a décima parte” e o verbo dizimar, que significa “destruir, devastar” ou “matar em grande número”, são derivadas do termo latim decimus, entretanto, mesmo com o “grau de parentesco” próximo entre o substantivo dízimo e o verbo dizimar, eles não têm nada a ver um com o outro. Com isso, quero dizer que fica melhor a colocação acerca da décima parte: devolver o dízimo, não dizimar, e devolver porque não é seu. Assim, queridos, isso que coloquei aqui de forma alguma é para polemizar, irmão contra irmão, (você contra C.B.C ou quem quer que seja), mas expressar o que pude entender na passagem de Lc 11:42. Aproveito aqui para deixar uma referência (João 15:12), que sei é bastante conhecida dos queridos irmãos, mas entendi como propícia para este e outros fatos tidos como polêmicos. E que o Pai seja glorificado no Filho na vida de vocês. Que o Senhor os abençoe e fiquem na Shalom de Deus, em Cristo Jesus, o nosso Único Salvador e Senhor.

        Responder
  9. A graça é a dispensação da plenitude de Deus! Na graça Deus se relaciona com o ser humano de forma direta, pois o espirito santo habita no homem. A questão do dizimo não se resume a ordenanças da antigo aliança, isto porque, a nova aliança é uma reprodução clara da antiga aliança. Tudo do antigo pacto apontava como sombras para o novo. Outra questão relevante pertinente ao assunto é com relação aos príncipios divinos que norteiam o dizimo. A luz da bíblia podemos sitar aqueles que jugamos ser mais importantes; 1º PRINCÍPIO FÉ – A registros bíblicos que na pré-historia o homem já se relacionava com Deus demonstrando a sua fé e trazendo-lhes ofertas de valor economico Gn 4. 4. O referido texto diz que Abel trouxe dos primogenitos das suas ovelhas e da sua gordura, isto é, o melhor da sua produção e trabalho. 2º PRINCIPIO GRATIDÃO- GN 28.20-22. Como forma de gratidão Jacó promete a Deus em Betel que se ele o ajudasse em seus planos e projetos na viagem a casa de seu tio Labão e regresso para a casa de seu pai, ele tomaria Deus por seu Deus e de tudo que Deus lhe desse ele certamente lhe daria o dizimo, reconhecendo que Deus é o grande doador e o Deus todo poderoso. 3º PRINCÍPIO MORDOMIA- O reconhecimento da soberania de Deus, implica saber que ele o dono de tudo e nos somos dependentes dele, nos somos apenas mordomos ele é o dono pois só ele é o EI ELYON (O DEUS ALTISSÍMO) Amados se na biblia não tivesse nada sobre dizimo mesmo assim deveriamos entender que o dizimo não é maléfico é benéfico. E lamentável a postura de alguns cristãos relativo ao assunto, na minha modesta opinião estes cristão que são contra o dizimo, não passam de céticos e fariseus contemporanios, avarentos e mesquinhos, amantes de si mesmos…

    Responder
      • Olá, obrigado mais uma vez pelo seu comentário, apesar de não saber seu nome, sei que você sempre lê nossos posts.

        Continue ligado no blog.

        Paz.

        Responder
    • Graça e paz, Wellington Santos!Interessante seu comentário!Muito bom!Voce diz,que em sua “modesta opinião”, os que são contra o dízimo, não passam de céticos e fariseus contemporanios, avarentos e mesquinhos, amantes de si mesmos…Ótimo perfil de cristão!com certeza, voce segue à Jesus!não julga, é brando no comentar, excelente!Mas, deixando de lado seus extraordinários comentários, vamos ao que interessa!Já disse isso aqui, e torno a dizer:quer dar o dízimo, dê, é problema seu!Agora dizer que é prática neotestamentária, isto tenho que discordar!Sobre os três princípios que voce abordou acima, deixarei minhas considerações:no primeiro, realmente Deus sondou o coração de Abel, coisa que não podemos interferir, agora no segundo, dizer que Jacó deu por gratidão, já é de mais!Ele quiz fazer “barganha” com Deus dizendo:se o Senhor fizer isto, e aquilo, mais aquilo outro, e me ajudar em tudo, então lhe darei o dízimo!Wellington, ache pra mim, onde consta que Jacó deu esse dízimo!Não consta na bíblia!Sabe o porque?Ainda não existia o templo, sacerdote, etc…E quanto ao terceiro princípio, com referência à soberania de Deus, Jesus deixou vários exemplos de como devemos cumprí-los:Mt, 25 a partir do versículo 34, tive fome e , não me deste de comer, tive sede e não me destes de beber…hoje nós somos boca, olhos e mãos de Deus!È voce quem tem que fazer o bem ao próximo, que adianta dar o dízimo na instituição religiosa, e virar as costas para o problema!Na velha aliança, o Judeu trazia seu dízimo, e os levitas distribuiam entre eles, e orfãos, viúvas, estrangeiros e pobres….Agora somos nós que devemos fazer o bem aos que necessitam!Mais uma observação:quando a “igreja” recebe os dízimos dos fiéis, eles vão diretamente para os pobres?ou para se assalariar pastores e empregados!reflita e, se quiser continuar dando dízimo, não perderá sua salvação por isso!Mas esta prática , assim como as outras 612 leis, foram cravadas na cruz de Cristo!

      Abraços

      Responder
      • Roberto Nogueira PERCEBI QUE VOCÊ ESTÁ AFASTADO DO CAMINHO CAMINHO DO SENHOR. VOLTE ELE ESTÁ TE ESPERANDO PORQUE ELE TE AMA.

        Responder
        • Olá Anderson. Perdão, mas não concordo com sua afirmação. Como você pode julgar que o irmão Roberto está afastado do “caminho caminho” do Senhor? É pelo fato dele não concordar com sua opinião?

          Obrigado e, da próxima vez, tente ser um pouco mais cordial com quem comenta no blog, ok?

          Paz.

          Responder
        • Caro “Irmão em Cristo”!graça e paz!Meu irmão, desde que entreguei minha vida para o autor e consumador da minha fé:Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, nunca me afastei dele!Farei uma pergunta à você:Acha que estou afastado dos caminhos do Senhor, por qual motivo?Se for pelo fato de não concordar com esse “imposto religioso”, estude todos as passagens que se referem ao dízimo, e verá que esse mandamento teve seu fim com a ressurreição de Cristo, foi um mandamento específico para os Judeus!Quanto ao que você acha, em relação à mim, leia Mt, cap.7, vers.1e2:”Não julgueis para que não sejais julgados.porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também.”

          Abraços

          Responder
  10. O que vem do coração não tem preço fixo!
    Dízimo era para a tribo de Levi.
    É só observar diligentemente em: Hb. 7:5; 7:12; Dt. 26:12,13; Lucas 16:16; e Hb. 1-13; e 1º Cr 16:1-2.
    Todos estes versículos mostram a verdade sobre os dízimos.
    A única regra para entender os versículos da Bíblia sagrada é orar a Deus pedindo revelação desses textos e ler por várias vezes e compará-los, ou fazer cruzamento temático.
    Tudo de Deus há ordem e decência.
    Deus abençoe a todos.

    Responder
  11. nunca dei o dizimo mas o velho testamento Ja diz “Velho” o novo testamento veio depois do Velho entao Dar dizimos ao templo é o q Deus ordena. la diz templo entao é um lugar ou seja uma igreja. Nao é?

    Responder
  12. Bem, é cômodo deixar o dizimo preso ao velho testamento, quando não queremos ter as nossas finanças compromissadas com o reino. Em mateus 23:23 Jesus fala do dizimo, dizendo que devemos faze-lo mas não como fariseus que tinha um comportamento inadequado em outras situações. Se você acha dizimo… 10%… coisa do velho testamento, fique com o ensino do novo quando diz II Cor 9:7 ” Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” Os irmão da igreja primitiva davam tudo… a viuva deu tudo…. se seu coração propor menos de 10%… reflita bem onde estar o seu tesouro.

    Responder
    • Caro Adriano Magno, graça e paz!Percebo que neste site, predomina a prática dizimista!Gostaria de entender qual o motivo de querer voltar aos preceitos que o próprio Senhor Jesus deixou cravado na cruz do calvário!Em Mt23,23, Jesus, ainda estava sob a lei, cumprindo-a, para que voce e eu, não mais tenha a necessidade de cumprí-la!Novo testamento, só quando Jesus diz:está consumado!Jesus estava censurando os fariseus, que dizimavam da hortelã, endro e cominho, mas o coração estava longe de Deus!Perceba que os dízimos eram alimentos, nunca “dinheiro”.E, quanto à passagem de 1Co, 9,7, o contexto é de “contribuição voluntária” aos irmãos de Jerusalém que estavam passando fome!(Rm15,26)A viúva pobre contribuiu com tudo!Essa contribuição era destinada para manutenção do templo de Jerusalém!Sem contar que a viúva contribuiu, não deu dízimo!porque esta prática só poderia ser feita com produtos agropecuário!”nunca dinheiro”E no final de seu comentário, perguntou onde está seu tesouro!Pois bem, eu lhe digo, onde está o seu?já que , na nova aliança, Jesus deixou bem claro qual seria nossa prática:Mt25,41-46″Então dirá , tambem aos que estiverem à sua esquerda:apartai- vos de mim malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;Porque tive fome, e não me deste de comer,tive sede, e não me deste de beber;Sendo estrangeiro, não me recolhestes, estava nu, não me vestistes, e enfermo, e na prisão, e não me visitastes.Então eles também lhe responderão, dizendo:Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?Então lhe responderá, dizendo:Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos não fizestes, não o fizestes à mim.E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna”.Esta passagem mostra que hoje, nós somos o templo de Deus, e somos:maõs, olhos e boca de Deus na terra!”Isso quer dizer que temos que ajudar nosso semelhante com nossas próprias mãos, e não dar dízimo(querendo receber benção por ter dado)em uma instituição religiosa e virar as costas para o ensino de Jesus!Fiz me acaso vosso inimigo, dizendo a verdade?(Gl 4,16)

      Abraços

      Responder
      • Não citei e discordo do dizimo como moeda de troca, fazer o bem ao próximo não me exime de investir no reino, vc faz parte de uma igreja? lá tem obreiros? paga impostos? contas de agua e luz? Quem é responsável e manter a casa de Deus?. Bem no velho testamento cita o dizimo, no novo creio que ensina ir além e assim faço com minha família, teria sérios questões em fazer parte de uma comunidade em que outros sustente por mim e quanto eu fico apenas assistindo. a minha Igreja só 30% são contribuintes com a vida financeira dela e me angustia saber de tantos que investem em tudo no mundo secular e esquecem de investir na casa de Deus. Para que vc saiba,minha igreja reverte cerca de 40% do que arrecada em missões, e certamente poderíamos fazer mais, se outros amassem mais a obra de Deus do que seus projetos pessoais.

        Responder
        • Caro Adriano e André, paz vos sejam multiplicadas em Cristo Jesus!Desculpem-me pela insistência, quanto aos comentários dos irmãos deste blog!Mas, veja bem,no comentário acima, o irmão Adriano me pergunta se faço parte de uma “igreja”, se lá tem obreiros, se pago impostos, água, luz e quem é o responsavel para manter a “casa de Deus”…Adriano, o que é nítido observar, é que voces são corretos, fazem por fé, e confiam em seus pastores…Agora, pense e reflita comigo, “igreja”não é um templo, e sim pessoas, “casa de Deus” também não é esse templo!nós somos o templo do Deus vivo!Na velha aliança existia o templo que Deus mandou construir que seria “sombra” do que é hoje!Quando Jesus repreende os fariseus, não o estava fazendo apenas para aquele grupo farisaico!Mas à todos os religiosos que vieram antes dele!Jesus adverte-os que sempre mataram os profetas que Deus, a seu tempo, enviava-os!Com isso, ele próprio diz à mulher Samaritana, que já tinha chegado o tempo de adorar à Deus “Em Espírito e em verdade

          Responder
          • Sendo assim, caros irmãos, Jesus deixa claro, como seria a adoração!não dentro de um templo, com um pastor dizendo à voces como viverem uma “nova vida”!não tenho nada contra “templos”, ou “pastores”!Adoração é em qualquer lugar onde podemos nos reunir!e pastor é Jesus, nosso sumo-pastor!Esses outros são “guias”, que a igreja(pessoas)reconheça que ele tem um chamado.Esse chamado é para dar orientação , quanto ao culto, não para ser a única voz dentro da igreja!Jesus nunca deu esta autorização!Adriano, “obra de Deus” é reconhecer que Jesus é nosso Senhor e salvador!As demais coisas, quem faz somos nós!Não é para dar dízimo e achar que está fazendo a “obra de Deus”!È para ir até aquele necessitado, e aí sim ajudá-lo no que estiver ao seu alcance.

      • Roberto, obrigado pelo comentário. Porém, ao contrário do que você disse, neste site o que predomina é a liberdade. Eu, o autor, sou dizimista por opção.

        Em seus comentários nunca o vejo falando sobre Abraão ter dado o dízimo a Melquisedeque. Gostaria da sua opinião sobre esta passagem.

        Paz.

        Responder
        • Acho o dízimo um verdadeiro”câncer” dentro da igreja de Deus!pois não ajudamos uns aos outros, nossa comunhão é rasa, nós nos tornamos indiferentes, e presunsosos…achando que com míseros 10%, agradamos a Deus e aos homens!Ledo engano, essa doutrina não combina com a prática dos apóstolos, nem com a igreja primitiva!Outra coisa, Jesus disse:não ficará pedra sobre pedra, que não seja derribada!E o que vemos, hoje em dia, são templos, megatemplos, muito “barulho” e pouco poder!muita mídia evangélica e pouca ação!Jesus mandou nos “sair do templo e do jugo, mas os homens preferem a glória para eles mesmos!

          Abraços

          Responder
  13. Amado andré, graça e paz!Sobre Abraão ter dado dez por cento à Melquesedeque, fica claro que o autor de Hebreus exalta o sacerdócio perpétuo de Jesus como superior!Agora Abraão, deu dez por cento dos despojos(dízimo de guerra)nunca deu de suas posses!Deu uma única vez, sem contar que “despojos “de guerra incluíam:homens, mulheres e crianças!Era um costume da época pagar dez por cento, quando entravam em território alheio!Também Abraão matou outros reis nesta guerra, e isso não pode ser contado como obra de fé!Também recebeu pão e vinho, motivo de sobra para ofertar os dez por cento!Após Abraão, vem Isac, e não dá dízimo, vem Jacó e diz:se o Senhor fizer:isso, aquilo e mais isto, darei o dízimo!Só que não consta que Jacó deu dizimo!Sabe o porque?Não havia sacerdorte, e nem templo!Pra quem seria o dízimo?Pra Deus?Deus não precisa do seu dízimo!Jesus “nunca” se intitulou de sacerdote, mesmo porque era da tribo de Judá, e só Levi poderia e exercer sacerdócio…Enfim, com a ressurreição de Jesus, acaba o sacerdócio, pois jesus é nosso Sumo-sacerdote, templo não existe mais, pois nós somos o templo do Deus vivente!altar não mais existe por ser local de sacrifícios, e, Jesus foi todo sacrifício!Aí, fica fácil perceber que na nova aliança, nós somos reis e sacerdotes(Ap5,10)temos a obrigação de fazer a vontade de Deus, com nossos:olhos, boca e mãos, e assim cumprir toda a lei , segundo nosso Senhor Jesus:Amar à Deus sobre todas as coisas, e ao próximo, como a ti mesmo!Deixando para trás, toda a lei em forma de ordenança(incluindo o dízimo)para viver uma vida em abundância do amor de Jesus!

    Abraços

    Responder
    • Olá irmão Roberto Nogueira.

      Sobre o dízimo de Jacó existe muita especulação, mas se atentarmos que nas escrituras o dízimo pertencia a Deus e não ao sacerdote, vemos que Jacó cumpriu sim o que prometeu. Vamos aos fatos:

      1 – A Promessa de Jacó: “E esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Deus; e de TUDO quanto me deres, certamente te darei o dízimo.” (Gênesis 28 : 22). Observe que pus em caixa alta “TUDO” para entender como ele deu o dízimo que prometeu.

      Após essa experiencia, Jacó prossegue viagem e chega as terras de seu tio Labão que toronou-se seu sogro. Jacó vive com ele 20 anos e adquire muitas riquezas. Deus fala pra ele voltar a sua terra natal. E na volta, Jacó traz sua família e tudo aquilo que ele havia adquirido trabalhando. Só que na volta, aconteceu de seu irmão Esaú vir encontrá-lo. Jacó temeu, pois, ele havia fugido dele anteriormente e agora julgava que Esaú o mataria. Jacó ora a Deus e o lembra da promessa que Deus lhe havia feito quando apareceu-lhe em sonho. Então, Jacó pretende aplacar a ira de seu irmão oferecendo-lhe um presente. Atente para esse presente que Jacó separa:

      “E passou ali aquela noite; e tomou do que lhe veio à sua mão, um presente para seu irmão Esaú: Duzentas cabras e vinte bodes; duzentas ovelhas e vinte carneiros; Trinta camelas de leite com suas crias, quarenta vacas e dez novilhos; vinte jumentas e dez jumentinhos; E deu-os na mão dos seus servos, cada rebanho à parte, e disse a seus servos: Passai adiante de mim e ponde espaço entre rebanho e rebanho” (Gênesis 32:13-16). Até aqui podemos entender isso como um presente, mas vamos mais adiante. Nesse meio tempo, Deus aparece a Jacó na forma de um anjo e luta com ele, mudando ao final seu nome para Israel. Após, mais essa experiência com Deus, Jacó enfim se encontra com o seu temido irmão. Jacó se inclina perante seu irmão e tem uma surpresa quando Esaú o encontra e o abraça. Após esse encontro, Esaú faz uma pergunta a respeito daqueles presentes que Jacó lhe enviara:

      “E disse Esaú: De que te serve todo este bando que tenho encontrado? E ele disse: Para achar graça aos olhos de meu senhor. Mas Esaú disse: Eu tenho bastante, meu irmão; seja para ti o que tens. Então disse Jacó: Não, se agora tenho achado graça em teus olhos, peço-te que tomes o meu presente da minha mão; porquanto tenho visto o teu rosto, como se tivesse visto o rosto de Deus, e tomaste contentamento em mim. Toma, peço-te, a minha bênção, que te foi trazida; porque Deus graciosamente ma tem dado; e porque tenho de TUDO. E instou com ele, até que a tomou” (Gênesis 33:8-11).

      Atente para esses detalhes:

      1 – “porquanto tenho visto o teu rosto, como se tivesse visto o rosto de Deus”. Jacó prometeu dar o dízimo a quem? Pra Deus! Mas, em quem ele viu o rosto de Deus? No seu irmão Esaú.
      2 – Toma, peço-te, a minha bênção, que te foi trazida; porque Deus graciosamente ma tem dado; e porque tenho de TUDO. Voltemos ao verso 28 quando Jacó fez a promessa: “…e de TUDO quanto me deres, certamente te darei o dízimo” (Genesis 28:22b). Observe que Jacó disse que Deus graciosamente tinha lhe dado aquela bênção e que tinha de TUDO. Então, aquele presente em vacas, ovelhas, camelos e jumentos foi o dizizmo de TUDO com que Deus abençoou Jacó e ele os deu a seu irmão, pois viu nele a face de Deus.

      A face de Deus hoje é refletida na face dos irmãos carentes e necessitados (Mateus 25:31-46), mas muitos não conseguem enxergar.

      Responder
      • Graça e paz, irmão Reginaldo, em sua explicação, disse que Jacó deu de TUDO que ganhou de Deus e deu ao irmão em vacas, ovelhas, camelos e Jumentos….Foi dez por cento?Outra coisa, ganhou de Deus e pagou ao irmão, cuja primogenitura o roubou…..Não acredito que Jacó pagou o dízimo!

        Abraços

        Responder
  14. Oque a biblia me traduziu sobre dizimos é que naquela epoca a tribo de levi era os levitas adoradores de DEUS então eles cuidava do templo das coisas de Deus eas 11tribos restantes trabalhava na lavouras era agricultores e fazendeiros da época então eles quando colhia as suas safras eles tirava 10% e entregava nas mãos dos sarcedotes da tribo de levi os dizimos era alimentos e não em dinheiro como hoje é cobrado e servia para alimentar os levitas os peregrinos os orfãos esa viúvas hoje só pode cobrar dizimos se tiver ainda um levita ou sarcedote da tribo de levi é licito voçê contribuir como diz em 2 corintio 9:7 mais e um valor que o seu queira doar e não especificadamente os 10% hoje em dia o ser humano só ver as igrejas pedindo daqui dali e etc tem uma fé morta sem obra e sem sinal jesus disse que os sinais acompanhavam os que crer ea fe sem obra ela é morta

    Responder
  15. Bom dia !
    O que dizer sobre o dizimo, gastamos com tantas coisas muitas sem valor algum que as vezes compramos sem saber pra que ou para mostrar para alguém
    Sou feliz entregando meu dizimo e ofertas
    O mundo é contrario muitos zombam, alguns procuram desculpas na própria palavra para negligenciar essa ordenança.
    Dar dizimo e oferta é um privilegio.

    Responder
  16. A Paz do Senhor amados.Primeiramente respeito todos comentários. Dízimo não se paga ou damos e sim devolvemos aquilo que é do Senhor,porém dízimo é um ato de fé ,se não crê não devolva, mas procure a entender a lei da semeadura.Para ver se realmente somos fiéis nas é nas contribuições alçadas “oferta” pois o dízimo é só 10%.Fiquem na bênção.

    Responder
  17. 8. “Pode um ser humano roubar algo de Deus? No entanto estais me roubando! E ainda ousam questionar: ‘Como é que te roubamos?’ Ora, nos dízimos e nas ofertas!
    9. Estais debaixo de grande maldição, porquanto me roubais; a nação toda está me roubando.
    10. Trazei, portanto, todos os dízimos ao depósito do Templo, a fim de haja alimento em minha Casa, e provai-me nisto”, assegura o SENHOR dos Exércitos, “e comprovai com vossos próprios olhos se não abrirei as comportas do céu, e se não derramarei sobre vós tantas bênçãos, que nem conseguireis guardá-las todas.
    (Malaquias, 3)

    Responder
  18. 2. “Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Este povo murmura: ‘Não chegou ainda o momento certo, o tempo para se reconstruir a Casa de Deus !’”
    3. Por este motivo a Palavra do SENHOR foi uma vez mais comunicada por meio do seu profeta Ageu, dizendo:
    4. “Porventura é tempo de habitardes em casas com luxuoso acabamento, enquanto a minha Casa continua em ruínas?”
    5. Assim ordena, o SENHOR dos Exércitos: “Considerai, pois, o vosso passado!
    6. Semeastes muito, mas colhestes pouco! Comeis, mas não vos satisfazeis; bebeis, mas não conseguis matar a sede; vesti-vos, mas ninguém se sente aquecido e confortável; e o que recebe salário, recebe-o para depositá-lo numa bolsa furada!”
    7. Assim, pois, declara o Eterno dos Exércitos: “Considerai o vosso passado; refleti sobre o que tens feito!
    (Ageu, 1)

    Responder
    • 7. Farei com que as nações estremeçam; e eis que elas trarão para cá os seus tesouros, e encherei esta Casa com, Glória!” assegura o SENHOR dos Exércitos.
      8. Porquanto, toda prata e todo ouro a mim pertencem!” Afirma o Senhor.
      (Ageu, 2)

      Responder
  19. Alguns versos aqui não dizem respeito a Dizimo, principalmente 2Corintios 9 : 7. Existem em toda a bíblia 34 referencias a dízimo, sendo 25 no AT e 9 no NT, mas nenhum deles faz alguma referência ao cobiçado dinheiro, que hoje é cobrado nas igrejas como dízimo. Dizimo era ALIMENTO ou MANTIMENTO como preferirem e foi estabelecido por Deus dentro de Israel, povo da Antiga Aliança com um propósito específico que era atender a necessidade dos que faziam o serviço pesado no santuário que eram os levitas, auxiliares dos sacerdotes. Além deles, os dízimos também eram para sanar a desigualdade social dentro de Israel atendendo a necessidade dos órfãos, viúvas e até estrangeiros.

    Vou citar os texto que comprovam isto:

    1 – Dízimos para os levitas:

    “E eis que aos filhos de Levi tenho dado todos os dízimos em Israel por herança, pelo ministério que executam, o ministério da tenda da congregação.” (Números 18 : 21).
    “Porque os dízimos dos filhos de Israel, que oferecerem ao SENHOR em oferta alçada, tenho dado por herança aos levitas; porquanto eu lhes disse: No meio dos filhos de Israel nenhuma herança terão.” (Números 18 : 24)

    2 – Dízimos para os necessitados (órfãos, viúvas e estrangeiros).

    “Ao fim de três anos tirarás todos os dízimos da tua colheita no mesmo ano, e os recolherás dentro das tuas portas; Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o SENHOR teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem” (Deuteronômio 14 : 28 , 29).

    “Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro, que é o ano dos dízimos, então os darás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem;” (Deuteronômio 26 : 12).

    E para os sacerdotes? A eles cabia apenas a décima parte de todos os dízimos, que eram os dízimos dos dízimos que os auxiliares levitas deveriam lhes dar como uma oferta alçada (voluntária): “Também falarás aos levitas, e dir-lhes-ás: Quando receberdes os dízimos dos filhos de Israel, que eu deles vos tenho dado por vossa herança, deles oferecereis uma oferta alçada ao SENHOR, os dízimos dos dízimos.” (Números 18 : 26). “Assim também oferecereis ao SENHOR uma oferta alçada de todos os vossos dízimos, que receberdes dos filhos de Israel, e deles dareis a oferta alçada do SENHOR a Arão, o sacerdote.” (Números 18 : 28).

    O roubo a Deus nos dízimos no tempo de Malaquias e Neemias, se deu quando os sacerdotes meteram a mão no dizimo (pois o dizimo não lhes pertencia), deixando sem comida o levita, o órfão, a viúva e o estrangeiro. Os sacerdotes é que eram os ladrões, como diz o texto abaixo:

    “Os teus príncipes são rebeldes, e companheiros de ladrões; cada um deles ama as peitas, e anda atrás das recompensas; não fazem justiça ao órfão, e não chega perante eles a causa da viúva.” (Isaías 1 : 23).

    Por isso, a maldição chegou até Israel como profetizou Malaquias: “Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.” (Malaquias 3 : 9). Essa maldição em relação ao roubo havia sido prescrita em Lei pelo próprio Deus: “Maldito aquele que perverter o direito do estrangeiro, do órfão e da viúva. E todo o povo dirá: Amém.” (Deuteronômio 27 : 19).

    No capítulo 3 de Malaquias que fala sobre roubo a Deus nos dízimos e nas ofertas, no verso 5 já fala sobre isso:

    “E chegar-me-ei a vós para juízo; e serei uma testemunha veloz contra os feiticeiros, contra os adúlteros, contra os que juram falsamente, contra os que defraudam o diarista em seu salário, e a viúva, e o órfão, e que pervertem o direito do estrangeiro, e não me temem, diz o SENHOR dos Exércitos.” (Malaquias 3 : 5).

    Desviar o dizimo dos princípios estabelecidos por Deus, que era atender o levita, o órfão, a viúva e o estrangeiro consistia em roubar a Deus. Se os dízimos colhidos na atualidade não atendem esses princípios, Deus continua sendo roubado.

    Responder
  20. a paz do senhor JESUS CRISTO , meus queridos voces primeiramente em tudo que for fazer , façam sem duvidas ,nao fiquem criticando por que um da o dizimo outro não procurando versiculos para fazerem debate JESUS não se agrada com isso e tudo que fomos fazer é para DEUS e não para o homem pois toda honra e gloria para aquele que entregou seu unico filho ,pois a salvação é individual e seremos julgados por todos nossos atos e nem todos aquele que dizem senhor senhor entrarao no reino dos céus uma otima semana a todos e irmãos olhem para dentro de si e vejam o que estamos fazendo para agradar a DEUS e para a nossa salvação fiquem na paz do nosso salvador jesus cristo

    Responder
  21. No Antigo Testamento o nosso SENHOR, DEUS dos exércitos atribui o Sacerdócio aos Levitas. No Novo Testamento DEUS levanta outro Sacerdote não segundo a ordem de Arão, mas, segundo a ordem de Melquisedeque, JESUS CRISTO, Sacerdote perpétuo, ora, Arão era da tribo de Leví, essa, recebia o Dízimo dos irmãos de outras tribos conforme a lei, JESUS vem da tribo de Judá, com a mudança do Sacerdócio, muda-se a lei, “Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei”. (Hebreus 7:12) e “Porque aquele de quem estas coisas se dizem pertence a outra tribo, da qual ninguém serviu ao altar” (Hebreus 7:13), também: “Visto ser manifesto que nosso Senhor procedeu de Judá, e concernente a essa tribo nunca Moisés falou de sacerdócio” (Hebreus 7:14). Se o Dízimo era destinado a tribo de Leví e o nosso SENHOR JESUS CRISTO é da tribo de Judá será que o Dízimo é válido no período Cristão? O Dízimo era praticado na lei de Moisés, o que vale para o período Cristão está contido no livro de II Coríntios capítulo 9. Aqui não existe um valor específico, você poderá contribuir até mais que a décima parte se quiser. “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria”(II Coríntios 9:7). Você não pode ser justificado pela lei de Moisés no tempo de CRISTO.

    Responder
  22. Andre, faz tristeza ve-lo insistindo em pregar a cultura do dizimo na Era do NT. Voce trabalha para quem? Para qual igreja presta este servico de MKT? Acorda rapaz, deixa de trabalhar para a mentira, para o engodo, para enganar os ingenuos. O dizimo previsto no VT nao existe na era do NT. Nao vou repetir tudo que ja foi falado pelos rapazes que ja escreveram.. Estude melhor Malaquias 3:8 -10; Malaquias 4:4; Mateus 23:23; Atos 13:39; Hebreus 7:12; Hebreus 7:5; Hebreus 7:14.
    Sugiro: para de enganar as pessoas que nao tem “estado de consciencia”, discernimento, sao puras e aos ingenuos que nao pesquisam melhor para entender os fatos. Desagarre do velho e siga Jesus no NT.

    As ofertas, as esmolas, o servir o proximo seguem os ditames de nosso coracao. O dizimo, a que voce refere, no VT, podemos levar as igrejas vegetais, hortela…
    Nosso pedidos a Deus que te salve de Mamon.

    Responder
      • André, a Paz do Senhor Jesus!
        Feliz por você ser mais um cristão que continua pregando, insistindo no “VT”, como disse outro comentarista… Concordo com você, não podemos viver a era da graça, menosprezando o Antigo Testamento… Jesus Cristo veio, não para anular a lei de Moisés, mas para testificar a verdade. Ele mesmo disse: Dai a Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus. As ofertas e dízimos são para manutenção da casa de Deus, e assim devemos (se quisermos, se entendermos a importância deste ato) fazer com alegria o nosso melhor para Deus.

        Responder
    • Pois e meu amado irmão, como pode um ensinamento te revoltar tanto,quando no entanto Jesus disse em Mateus 5″ 17,18…leia e cumpra se e grato a Deus por tudo que ele te dar.

      Responder
    • É verdade vamos deixar velho testamento para lá, vamos deixar os salmos para lá, vamos deixar provérbios para lá. Vamos viver só do novo, vamos deixar o velho para lá. É só olhar para frente
      vamos deixar profecias do velho testamento para lá, aconselho rasgue-o.

      Responder
  23. quero dar minha pequena contribuição neste assunto importante, alguém deixou registrado ai que o dízimo não é valido no NT colocou um monte de versículos e penso que ele mesmo não sabe explica-los MT 23/23; Jesus disse aos Fariseus que eles deviam sim dar o dízimo, ” deveis fazer estas coisas e não omitir aquelas” Jesus estava se referindo não ao VT e sim ao NT. Jesus aqui está mandando dar o Dízimo, porque ele se expressou que nos deveríamos ser melhor que os Fariseus. ele esqueceu de mencionar Hebreus 7:8 E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive. 1º. Co 9/7 tudo tem que ser feito com alegria. obrigado ate a próxima;

    Responder
  24. pra que ficar falando de dinheiro nas igrejas? enquanto igreja e lugar de falar com deus, humilhar, ser curado , receber grandes milagres e,t,c igreja ta parecendo banco se se fala em dinheiro, misericordia…

    Responder
  25. Irmãos uma coisa é certa ninguém perderá a salvação por não dar dizimo, pois a salvação é um dom gratuito de DEUS, o dizimo e a ofertas servem para a manutenção da igreja e não para a compra da salvação, como muitos dizem que não irão ser salvo por não dar o dizimo isso e mentira e manipula aqueles que não observam as escrituras

    Responder
  26. O dízimo é para o mantimento da igreja! Todos gostamos de entrar numa igreja bonita, com bancos confortáveis , no calor ter um ar condicionado, etc. Deus tudo pode( eu creio), mas não cai dinheiro do céu. Dê e faça prova de Deus! Nada irá te faltar. A paz!

    Responder
  27. Olá querido, estou fazendo um estudo aprofundado desse tema e utilizarei um pouco do seu material, irei ler seu estudo e pedir a Deus esclarecimento para que eu possa fazer o meu a luz das escrituras. Desde já agradeço pelo material. Abraço !

    Responder
    • Olá Rodrigo.

      Obrigado pelo comentário. Quando seu estudo estiver pronto, por favor compartilhe conosco. Existe muito material bom na internet sobre o assunto.

      Valeu

      Responder
  28. Deixo aqui a minha opinião dízimos e ofertas é culto a Deus é amor a obra do Senhor é amor as almas,com nossas contribuições mantemos as portas abertas onde pessoas são ministradas e curadas de drogas e muitas outras coisas!!.
    Pq DEle por Ele e para Ele são todas as coisas.

    Responder
  29. A paz esteja com todos, só queria dizer que dízimos e ofertas são atos de fé e amor, por isso quem faz não deve esperar riqueza e sim uma vida dirigida por Deus.
    Paz

    Responder
  30. Eu quero ter revelação sobre este tema, porque ainda é nebuloso para mim.

    Para ponderarmos:
    Hoje temos verdadeiros palácios sendo erguidos como se este fosse o objetivo dos dízimos. O que nos desanima, muito embora saibamos que a má gestão será cobrada do gestor e não nos compete gerir os recursos.

    Outrossim, e obreiros devem receber por semear a palavra de Deus, como diz o NT. Não há dúvidas.

    O que me pega é a necessidade de ser 10%, porque me parece observar a lei e, aí, estar sob maldição.
    Obs.: leiam com muito tempero o que escrevo, porque sou novo na fé e pouco conheço as escrituras.

    Outro ponto é que a tribo de levi fazia parte das 10 tribos do norte, e se 9 contribuíam com 10% = 90% total para cada uma das 10 tribos, incluída a dos levitas….podendo significar a igualdade da responsabilidade na manutenção do templo/casa de Deus.

    Some-se a isto que hoje não temos mais viúvas e órfãos para assistir, o que justificava em parte os valores do dízimo.

    São ponderações o que escrevo, jamais verdades absolutas o que partilhei com os colegas, pois ai daquele que ensinar errado.

    Responder
    • Jo, antes de mais nada, parabéns pela riqueza do seu comentário, que nada tem de alguém novo na fé.

      Todavia não consegui compreender o que você disse quando falou sobre não termos mais órfãos e viúvas. Não temos mais mesmo?

      Obrigado pelo comentário. Continue sempre ligado no blog.

      Paz.

      Responder
      • Realmente me expressei mal em relação a órfãos e viúvas. Eles ainda existem e merecem todo cuidado.

        Ocorre que antes parece que era responsabilidade da igreja cuidar de órfãos e viúvas; hoje esta responsabilidade encontra-se diluída na sociedade e as mesmas não mais servem com exclusividade na igreja.

        Responder
      • Boa noite a todos, olha não sei se dar o dízimo hoje é necessários, mas sei que minha vida financeira andava de mal a pior, foi só eu fazer um compromisso com Deus de dar o dízimo que minha vida financeira mudou completamente, hoje em dia tiro sempre o dízimo do senhor.
        Resumindo se não ajudarmos a obra de Deus, como ela sobreviverá?

        Responder
        • Boa Noite!
          Eu entendo que se tudo é do Senhor nós não temos nem o que reclamar porque Ele somente pede de volta 10% e nós ficamos com 90% .
          Por isso la em Levítico 27:30 Jesus se alegra com a viúva ela não só deu com alegria no coração como deu tudo o que ela possuía.

          Responder
          • Olá Marilene, obrigado pelo seu ponto de vista.

            Continue acessando e participando do blog. Cada comentário é importante.

            Deus abençoe sua vida.

          • Desculpe marilene o mas o dizimo nao tem falor especifico pode ser 10 ou mas .se vc obs. O texo encontrara um contexto.Lev.cap27 verc.30ao34

          • Olá Joseilson, obrigado pelo comentário.

            Continue lendo nosso blog e comentando os posts.

            Deus abençoe sua vida.

    • A paz meu querido sim o dizimo ainda é necessario e é biblico antes da lei abrãao dava o dizimo a lei começou com moises o dizimo na lei e na graça tem uma diferença muito grande na lei todos que moravam em Israel por lei tinha que dar o dizimo era uma obrigação (tipo) você não tem compromisso com Deus mas tinha que cumprir a lei mas na graça só da o dizimo os servos de Deus.
      veja este testo do novo testamento que fala sobre o dizimo .
      ” Porque este Melquisedeque, que era rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, e que saiu ao encontro de Abraão quando ele regressava da matança dos reis, e o abençoou;
      A quem também Abraão deu o dízimo de tudo, e primeiramente é, por interpretação, rei de justiça, e depois também rei de Salém, que é rei de paz;
      Sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias nem fim de vida, mas sendo feito semelhante ao Filho de Deus, permanece sacerdote para sempre.
      Considerai, pois, quão grande era este, a quem até o patriarca Abraão deu os dízimos dos despojos.
      E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão.
      Mas aquele, cuja genealogia não é contada entre eles, tomou dízimos de Abraão, e abençoou o que tinha as promessas.
      Ora, sem contradição alguma, o menor é abençoado pelo maior.
      E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive.
      Hebreus 7:1-8

      Responder
    • Olá, a paz do Senhor amada. Fico feliz em vê-la tentando retirar dúvidas a respeito de um assunto tão importante, mas fico triste em saber que líderes religiosos não tem dado a devida importância em ensinar um assunto que merece atenção especial.A questão dos dízimos é importante não somente para manutenção da igreja, prosperidade da pessoa que dizima, da igreja, etc. Mas o mais importante é que a palavra de Deus diz que os ladrões não herdarão o reino dos céus e quando não dizimamos estamos roubando a Deus e sendo assim estamos colocando em risco aquilo que é mais importante, “a nossa salvação” Reflita em Malaquias 3 -10 em diante.Siga em buscar conhecimento! Parabéns!!

      Responder
      • Olá Eliane. Obrigado pela sua contribuição.

        Continue comentando nossos posts, cada comentário enriquece um pouco mais o assunto discutido.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  31. Boa noite,

    Aquele que ensinar nesciamente, esquecendo-se que qualquer opinião bíblica errada que induza os irmãos ao erro, será passivo de juízo:
    “Porque por tuas palavras serás justiçado e por tuas palavras serás condenado” (Mat. 12:37).

    Desculpe-me, mas, seria bom que, antes de ensinar qualquer tema bíblico, o autor conhecessem primeiro, O EVANGELHO DE CRISTO.

    -O DÍZIMO DA LEI E OS PROFETAS (10%).
    1-É um preceito da primeira aliança (Exo. 20).
    2-Foi registrado primeira vez, no A.T. (Lv 27:30-32,34 – Dt. 14:22).
    3-Estava debaixo do ministério do medianeiro, Moisés (Exo. 19:3).
    4-Foi consagrado com sangue de animais (Exo. 24:8).
    5-O dízimo (10%) foi dado num primeiro plano (em sombra Heb. 10:1a.); em figura (1Cor. 10:11), em alegoria (Heb. 9:9), e em testemunho (Rom. 3:21), aos israelitas (Rom. 9:4).
    6-Não era da fé (Gal. 3:12), era uma obrigação – ordenança-da lei (Efe. 2:15).
    7-Mateus 23:23: Foi mandamento de Jesus para os escribas e fariseus: Eles deveriam continuar dizimando os 10% da lei.

    “Então disse: Eis aqui venho ó Deus, para fazer a tua vontade: Tira o primeiro, PARA ESTABELECER O SEGUNDO”. Heb. 10:9.

    “Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente SE FAZ TAMBÉM, MUDANÇA DA LEI”.
    Heb. 7:12.

    -O DÍZIMO NO EVANGELHO, É SUPERIOR:
    1-Faz parte da segunda Aliança (Mat. 26:28).
    2-Foi registrado segunda vez, no N.T. (Mat. 5:25).
    3-Tem como Mediador o Sumo Sacerdote Jesus Cristo (Heb. 7:11).
    4-Está sob a consagração do sangue do Cordeiro de Deus (Mat. 26:28).
    5-É A VERDADEIRA MANEIRA DE DIZIMAR -a imagem exata das coisas (Heb 10:1b.).
    6-É da fé e faz parte da Graça (Heb. 11:6 – Efe. 2:8).
    7-Para a sua Igreja, mensagem já foi outra: O Senhor, ensinou os cristãos “A EXCEDEREM” a justiça dos escribas e fariseus; dando-lhes um novo mandamento pela fé, dois outros modos de dizimar: acima dos 10%, ou tudo (Mat. 19:21).

    “Porque vos digo que, SE A VOSSA JUSTIÇA (NÃO EXCEDER – idem o dízimo) a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus”. Mt. 5:20.

    “Dai, e ser-vos-á dado, boa medida (lei), RECALCADA, SACUDIDA E TRANSBORDANDO (Evangelho), vos deitarão no vosso regaço…”

    EXORTAÇÃO AOS CRISTÃOS, NÉSCIOS OU PRUDENTES:

    “…PORQUE COM A MEDIDA QUE MEDIRDES TAMBÉM VÓS MEDIRÃO DE NOVO”. Luc. 6:38.

    Jaime e Júlio – Curitiba Pr. E-mail:[email protected]

    Responder
  32. Olá meu prezado André.
    Gostaria de de informar – lhe que a carta de Paulo em II Corintios 9.7 não esta relacionado ao dízimo nem ofertas, mas ao ser bondoso, misericordioso, fazer algo para as pessoas da cidade, visto que o povo era formado por escravos em sua maioria e não tinham dinheiro.
    Deus te abençoe.

    Responder
    • Olá Tais, antes de mais nada, obrigado pelo comentário.

      Eu entendo que o dízimo deve ser dado para a manutenção da igreja, conforme o que vemos que foi feito pela tribo de Israel, entregando sempre aos levitas.

      Muitos vão alegar que isso era apenas parte da lei. Outros vão alegar que Jesus pregou isso em Mateus 23. Creio que isso deve ser uma interpretação sua do que a Palavra lhe ensina.

      Deus abençoe sua vida.

      Paz.

      Responder
    • Todas as dizimas e para os orfao viuva e estrangerie etc.
      Nesse caso vc n esta errada.
      Obs.dizimas é uma obrigação pra israel e nao nossa . Pra vc é um ato de fé e responsabilidade crista. Nao obrigaçãoPara

      Responder
        • Gostaria de saber se o pastor tem que saber o valor do meu salário. E também se é licito ter que identificar o envelope do dizimo, com o meu nome e o respectivo valor dos 10%.

          Responder
          • Anderson, vou ser sincero: isso vai muito de igreja para igreja.

            De qualquer forma, sua disposição tem que ser em servir a Deus com tudo o que você tem. Se o pastor vai saber o seu salário, se vai saber seu nome, ou qualquer coisa do tipo, tanto faz, contanto que o seu coração esteja voltado para servir ao Senhor.

            Deus abençoe sua vida.

            Paz.

  33. O dizimo de hoje é só pra enriquecer pastores que se aproveitam da fé dos cristão e comercializam a palavra de Deus.
    Igreja disputando qual é a mais bonita,e enquanto milhares de pessoas morrendo de fome. Vamos acorda povo Cristão .Pegue seu dizimo e compre uma cesta basica e de pra aqueles que necessitam. Isso sim é o que o Senhor quer de nos. Ou voces acham que ele se alegra do seu dizimo na igreja pra bancar lideres de igreja usando carrões passando ferias em hoteis luxuosos enquando a Africa crianças morrendo de fome. Bom são tantas coisas que escrever tudo aqui vai dar um livro. Mas o que deixa claro é que servimos um Deus de misericórdia um Deus de amor.Que em momento algum esta interresado no seu dinheiro , mas sim em vc. Que vc seja um verdadeiro adorador.

    Fiquem na paz

    Responder
  34. A paz do senhor, sou cristão,hoje temos que dar o dizimo ,é claro na biblia, pois a igreja não vive de vento,não paga a conta com comida sim com dinheiro,acho que fazem pouco,pois nunca vi a igreja ter asilo, centro de reabilitacao para viciados, ajuda de aluguel para desempregados que serve ao senhor,que ja contribuiu a anos etc……sou da assembleia de deus, a paz….

    Responder
  35. A verdade do dízimo hoje que pastores pregam não é a verdade.
    O dizimo pertencia somente aos Judeus e era para os levitas as ofertas para ajudar viúvas etc…
    o que acontece que Jesus nos deu a Graça não merecida e ela aboliu as Leis no novo testamento inclusive o dizimo. Hoje o errado é que os pastores se intitulam sacerdotes e levitas e recebem o dizimo uma parte para seu salário que sai hoje muito caro, e assim amedrontão as pessoas que são fraca sem instruções da palavra de Deus que é a verdade e cobram seus salarios delas e para a obra igrejas de pedras.

    Responder
  36. Muitos dizem o dizimo é da lei então não preciso dar mais!
    Mais eu digo que Abraão já dava seu dizimo ao senhor 400 anos antes da lei.
    E digo mais dizimo e ofertas não são obrigações que Deus nos deixou como muitos acham, mas sim a forma que Deus nos deixou para nos abençoar em tudo porque tudo que plantamos colheremos com certeza e eu sei que enquanto eu for um dizimista e ofertante as bênçãos do senhor nunca deixaram de me alcançar.
    Tudo vem dele inclusive nossa força e saúde para trabalhar e ele é tão bom que só fica com 10% e nos deixa com 90% .
    Parem de murmurarem contra a palavra que Deus estabeleceu e aprendam a multiplicar os 90% que ele te da de coração.
    Amo vcs

    Responder
  37. Jo, Abraão vivéu antes da lei e deu o dízimo… jacó também.
    Dizimar é um ato de reconhecimento que Deus tem parte de tudo que é meu. A parte dele eu tenho que devouver, ou estarei uzando o que não é meu e Deus não me autorizou eu administrar

    Responder
  38. paz do senhor eu não era dizimista e um dia resolvi ser fiel no meu dízimo no dia seguinte fui dispensado do meu trabalho .mais contínua meu propósito quinze dias depois tava empregado de novo ganhando o dobro da eu ganhava hoje compreendo q não é pelo q Deus pode fazer mais sim por aquilo q ele ja fez amém Deus abençoe

    Responder
    • Carlos, obrigado pelo seu comentário.

      Realmente não é pelo o que Ele pode fazer, e sim por aquilo que Ele já fez.

      Deus abençoe sua vida.

      Paz.

      Responder
      • Graça e paz a todos que participam deste tema, parabéns Irmão André Deus lhe dê mais sabedoria para abordar certos temas biblico que ainda estão obscuros para alguns.
        Para mim o dízimo é o minimo que podemos fazer de uma maneira direta em prol da obra de Deus aqui na terra. Deus espera de nós muito mais que o dizimo e as ofertas, Ele espera um coração que o ame e o adore verdadeiramente. lembro-me do comentário de Jesus arrespeito da oferta da viuva pobre que Deu tudo que tinha e esta foi reconhecida por Jesus como a que deu a maior oferta. Que possamos tbm ter o reconhecimento de Jesus nas nossas manifestações de culto ao Senhor.

        Responder
  39. Infelizmente as pessoas são ingratas para com Deus, eu sou dizimista e não dou so 10% pois tudo tem que ser Dele e para Ele, eu não sou pastor e nem quero ser, pois, as pessoas que jugam que os pastores ficam com o dinheiro não fazem ideia do que é pastoriar, vicer seus dias entregue as pessoas com todo tipo de problema, eu tambem um dia já pensei assim, mas hoje tenho revelação que é através dos meus dizimos e ofertas que a igreja pode cumprir os mandamentos de Deus, ide e pregai o evangelho a toda criatura, enviando missionarios a africa, europa, asia, lugares que pessoas nunca ouviram falar de jesus, se eu e vc que somos abençoados por Deus que deu seu filho para que nós tenhamos vida, não nos dispusermos a financiar essa obra, quem fará, nossos governantes?

    Responder
  40. Existem perguntas que realmente não merecem resposta. Dizimar, ofertar, entregar as primicias não foram escritas para serem explicadas ou definidas, mas para serem vividas por todo aquele que crê. II Corintios 9 : 7 “Cada um contribua segundo propôs em seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que da com alegria”

    Responder
    • Um comentário que não precisa de resposta, ainda mais vindo de quem veio. Pai, é uma honra indescritível receber um comentário seu aqui neste humilde blog.

      Te amo.

      Responder
      • Se hoje entendo é por que um dia um apostolo/profeta/discipulo (sei la qual a definição correta ou apropriada) nos mostrou o caminho a seguir. E, para aqueles que não estão acostumados, fazemos questão de dizer, sempre, TE AMO filhão.

        Responder
  41. Olá ao entrei no seu site para olhar as 20 passagens sobre o dízimo, vii a parte 1 com apenas 5 passagens e já ia sair do site pensando q só tinha essas 5 passagens.

    Eubquase saindo foi que percebi que tinhatinha duas abas uma escrito: anterior e outra escrito próximo, só assim então percebi que realmente aqui tem 20 passagens bíblicas.
    Valew.

    Responder
  42. Bom dia, eu entrei na página procurando sobre os 20 versículos sobre dízimos mas só vi os 5 primeiros, antes de sair vi os comentários e percebi alguém comentando que percebeu uma aba dizendo próximo e anterior, só assim percebi e pude ver os próximos versículos.
    Mesmo que tenha sido por falta de atenção, deixo a dica, pois cada lugar que entramos na Internet é diferente, comum não percebermos e pularmos algo.
    Deus abençoe.

    Responder
    • Olá Liz, obrigado pelo seu comentário, foi muito construtivo.

      Realmente algumas pessoas têm reclamado disso, vou pensar em algo para deixar estes botões mais visíveis.

      Continue acompanhando o blog ok?

      Deus abençoe sua vida.

      Paz.

      Responder
  43. bom dia!
    não sou contra o dizimo, muito pelo contrario, entendo ser necessário como diz a palavra, mas me preocupa o mau uso de algumas igrejas, pastores, padres, pois observo muito investimento em LUXO, pisos de mármore, taças de ouro, igrejas que mais parecem a casa de um ricaço do que uma igreja, onde os humildes como eu tem até vergonha de passar na frente, pessoas engravatadas, carrões, camionetes de luxo! porque fazem isso???? onde esta escrito que JESUS gostava de LUXO? não existem as igrejas os pastores e padres para seguirem os passos dele? se DEUS gostasse de LUXO, teria ele enviado seu filho para nascer em uma estábulo??? teria Jesus vivido entre os pobres humildes??? E quando Jesus Cristo voltar?? e ver todo esse LUXO essa RIQUESA de algumas igrejas, ele vai gostar???? Ou vai voltar com o seu relho na mão e bater nos hipócritas que estão fazendo isso e nos leigos que fecham os olhos e financiando tudo isso?? será que ele não vai dizer: deveriam ter ajudado os necessitados com esse dinheiro o qual usam para o LUXO!!!
    Peço se possível, por favor me ajudem a entender isso! Estou errado?

    Responder
    • Olá Marcelo. Antes de mais nada, obrigado pelo comentário. Você não imagina como cada comentário é uma contribuição importante.

      Sobre o mau uso do dinheiro que a igreja recebe, isso não é uma exclusividade dos dízimos, isso pode acontecer com ofertas também. E esta questão do mau uso é muito relativa, por exemplo, um membro muito carente da igreja, vai julgar que o pastor ter uma casa própria é um absurdo, uma vez que ele também não tem. Um membro muito rico, pode achar normal.

      O ideal é seguir a direção do Espírito Santo e deixar que ele cuide de nossos corações na área financeira, entregando tudo o que temos e somos, para Ele.

      Deus abençoe sua vida.

      Paz.

      Responder
  44. Bom dia.
    E quando percebemos que o dinheiro (dízimos e ofertas) de nossa igreja é usado para fins próprios, como pagar salário de pastores e membros que atuam na igreja ou até mesmo viagens e bens materiais? Ou então para pagar uma nova igreja que o pastor resolveu abrir sem nem mesmo ter condições (como ele mesmo diz) de cuidar financeiramente da igreja atual? É errado dizimar e ofertar na igreja em que você sabe que ocorre desvios?

    Responder
    • Olá JM, antes de mais nada, obrigado pelo comentário.

      É muito complicado termos a certeza de que o dinheiro de nossos dízimos e ofertas está sendo utilizado de maneira imprópria. A minha opinião é a de que, a partir do momento em que entregamos nossas ofertas, não é nossa responsabilidade o que será feito dela. Se o encarregado pelo uso do dinheiro desviar uma parte, isso é algo dele com Deus.

      Porém, se você tem plena certeza de que o dinheiro está sendo desviado, ore, peça direção ao Espírito Santo sobre o que fazer.

      Deus abençoe sua vida.

      Paz.

      Responder
  45. se em II Corintios 9 : 7 esta escrito “Cada um contribua segundo propôs em seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que da com alegria”.. por que, então o valor de 10% cobrados por algumas igrejas?

    Responder
    • Olá Roniel, antes de mais nada, muito obrigado pelo seu comentário.

      A palavra dízimo fala sobre a décima parte, é daí que vem os 10%. Porém, não creio que a melhor palavra seja “cobrar” o dízimo, como você colocou em seu comentário. O dízimo e dado por quem entende o princípio e concorda com ele. A igreja não pode “cobrar” o dízimo de ninguém.

      Deus abençoe sua vida.

      Paz.

      Responder
  46. OBRIGADO PELOS ESCLARECIMENTOS…TINHA ALGUMAS DÚVIDAS SOBRE O ASSUNTO…..

    QUERO APROVEITAR E TE PEDIR ESCLARECIMENTOS SOBRE ” FALAR EM LÍNGUAS “, POIS AINDA NÃO TIVE UMA EXPLICAÇÃO COERENTE…CONDIZENTE COM A PALAVRA DE DEUS……POIS ENTENDO QUE QDO FALAREM EM LÍNGUAS TODOS ENTENDEREMOS; INCLUSIVE QUE FALA E NÃO É ISTO QUE OCORRE………

    OBRIGADO

    Responder
    • Olá Carlos. Antes de mais nada, obrigado pelo seu comentário.

      Pelo o que eu entendi, você entende que quando alguém falar em línguas todos vão entender, é isso? E sua dúvida é que não é isso o que você vê acontecendo, correto?

      Existe alguma outra dúvida?

      Vamos conversar mais sobre o assunto.

      Obrigado.

      Responder
    • Olá Eliabe, graça e paz.

      Não sei se entendi muito bem o que você quis dizer, mas o dízimo não é apenas do a terra produz, ok? O dízimo era, na época, do que a terra produzia pois esta era a moeda de troca deles, era o fruto do trabalho deles. Hoje o fruto de nosso trabalho é o dinheiro.

      De qualquer forma, você tem total liberdade de não dizimar, de dizimar, de ofertar, de não ofertar, de fazer o que quiser com o seu dinheiro. Apenas siga a direção que o Espírito Santo tem lhe dado.

      Obrigado pelo seu comentário. Deus abençoe sua vida.

      Responder
  47. Bom dia,

    Eu gostaria muito ser dizimista porq acho q ñ sendo estou a roubar a Deus, mas as minhas despesas passam do que eu ganho.

    O que devo fazer para conseguir ser dizimista?

    Responder
    • Olá Carla, bem-vinda e obrigado pelo comentário.

      Sua dúvida é extremamente complicada de ser respondida. De acordo com o que você escreveu, você entende que hoje está roubando a Deus, logo, está em pecado.

      Este é o seu entendimento, correto?

      Então, no seu caso, o que eu considero correto fazer é dar o dízimo, parar de pecar e deixar Deus agir na sua vida. Ele vai prover todo o necessário para o seu sustento.

      Além disso é importante entender, talvez até mesmo antes, qual o motivo das suas despesas passarem do que você ganha. Tem algo que você possa cortar? Tem algum gasto que não precisaria acontecer? Existem outras fontes de renda possíveis?

      Esta resposta que dei não vale para todas as pessoas e é extremamente específica para o seu caso, pois você comentou que acredita estar roubando a Deus quando não dizima.

      Deus abençoe sua vida. Confie nEle.

      Paz.

      Responder
  48. Alanis obrigado. Pois cometi o mesmo erro q vc. Já ia sair quando li teu comentário. Pensei q só tinha 5 postagens

    Responder
  49. Como é bom ver que existem pessoas com blogs sobre a Palavra de Deus.
    … Ide e anunciai o Evangelho à toda criatura!

    Na minha humilde opinião, dízimo nada mais é que um respeito a um princípio bíblico.

    Uma maneira de dizer “Deus tudo que tenho é do Senhor e eu confio que o Senhor cuidará do meu sustento!”

    Uma dica importante: Dê o dízimo como forma de obediência e temor ao Senhor. Não pense na destinação do dinheiro, não pense no pastor… Apenas lembre-se, Deus tem um propósito para sua vida e Ele está no controle de toda situação…

    Um grande abraço meu irmão!

    Responder
    • Olá Rodrigo, obrigado pelo comentário, foi muito construtivo.

      Realmente não podemos pensar no destino do dinheiro, isso fica entre quem administra e Deus.

      Deus abençoe sua vida, continue participando do blog.

      Responder
  50. André, graça, misericórdia e paz!meu irmão, quando disse que minha igreja é a de Atos, cap. 2, não quiz ser rude com você!Se foi isso que lhe pareceu, perdoe-me!O fato é que o nome da congregação, não vai subir ao encontro de Jesus!Frequentei uma “instituição religiosa”, por 15 anos, hoje procuro por reuniões que fazem “em nome de Jesus”e não em nome próprio!Onde todos participam, onde o interesse maior é Jesus!E quanto ao “anonimo”, saí da “instituição religiosa”, justamente para não me afastar da doutrina do evangelho de Jesus, e as cartas dos Apóstolos!porque dízimo, salário de pastor, altar,sacerdote, apresentação de crianças no púlpito,pregação de “auto ajuda”, de prosperidade financeira, cultos de cronograma:”hinos, oração, hinos, coleta de dízimos e ofertas e pregação”.isso não consta na igreja primitiva!Para finalizar, hoje em dia a instituição cresce, mas o evangelho de Jesus, empobrece!Pois visam proveito próprio, mas o sentido das palavras do Senhor Jesus, está esquecido!

    Abraços

    Responder
    • Olá Roberto, obrigado pela resposta.

      Eu entendo sua posição, mas acredito que, se você encontrou uma denominação que lhe agrada por ter todas estas características, seria importante compartilhar isso com outras pessoas. Talvez estas pessoas precisem de uma denominação como a sua.

      Entende o que digo?

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  51. André, graça, misericordia e paz!Existem muitas igrejas assim como postei!Talvez não seja da forma que voce esteja pensando…Existem muitas pessoas se reunindo”em nome de Jesus” em vários lugares!Igreja somos nós!não sei qual seu Estado, ou município que reside, mas com certeza encontrará um lugar onde a adoração se enquadra nos trâmites que falei!

    Abraços

    Responder
  52. Minha irmã está precisando de mantimentos na casa dela dou meu dízimos na igreja ou compro comida para ela com o dízimos

    Responder
    • Olá Claudineia, obrigado pelo comentário.

      Infelizmente é muito complicado responder este tipo de pergunta. Você deve consultar o Espírito Santo e ser direcionada por Ele. Já vi alguns casos onde a pessoa comprou comida para um necessitado, outros onde a pessoa deu o dízimo e Deus deu a provisão ao necessitado. Também vi casos onde a pessoa deu o dízimo e mobilizou a igreja a ajudar o necessitado. A decisão fica entre você e o Espírito Santo.

      Deus abençoe sua vida.

      Paz.

      Responder
  53. OLÁ ANDRE BOA TARDE!!!!
    GOSTARIA DE IMPRIMIR OS TEXTOS SOBRE O DÍZIMO, NÃO ESTOU CONSEGUINDO PODE ME DIZER SE HÁ O MODO DE IMPRESSÃO NO SITE?
    DESDE JÁ OBRIGADA!!!

    Responder
    • Olá Adriana, se você estiver no windows, você pode pressionar CTRL + P e a janela de impressão se abrirá. Ou você pode selecionar todos os textos, copiar e colar no seu editor de textos preferido.

      Obrigado.

      Responder
    • Olá Adriano, obrigado pelo comentário e pelo elogio.

      Fique ligado em nosso site, todos os dias temos conteúdos novos sendo publicados.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  54. Boa tarde.
    Teria como citar alguns versículos sobre dízimo no N.T.?
    Ja procurei e ate fala em dizimo mas se referindo do A.T..

    Responder
    • Olá Alexandro, obrigado pelo comentário.

      A palavra “dízimo” é citada 5 vezes no novo testamento. Ela aparece em: Mateus 23:23, Lucas 11:42, Lucas 18:12, Hebreus 7:2 e Hebreus 7:4.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • me chamo JAIRO, André so do interior e não so muito bom com as palavras então me perdoe gostei muito de visitar este blog é mil grau, porque? quando fica ruim pra nois no novo tto nois corre pro velho e quando fica ruim pra nois no velho nois corre pro novo tto, por exenplo se fisermos uma linha direta entre abraão e paulo teremos de demidir todos os outros prinsipaulmente o moises fez um monte de coisas boas que não de certo é divorcio é dente por dente e com relaçao ao dizimo enfim por exenplo se preorisarmos as atitudes do abraão temos que ser afavor da liberação das armas pois lendo êxodo 22, 2,3 nos da esse dereito e quando falamos de dizimo temos o velho testamento pra nos defender e quando falamos de direito de defesa arrancoms da manga mateus c 5 v 39 obrigado e a paz do senhor.

        Responder
        • Olá Jairo, obrigado pelo comentário.

          Em relação ao que você escreveu, recomendo a leitura de nossa série de posts sobre o dízimo, é só clicar aqui. Leia todos os posts da série, são bem interessantes.

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
  55. O dízimo não existe no tempo da graça!e Abraão nunca dizimou!e o dízimo DEUS ordenou que dessem a tribo dos levitas porque não receberam herança.e lá em Genesis DEUS fala à Adão que ele amaldiçoou a terra e teria que tirar todo seu sustento dela,isso serve para os pastores,padres,bispos,presbíteros etc…AMÉM Q DEUS esteja convosco

    Responder
    • Olá Josué, obrigado pelo comentário.

      Continue participando e expondo seu ponto de vista. É muito importante para todos nós.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • A resposta a esta objeção está no NT no livro de Hebreus 7.1-3
      “PORQUE este Melquisedeque, que era rei de Salém, sacerdote do Deus Altíssimo, e que saiu ao encontro de Abraão quando ele regressava da matança dos reis, e o abençoou; (Hebreus 7:2) – A quem também Abraão deu o dízimo de tudo, e primeiramente é, por interpretação, rei de justiça, e depois também rei de Salém, que é rei de paz; (Hebreus 7:3) – Sem pai, sem mãe, sem genealogia, não tendo princípio de dias nem fim de vida, mas sendo feito semelhante ao Filho de Deus, permanece sacerdote para sempre.
      ”Abraão deu o dízimo a Melquisede quando ainda não havia mandamento para se contribuir com o dízimo.

      Responder
    • UFA, JOSUÉ BRITO DE MESQUITA! AINDA BEM BEM QUE VOCÊ CONSEGUIU ‘AJEITAR’ UMA ‘DESCULPA’ PARA NÓS QUE NÃO QUEREMOS RETIRAR DO NOSSO SOLDO UMA ‘MERRECA’ PARA SEMEAR NA OBRA DE DEUS PARA O SUSTENTO DELA. ASSIM PODEMOS USAR ESSA ‘ECONOMIA’, PARA TORRARMOS NUMA LANCHONETE, NUM RESTAURANTE, OU, COISA PARECIDA. PARABÉNS PELA SABEDORIA ‘NATURAL’ QUE DEUS TE DEU! E, DE MAIS A MAIS A IGREJA QUE NÓS FREQUENTAMOS QUE SE VIRE PARA SE MANTER! O IMPORTANTE É QUE QUANDO VAMOS AO CULTO (SE É QUE VAMOS) TEMOS ILUMINAÇÃO, SOM, AR CONDICIONADO, BANHEIRO PARA FAZERMOS NOSSAS NECESSIDADES FISIOLÓGICAS, ETC. SEM GASTAR UM CENTAVO! HE, HE, PARABÉNS! QUE VOCÊ CONTINUE RECEBENDO ESSAS ‘REVELAÇÕES’ E PASSANDO PARA AS REDES SOCIAIS. ASSIM FAZENDO NÓS VAMOS CRIANDO ADEPTOS PARA QUE AS IGREJAS MIRREM E ASSIM DISSEMINAREMOS ESSE HÁBITO!

      Responder
      • Olá Onéssimus, obrigado pelo comentário.

        Peço apenas que tome cuidado com o seu tom ao responder para os outros leitores. Respeito à diversidade de opiniões é algo fundamental por aqui.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
    • Infelizmente ainda existem pessoas carnais e avarentas que não dizimam, não por que não existe o dízimo mais porque o coração deles está nos bens materiais e não entendem os propósitos de Deus, e por serem carnais não entendem as coisas espirituais.

      Responder
      • Olá Magno, obrigado pelo comentário.

        Peço apenas que tome cuidado para não julgar as pessoas. Alguns não dizimam por avareza, outros por não conhecerem ou simplesmente não entenderem o princípio.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
        • André, graça, misericórdia e paz!Quero me referir à voce André, ao Magno e ao Onéssimus!Sem querer criar atrito, mas explicando a verdade contida na bílblia. Quer dizer que o templo onde voce vai cultuar à Deus era prática da igreja primitiva?Para se ter comunhão com Deus e os irmãos, é necessário ir ao templo?Ou será que nós somos o templo!Deus não habita em templos feito por mãos humanas!Ar condicionado, banheiro, som, iluminação, é o que voce aprecia quando vai à um culto?Infelizmente, ainda existem pessoas que “precisam”ir ao templo, vestir uma roupa apropriada, escutar músicas, ouvir algo sobre a palavra de Deus para se sentir crente!Crente em Jesus é áquele lavado e remido no sangue do cordeiro!!!O outro irmão, fala sobre “avareza”!Se quer ajudar com seu dinheiro, dê para quem realmente está passando necessidade!não engorde os cofres das instituições religiosas, que tem o foco no crescimento da própria instituição, e não para o reino de Deus!Pois se assim fosse, a igreja no Brasil, já teria acabado com a fome de muita gente!Só que o dinheiro vai para assalariar pastores, água, luz, telefone, aluguel, empregados, e muito mais, que não existe respaldo bíblico para esse fim!André, voce disse que as pessoas não dão dízimo:por “avareza, por não conhecerem ou simplesmente não entenderem o princípio”.O princípio é dar, mas é para dar para pessoas, e não à instituições!É para ajudar o próximo, não para assalariar pastores!É para fazer o bem, sem querer que a mão direita saiba o que faz a esquerda!É do coração, e não dar uma quantia e achar que esta agradando a Deus e as pessoas…voce agrada à Deus quando voce o ama e ao próximo, também!Na graça, nós somos a mão, olhos e boca de Deus!Na antiga aliança, entregava se o dízimo em produtos agropecuário e só!hoje é mais difícil, pois somos nós quem vai até o necessitado!Já disse e repito, o dízimo ficou cravado na cruz de Cristo!não tentem ressiscitá-lo!

          Abraços

          Responder
          • Olá Roberto, graça e paz.

            Antes de mais nada quero explicar o motivo de ter demorado tanto para responder ao seu rico comentário: eu estava de férias e deixei os comentários que exigiriam um tempo maior para responder para quando voltasse de viagem. Tendo voltado para minha casa, respondi seu comentário com todo o carinho que ele merecia, mas uma tecla errada me fez perder todo o texto. Então estou eu novamente tecendo minhas considerações sobre o que você escreveu.

            Vamos lá, do início:

            Não posso dizer que é obrigatório que tenhamos um templo físico, uma vez que nós somos a casa que Deus escolheu habitar. Porém, o templo físico, onde nos reunimos com toda a congregação para momentos especiais de comunhão, é um acessório importante na organização de um número maior de pessoas. Imagine no caso da igreja onde congrego, apesar de não sermos uma denominação famosa ou muito grande, aos domingos recebemos cerca de mil pessoas. Em qual outro lugar poderíamos reunir mil pessoas com tranquilidade, sem interrupções que atrapalhariam a ministração da Palavra?

            Em resumo, o que quero dizer é que o templo físico é apenas um acessório, uma ferramenta, mas que tem a sua importância para manter a ordem.

            “Ar condicionado, banheiro, som, iluminação, é o que você aprecia quando vai à um culto?” – Óbvio que não. Se tivéssemos que nos reunir nos esgotos, eu estaria lá. Acredito ser assim com a maioria da pessoas que se reúnem nos templos.

            Você também fala sobre engordar os cofres das instituições e sobre elas terem o foco apenas no crescimento próprio. Creio que aqui você esteja caindo num erro em que eu caio com frequência: julgar o todo pela parte. Não poderia discordar se você dissesse que algumas instituições religiosas realmente focam boa parte de seus recursos no crescimento próprio. Porém não são todas assim. Frequento uma congregação onde sei como e quando o dinheiro está sendo utilizado. Logo, esta deve ser uma avaliação de cada membro, se você concorda com a maneira como o dinheiro é utilizado em sua igreja, ótimo. Se não concorda, converse, dialogue e, se for necessário, procure um outro lugar.

            Sobre a questão da avareza, infelizmente, a maior parte das pessoas que conheci que não concordava com o dízimo estavam sendo movidas pelo amor ao dinheiro e não por ser ou deixar de ser biblicamente correto. Creio que aqueles que não tem apego ao dinheiro acabarão entregando mais de dez por cento do que ganham para o Reino, chamando de dízimo ou não.

            Em relação à parte final do seu comentário, sobre ajudar o próximo e não dar às instituições, quando eu entrego o meu dízimo, estou entregando para Deus através de um administrador. Parece-me muito similar ao que era praticado pela igreja primitiva, que entregava todo o ganho aos apóstolos, que faziam a administração do dinheiro. Não estou dando o dinheiro para uma instituição engordar da maneira que achar mais confortável, estou entregando para Deus, para que, através de um homem, aquele dinheiro seja bem utilizado. Se a utilização está sendo correta ou não, cabe a mim decidir.

            Roberto, infelizmente esta segunda vez que escrevi a minha resposta não ficou tão boa quanto a primeira, mas acho que consegui trazer novamente a minha opinião.

            Espero não ter sido indelicado em nenhum momento, minha intenção é promover um diálogo aberto e respeitoso.

            Deus abençoe sua vida, meu amigo virtual.

          • André, graça e paz!Não quero criar um empasse!veja bem, quando voce fala da “congregação”em estar em comunhão com quase mil pessoas..Essa não era a prática da igreja primitiva!.Culto ao Senhor, não é alguns hinos na entrada, hora da oração, coleta dos dízimos e ofertas, a palavra levada pelo pastor, etc…”culto”, como o próprio nome diz, é adoração, leia 1Cor14, 26 a 31, Paulo está falando dos dons do Espírito, mas percebe-se que todos participavam, um com salmos, outro com profecias, outro com línguas…Os crentes participavam cultuando à Deus!Hoje só um fala!Voce acha correto?Sabia que o templo evangéllico é uma cópia da igreja católica, que por sua vez, copiou da sinagoga dos judeus?Nada contra reunir num lugar adequado, mas quando esse local gera custos, transforma-se em uma “instituição religiosa”, um tipo de um “clube social”.Quando eu falei dos gastos da igreja, quiz dizer o montante que vai ser gasto, não para a obra de Deus, mas para o benefício do homem!Salário do pastor, dos funcionários água, luz, telefone, papeis, e uma infinidade de coisas e utensílios, que não glorificam à Deus!Por isso que eu disse que a “Instituição” cresce e o evangelho de Jesus, empobrece, junto com os crentes!Se sua igreja vive dos dízimos, para que as ofertas?Antigamente, na lei, as ofertas eram em ouro, ou prata, ou até dinheiro, pois o dízimo era em produtos agropecuário, só para saciar a fome!Mas nas igrejas de hoje, além dos dízimos pedem ofertas!Qual o motivo?Evangelho de Jesus é para nós irmos ao necessitado!E não a instituição!Poderia escrever muito mais, porém vou parar por aqui!Não me entenda mal, estou lhe dizendo que a igreja de nossos dias partem para o bem pessoal, e não para o reino de Deus!

            Abraços

  56. em todo tempo seja na época da lei ou da graça o que nunca pode faltar é pessoas agradecidas ao bom Deus e que ao invés de serem dizimistas exigentes, sejam contribuintes ofertantes da tua obra, que de alguma forma querem ver o reino de Deus expandir em todos os territórios línguas e nações em forma de gratidão.

    Responder
    • Bem-vindo Wesley. Antes de mais nada, obrigado pelo comentário.

      Sábias palavras. É o mínimo que posso dizer sobre o seu comentário. Concordo plenamente com o que você falou.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  57. Lembrando que há diferença entre dízimo e oferta. Ou seja, nem todos os versículos são a respeito do dízimo como diz o título.

    Responder
  58. Creio inteiramente nas bencãos de Deus na vida de todos os dizimistas. Tive experiencias sobrenaturais sendo dizimista. Deus realmente não desampara os seus

    Responder
  59. Boa tarde, paz amados em Cristo.

    O tema é bem polêmico, mas gostaria de fazer algumas ponderações.
    Alguém poderia me dizer porque Jesus nunca dizimou (ele tinha o ofício de carpinteiro e em algum momento ele deve ter ganho algum dinheiro por conta disso) ou então porque ele nunca exigiu o dízimo, não consta nada na bíblia a respeito disso certo?
    No último culto que eu fui aconteceu algo que me entristeceu profundamente. O Pastor chamou os dizimistas à frente e fizeram uma oração para abençoar-los. Como não sou, fiquei no banco assistindo. No final ele disse que iria fixar uma lista com os nomes dos dizimistas na igreja. Não vou comentar mais nada, apenas reflitam, mas eu ainda creio e tenho a esperança de que a igreja irá acordar e entrar no propósito do Reino.

    Responder
    • TEM QUE SER DE FORMA VOLUNTÁRIA: “segundo propôs no seu coração” (II Corintios 9:7) – “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” Todos os dizimistas devem saber que sua contribuição deve ser feita voluntária e livremente, sem qualquer pressão obrigatória.

      Responder
      • Olá Rodrigo, obrigado pelo comentário e perdão na demora pela resposta.

        Concordo plenamente, toda contribuição, seja qual for, deve ser feita de forma voluntária.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  60. olá muitas pessoas dizem que os dizimos são do AT, mas na hora da tribulação elas falam elevo meus olhos para o monte da onde virar o meu socorro,o SENHOR e meu pastor e nada me faltara mil cairam do meu lado dez mil a tua direita mas tu nao sera atingido o SENHOR te porá por cabeça e não por calda

    Responder
  61. Tanto no Velho testamento como é o caso de “(Malaquias 3:8-10) quanto no novo “2 Coríntios 9:7” ; estamos diante de um principio Biblico ao qual sai um binomio dos 10 mandamentos “AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS” e “AMAR AO PROXIMO COMO A MIM MESMO”; Se eu entendo este principio Bíblico eu concordo com os dízimos e com as ofertas e eu vou estar fundamentando a minha casa na rocha onde nem os ventos nem as chuvas irão derrubar. Porem se eu não entendo estes mandamentos eu deixo de dizimar eu estou fundamentando a minha casa na areia onde podem vir os ventos e as ondas do mar e derrubarem a minha casa. Proverbios 4:4 diz guarda os meus mandamentos e vive”; Assim queridos guardem os mandamentos do Senhor; Jesus esta voltando; ele ama todos vocês e eu tambem deicho meu e mail aqui e meu telefone para ajudar quem precisar. Pr. AGENOR DA SILVA JUNIOR TEL 4791742690- 47030834553- E MAIL [email protected] e site: http://www.radiometa.net

    Responder
    • Meu caro Agenor, graça e paz!Princípio bíblico pra quem?Ml3,8-10?Só se for para Judeus!Leia Ml á partir do capítulo 2, e verá pra quem Deus chama de “ladrão”!Pois, o capítulo 3 é continuação do 2!Mais, IICo , 9-7, Paulo fala da contribuição aos santos de Jerusalém que estavam passando por necessidades…Viu como é fácil deturpar a palavra de Deus, e enganar os incáutos?É exatamente o que vocês fazem…Até consigo entender, não querem perder essa “galinha dos ovos de ouro”!

      Abraços!

      Responder
  62. GRAÇA E PAZ ANDRÉ, SOU UM ADMIRADOR DE PESSOA COMO VC QUE SE DEDICA A ESTUDAR A PALAVRA DE DEUS, ME PREOCUPA QUANDO VEJO PESSOA DIZENDO QUE ABRAÃO NUNCA DIZIMOU ESSA PESSOA ESTA OCULTANDO O CAPITULO DE GENESIS 14; 18-20, MAIS É A OPINIÃO O QUE FAZER.

    Responder
    • Olá Vanildo, obrigado pelo comentário.

      Realmente devemos respeitar as opiniões de outras pessoas, mesmos que não concordemos com elas. Não podemos também nos esquecer de ensinar a todos na verdade.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  63. O dízimo era da Antiga Aliança, Jesus mandou os Judeus (Escribas e Fariseus), pagar o dízimo (Mt 23.23) porque os mesmos ainda estavam sob a Lei de Moisés, veremos alguns exemplos dessa Lei: o povo Judeu ainda pagavam imposto de meio ciclo para o templo. e nesse texto, Jesus explica que os filhos (Jo 1.12) são isentos de todos os impostos, já se referindo ao Novo Testamento (Mt 17.24-27; Ex 30.13), divórcios ainda eram regidos pelas disposições estabelecidas por Moisés (Mt 19.7; Dt 24,1-4); as pessoas ainda seguiam a lei do Levirato, em que a viúva devia se casar com o irmão de seu marido (Mt 22.24; Dt 25.5); meninos ainda eram circuncidados no oitavo dia (Jo 7.23; Lv 12.3) e os adúlteros deviam ser punidos por apedrejamento (Jo 8.5; Dt 22.23,24)….Jesus para realmente ser cumprida a Lei, foi julgado e condenado não pela lei Romana e sim pelo SINÉDRIO JUDEU ( orgão responsável pela Lei Judaica, composto por 71 homens escolhidos entre os sacerdotes), conf. (Jo 11.47; At 5.27)…nessa época os únicos sacerdotes que tinham ordem de receber o dízimo era A TRIBO DE LEVI (Hb 7.5), agora, Jesus é o nosso Sacerdote Eterno e não pertence a essa tribo e sim a tribo de Judá (Hb 7.14), e o próprio Jesus, anulou a lei do dízimo (Hb 7.18). Obs: Temos que lê a bíblia e saber para que povo Deus está falando, Jesus nasceu sob a a lei e morreu sob a lei (Gl 4.1-7), aqui ficou claro, que o Novo Testamento começa na morte de Jesus e não no nascimento (Hb 9.16,17), na última ceia Jesus disse que ia derramar o seu sangue ” DA NOVA ALIANÇA” (MT 26.26-30). Só mais uma pergunta: porque Jesus veio só para os Judeus? (Mt 10.5-10), e depois da sua morte e ressurreição ele manda os seus discípulos para todo o mundo? (Mt 28.19,20),..todos nós, ao lermos a bíblia, temos que DISCERNIR se quem está falando se É ” EU”, ou o ESPÍRITO SANTO. Amém!

    Responder
      • Ola andre ., gostaria de ver vc comentando o que o imao webber sena de lima comentuou,me parece que vc ficou sem resposta quando so mente agradeceu ! Pois dar a cesar o que e de cesar era una cilada . os partidos da epoca nao queriam pagar imposto, por isso exitava a JESUS . eles queriam uma brecha para prendelo, ok. Abracos

        Responder
        • Olá Antônio, obrigado pelo comentário.

          Eu recebo muitos comentários nos meus posts sobre o dízimo, infelizmente não tenho como comentar em detalhes todos eles. Se eu somar todos os comentários que tenho nestes posts, teria que responder mais de 500 pessoas diferentes, com opiniões e argumentos diferentes. Eu leio e modero todos os comentários, levo em consideração cada opinião.

          Para expor o meu ponto de vista com mais detalhes eu escrevi uma série de posts comentando sobre os motivos pelos quais acredito que o dízimo é bíblico.

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
          • Meu filho o dízimo é bíblico, assim como o adultério é, como a prostituição é, como o assassinato é, como a homosexualidade é, etc… Você não pode misturar o modo como Deus trata com os povos que são, os judeus, os gentios e a igreja! Ai você joga tudo num liquidificador e dá um resultado desses com o clichê de que o dízimo é bíblico! TUDO É BÍBLICO, não há nada que escapa aos olhos de Deus! Nas coisas de Deus tudo tem ordem e descência, é por isto e outras coisas que na cristandade ninguém se entendem, ninguém sabe quem é igreja, ninguém sabe quem é judeu e ninguém sabe quem é gentio. Deus faz separação entre as coisas, porque ele não é Deus de confusão!

            Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos. 1 Coríntios 14:33

            Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos[gentios], nem à igreja de Deus. 1 Coríntios 10:32

        • Ola Antonio, entrei neste blog e comecei a ler algumas das perguntas e respostas, então resolvi escrever esta.
          Mateus 22:
          18 – Jesus, porém, conhecendo a sua malícia, disse: Por que me experimentais, hipócritas?
          19 – Mostrai-me a moeda do tributo. E eles lhe apresentaram um dinheiro.
          20 – E ele diz-lhes: De quem é esta efígie e esta inscrição?
          21 – Dizem-lhe eles: De César. Então ele lhes disse: Dai pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus.
          22 – E eles, ouvindo isto, maravilharam-se, e, deixando-o, se retiraram.

          e em Mateus 17:24-27 vemos que Jesus pagou os seus impostos e de Pedro.

          24 – E, chegando eles a Cafarnaum, aproximaram-se de Pedro os que cobravam as dracmas, e disseram: O vosso mestre não paga as dracmas?
          25 – Disse ele: Sim. E, entrando em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Que te parece, Simão? De quem cobram os reis da terra os tributos, ou o censo? Dos seus filhos, ou dos alheios?
          26 – Disse-lhe Pedro: Dos alheios. Disse-lhe Jesus: Logo, estão livres os filhos.
          27 – Mas, para que os não escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter; toma-o, e dá-o por mim e por ti.

          Abraços

          Responder
          • Olá Waldemir, obrigado pelo comentário.

            Continue lendo e participando do blog. Temos novos posts todos os dias.

            Deus abençoe sua vida.

      • No primeiro caso, quem recebe o dízimo são homens mortais; no outro caso é aquele de quem se declara que vive.(Hebreus 7:8)
        Olha aí mais um versiculo sobre dízimo, em Hebreus que é NOVO TESTAMENTO e que ressalta o lado espiritual do ato de dar o dízimo caro Andre.

        Responder
    • Prezado Weber, tendo em vista que o seu comentário acerca do Dízimo não foi questionado pelo André, com todo o respeito a ele e a você, tomei a liberdade de fazê-lo com o desejo sincero de mostrar um pouco mais que a Escritura diz no contexto mais amplo.
      Por ex.: Você diz que o dízimo era da Antiga Aliança; A Bíblia diz que Abraão deu o dízimo a Melquisedeque, isto se deu muitos séculos antes da promulgação da Lei de Moisés, portanto, o Dízimo é anterior à lei; você diz que só quem poderia receber o dízimo eram os levíticos; ali sim, mas a igreja cristã está debaixo do sacerdócio de Jesus, e como você disse, Ele (como homem) era da tribo de Judá, na Antiga Aliança Ele não poderia ser sacerdote, ocorre que Jesus era Sacerdote segundo a Ordem de Melquisedeque (Hebreus cap. 7, especialmente v.17 ), se Jesus é Sacerdote segundo a Ordem de Melquisedeque, que é anterior à Lei e Abraão entregou o Dízimo a ele, portanto….

      Responder
      • Olá Arnaldo, obrigado pelo comentário.

        Eu acabo não questionando no detalhe cada comentário pela quantidade de comentários que recebo aqui no blog. O que eu faço é escrever sobre o assunto quando vejo que ele está sendo muito requerido. Sobre dízimos, tenho vários textos escritos.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
      • Caro Arnaldo, graça e paz!sobre seu comentario à Weber, quero deixar minhas considerações:Abraão deu dízimo dos despojos de guerra!que incluíam;homens, mulheres e crianças!deu uma única vez, e não foi por fé, mas era costume da época;quando se passava em terras alheias, costumava se cobrar esse “imposto!”Abraão é considerado “pai da fé”por ter oferecido Isac à Deus!Ele não era dizimista, pois essa prática só veio com a lei.Realmente, dízimo era da antiga aliança!que , por sua vez, era pagão!Inclusive as festas dos Judeus, era tradição Egípcia, quando Deus os tirou do Egito, depois foi agregado à lei!Quanto à melquesedeque, mencionado em hebreus, o autor apenas fala da grandeza do sacerdócio de Jesus, que é eterno, nada mais!Se comtinuar lendo o restante do cap. 7, verá que fala de sacerdócio!Dízimo era só em produtos agropecuário, sabe por que?Por ser criação do próprio Deus, e o dinheiro é criação do homem!Quero acrescentar, ainda, que o dízimo foi criado para os Levítas, viúvas, órfãos, estrangeiros e pobres, pois era um sistema teocrático, onde a religião unia se às autoridades!hoje, não é necessário, pois já existe previdência social e órgãos específicos para cada indivíduo citado.O dízimo ficou cravado na cruz de Cristo, assim como as 612 leis restantes!Não tentem resssuscitá-lo!

        abraços

        Responder
        • Olá Roberto, bem-vindo de volta!

          Como estão as coisas com você?

          Como sempre, agradeço pela sua opinião e contribuição com o blog. Deixo-lhe uma pergunta: por quais motivos você acredita que exista tanta discordância em relação ao tema dízimo na igreja atualmente?

          Obrigado.

          Responder
          • Boa pergunta André!graça e paz!Acredito ter mais de um fator para o tema “dízimo”.Para muitos, por ignorância sobre o assunto…jà outros, pela insistência de querer “jogar guela abaixo”tema obsoleto pela graça!Outros para não perder a grande importância financeira que o dízimo proporciona!Todos acham muitas coisas, acreditam em muitas coisas…mas existe uma verdade!Áquela que está na “palavra de Deus”!Com respeito às verdade da “palavra de Deus”, é só responderem sobre o que já postei, várias vezes:Se o dízimo é para o novo testamento, na graça, por que a igreja primitiva não pagava o dízimo?Este !imposto religioso!”, só começou à ser cobrado após o ano de 7777dc, quando Carlos Magno, sob pressão da igreja Católica, autorizou essa cobrança dos dízimos.(e isso é história, está escrito, inclusive na enciclopédia católica)Até então a igreja primitiva náo tinha essa prática…Será que os Apóstolos e a igreja primitiva eram hereges?Coisa pra se pensar…

            Abraços

    • Webber Boa Noite, veja só. “E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive.(Hebreus 7:8)
      Em (Hebreus 7:18) está claro que ele se refere ao sacerdócio e não a itens da lei, e alem do mais, o dízimo é mandamento.

      Responder
        • As pessoas falam tanto sobre dizimo questionam tanto mais já q axam q não é necessario como elas axam q as igrejas podem se manter. No tempo de Jesus se montavam templos em varios lugares nao pagavam aluguel agua luz telefone materiais graficos. Sera q vcs axam q tudo isso se paga sozinho. Nao e é com esses dizimos e ofertars q se pagam essas contas. Engraçado q muitos se incomodam em ajudar a obra de Deus mais não se incomodam nem um pouco em ajudar a obra de Satanas mantendo seus vicios de bebidas e drogas. Se vc nao quer da dizimo pq axa q vai enricar o pastor ou o padre vai la na igreja pede a conta de luz e paga. Duvido vc fazer isso. Pq tenho certeza q se vc for para uma igreja e qdo xegar la nao tiver uma cadeira pra vc sentar e vc tiver q fik no calor sem ter agua pra beber duvido vc nao reclamar mais na hora de ajudar a obra de Deus fica procurando argumentos q justifique sua desonestidade perante Deus.

          Responder
          • Olá Luciana, obrigado pelo comentário.

            Apenas vale ressaltar que muitas pessoas entendem tudo isso que você disse e não são contra ajudar a obra. Muitos só não concordam com a cobrança do dízimo e a maneira como ela é feita.

            Deus abençoe sua vida.

    • JESUS VEIO PARA CUMPRIR A LEI.
      Mateus: 22. 21 Quando Jesus usa; Dai Cesa o que é de Cesa, dai a Deus o que é de Deus.

      Mateus: 5. 17. Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim destruir, mas cumprir.

      Então será que não devemos dar o dízimo?
      Quem é obediente vai dar!

      Responder
  64. pelo que eu entendo Dizimo não e dinheiro e sim alimewnto aos necessitados como a orfã o esdtrangeiro e a viuva o dízimo, nao é para os cristãos e sim ao povo judeus veja o 11] verc de malaquias voces pastores não leem este verc porque? o devorADOR É O GAFAnhoto e não o diabo eu congrego numa denominação que é anti-dizimista é feito sim coleta dar aquilo que toca em seu coração não exise pastor por que a Biblia esta escrito que so existe um pastor verdadeiro esse é JESUS que deu avida por nos pecadores estão fazendo templos gastando horrores e deixam as pessoas dormindo nas ruas e cada vez mais a cracolandia aumenta a verdade e esta abrem igreja com uma única finalidade Dízimos até qdo voces continuarão enganando o povo? este e meu comentARIO

    Responder
    • Olá Adelmo, obrigado pelo comentário.

      Cuidado ao julgar todos aqueles que abrem uma igreja como se tivessem um único propósito. Sua congregação pode ser anti-dizimista, não ter pastor, bispo, obreiro ou o que quer que seja, mas não é por isso que todas as outras estão erradas.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • meus amado irmão fico muito grato por você expor a respeito do dizimo que não é dinheiro e nunca sera dinheiro, mais tem uma coisa se não existem pastor pra que templo? ou seja, igreja? somos livre não precisamos de sacerdote, pastor, ancião seja la o que for, temos que esta no centro da verdade, YHWH morreu para nos tirarmos do cativeiro, da prisão da lei, que precisava dizima, ofertar, sacerdote, templo, sábado, etc… poque a letra mata, mais a letra da antiga aliança gravado em pedras. agora vocês fica preso em coisa que o homem fala, como Calvino, o fundador das religiões, porque por ele geraram as outras coisa que Deus nunca mandou. Mulher crê-me que a hora vêm, em que nem neste monte nem em jerusalém adorareis o pai.

      Responder
  65. Parabéns André por sua postura nos comentários. …De fato, quando os gentios, que não têm a lei, praticam naturalmente o que ela ordena, tornam-se lei para si mesmos, embora não possuam a lei;
    pois mostram que as exigências da lei estão gravadas em seus corações. Disso dão testemunho também a consciência e os pensamentos deles, ora acusando-os, ora defendendo-os)…

    Responder
    • Olá William, obrigado pelo elogio e pelo comentário.

      Continue participando sempre do blog, temos postagens novas todos os dias.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  66. DEVEMOS DAR O DIZIMO E OFERTAS OU VENDER TUDO E DEPOSITAR AOS PES DOS APOSTOLOS PARA ELES DESTRIBUIREM CONFORME A NESCESSIDADE DE CADA UM OU DAR CONFORME A NOSSA PROSPERIDADE????

    Responder
    • Olá Tilza, obrigado pelo comentário.

      Este entendimento é muito pessoal. Acredito que em nossa sociedade atual seja muito complicado fazermos o que a igreja primitiva fazia, depositando todos os ganhos aos pés dos apóstolos. Eu tenho o entendimento de que o dízimo é uma maneira correta de trabalhar o dinheiro que Deus nos dá. Mas isso é um entendimento pessoal, nem todos concordam com minha opinião.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  67. Dízimo nunca foi dinheiro!!!
    Igreja do Senhor nunca ouve arrecadação como estás denominações falsas fazem!!!!
    Pra mim são cães guloso de um sistema podre e nojento com dogmas humanos que manipulam a grande massa de analfabetos bíblicos que temos em nosso país….. É só lermos as escrituras e vermos como os irmãos primórdios faziam com relação a distribuição de renda e adoração….. Nunca foi e nunca será como estás denominações que se reúnem em templos ……….leiam as escrituras e saiam do conforto religioso……

    Responder
    • Olá Isabella, obrigado pelo comentário.

      Realmente, nunca se deu dízimo do dinheiro, até por que ele não era a principal fonte de trocas na época. Também é interessante notar que na igreja primitiva não se dava o dízimo, simplesmente depositava-se tudo aos pés dos apóstolos. Espero que seja isso que você esteja fazendo hoje.

      E vale lembrar que julgar todas as igrejas que fazem o uso do dízimo como “denominações falsas” pode ser um erro grave.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • Olá amado, Paz do ETERNO, uma pergunta encima do seu comentário, para onde ia os depósito que os apóstolos recebiam?

        Responder
        • Olá Marciano, obrigado pelo comentário.

          Os depósitos eram distribuídos entre todos os necessitados. Você acha que isso seria possível hoje? Você daria a sua renda toda para outra pessoa administrar?

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
    • Boa noite Isabella, olha o que diz esse versículo: “Mas a prata das ofertas pela culpa e das ofertas pelo pecado não era levada ao templo do Senhor, pois pertencia aos sacerdotes.
      (2 Reis 12:16)

      Responder
  68. Dízimos é pra ser dato até hoje, mas não mais á margem da LEI, mas sim livre da LEI, da se quiser, assim com abraão deu de livre e espontânea vontade, antes da lei, e não só pros pastores, mas tbm pros pobres, e esse papo de que o Dízimos é algo intocável, é outro ponto errado, em Deuteronômio 14:22 á 29 na sua integra ensina a forma correta de se dar o Dízimo e de se utilizar do Dízimo sem bla bla bla!

    Responder
    • Olá Mário Silva, obrigado pelo comentário e pal exposição do seu ponto de vista.

      Realmente um erro comum é ligar o dízimo à lei, como se apenas na lei ele existisse.

      Fique ligado no blog pois temos novos posts todos os dias.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  69. Abrão pagou dízimo em despojos de guerra e uma única vez, Abrão não pagou dízimo mensal e em dinheiro, Abrão não pagou dízimo do que possuía ou do seu salário. Se precisarmos pagar dízimo porque Abrão pagou antes da lei; então temos que se circuncidar porque Abrão se circuncidou antes da lei e temos que praticar a bigamia, porque Abrão teve duas mulheres. Dízimo é da lei sim e era agropecuário, para os levitas, órfão, viúvas e estrangeiros, dízimo nunca foi dinheiro.

    Responder
    • Olá Elias, obrigado pelo seu comentário.

      O tópico “dízimo” é sempre muito delicado de se tratar pois muitas pessoas discordam dos pontos de vista. De qualquer forma respeito sua opinião e espero que você continue visitando o blog, temos outros posts, menos polêmicos, que são muito bons.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • Elias boa noite, o que era dinheiro naquele tempo? carneiros, bodes e novilhos eram o dinheiro da época, pois se usava como “moeda de troca” entendeu.

      Responder
      • Olá Junior, obrigado pela contribuição.

        Tenho uma pergunta: o fato do dízimo naquela época ser dado de carneiros e bodes invalida o dízimo em dinheiro? Qual a sua opinião?

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  70. Não entendo porque as pessoas ficam descutindo a respeito de um assunto tao claro na bíblia,são pessoas apegadas em dinheiro que não tem gratidao pela obra redentora que Cristo realizou na Cruz. Devemos ser gratos a Deus por essa obra e como não temos como pagar o que Jesus fez por nós,devemos ser gratos a Deus.Dou meu dizimo não quero saber se é bíblico,se pessoas concordam ou não, sou grata a meu Jesus por sua obra naquela cruz e pronto….Deus não precisa do meu e do dinheiro de ninguém, mais a obra dele precisa,para que mais pessoas sejam alcançadas pelo Evangelho…. Deus abençoe!!

    Responder
  71. Todas as discussões acerca de dízimo e outros tais, criar se ums divisão de afovores e contras, a Bíblia a firma que em Deus e seu filho Amado não há dúvidas nem gera dúvidas, pois bem, quem já buscou nas suas intimidade uma Resposta de Deus que é testificada pelo Espírito Santo ?, aqui foge à regra dos conhecimentos humanos acerca até mesmo da Bíblia. Bom se Deus deu uma resposta de sim ou não a cerca do dízimo, e você é DEUS. Eu aconselho mais oração na intimidade com o Pai, aí muitas opiniões irão mudar.

    Responder
    • Olá Wilson, obrigado pelo comentário.

      Em muitas questões a bíblia será muito clara com o que devemos fazer. Em outras realmente a melhor direção virá diretamente de Deus, através de intimidade com o Espírito Santo.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  72. Para aqueles a quem a entrega do dízimo é algo incorreto, ultrapassado, anti-bíblico, anti-escriturístico, ou qualquer outra explicação assemelhada: “Não precisamos do seu dízimo. Ninguém está exigindo nada de você, nem nós, igreja do Senhor, nem o próprio Deus. Se sua consciência está tranquila, fique em paz com ela, então, e sirva a Deus de outra forma, como melhor lhe convém”; para aqueles a quem a entrega o dízimo é algo correto, justificável, bíblico, santo: “Continue entregando seu dízimo, da forma como vem fazendo, pois alguém pode estar precisando muito disso, tanto dento quando fora da igreja”; para aqueles que usam e abusam do dízimo entregue pelos cristãos em proveito próprio, em seu próprio benefício: “Saiba que, por todas essas coisas, o Senhor Deus te julgará e te recompensará na medida das tuas obras e atitudes, principalmente por tudo o que intentares com o teu coração”; para aqueles que empregam o dízimo dos cristãos na conversão de almas, na manutenção da obra do Senhor, na sustentação do órfãos, viúvas e pessoas carentes ou necessitadas: “Deus jamais esquecerá todo o teu amor por essa obra, nem faltará com as promessas que tem feito aos seus escolhidos, e tudo o que fizeste em benefício do Reino celestial, por amor, será eternamente lembrado”.

    Responder
    • Olá amigo M.Miranda. E se soubermos que algo está errado na entrega do dízimo, podemos avisar? Veja:
      Não há nenhum problema em dá o dízimo, o que está errado é que, na Bíblia, o dízimo não é dado em dinheiro. Não tem uma menção sequer sobre dinheiro; a não ser, quando o local fosse distante, deveriam vender e comprar de volta para, então dizimarem.

      Responder
      • Está é a forma que as pessoas usa para trazer para si, o que pertence á DEUS . meus queridos que estão á frente do dizimo e não estão sabendo administrar o dizimo do senhor cuidado , porque á DEUS ninguém engana , VAI QUEIMAR NO INFERNO… TEM GENTE PASSANDO FOME… O DIZIMO É DO SENHOR E JESUS ESTÁ NAS PESSOAS POBRES JESUS AJUDAVA AS PESSOAS E NÃO ROUBAVA CUIDADO JESUS VAI CHEGAR NA SUA VIDA COM A MORTE…

        Responder
        • Olá Elza, bom dia.

          Discordo com veemência do seu comentário que, além de grosseiro, está bem desalinhado com a Palavra de Deus.

          Espero que das próximas vezes em que passar pelo blog seja um pouco mais cordial nos comentários.

          Obrigado.

          Responder
          • Em que Você discorda:
            1- Jesus ajudava as as pessoas?
            2- A Deus ninguém engana?
            3- Tem gente passando fome?
            4- Jesus ajudava as pessoas?

          • Olá Jonnye, obrigado pelo comentário.

            Continue lendo nossos posts e comentando sempre que puder. Temos posts novos todos os dias.

            Deus abençoe sua vida.

    • MEU CARO LI ALGUNS COMENTÁRIOS E QUERO DIZER QUE VOCES ESTÃO PASSANDO AS INFORMAÇÕES ERRADAS EU ACHO QUE VOCES NÃO ESTUDARAM OS DIZIMOS CORRETOS,COMO SABEMOS DIZIMOS NUNCA FOI DINHEIRO CORRETO? EM MALAQUIAS DEUS ESTA REPREENDENDO OS SACERDOTES QUE ERA ELES QUE ESTAVA ROUBANDO A DEUS, TEM QUE SE LER MALAQUIAS DO COMEÇO PARA ENTENDER,DEUS NÃO DEIXOU EM DINHEIRO POIS SABIA QUE O CORAÇÃO DO HOMEM É CORRUPTO COMO ESTA HOJE A IGREJA CORROMPIDA,FALSOS PASTORES FALSAS DOUTRINAS,SE VOCES DIZEM QUE DEVOLVER OS DIZIMOS A DEUS ENTÃO ESTAMOS SOB MALDIÇÃO,ME DIGA PRA JESUS VEIO?

      Responder
      • Olá Monteiro, obrigado pelo comentário.

        Todos os pontos de vista são bem vindos para uma discussão saudável aqui no blog.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
      • Bom dia, amei os comentários, mas gostariade uma explicação quanto a passagem da viúva q deixou apenas a moeda que tinha, moeda é dinheiro??

        Responder
        • Olá Cris, obrigado pelo comentário.

          Na passagem citada acredito que sim, aquela moeda era dinheiro. Qual o motivo da dúvida?

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
      • Monteiro se alguém doasse alguma coisa a vc mais que vc precisasse do dinheiro vc ficaria com a mesma precisão ou venderia e supria sua necessidade vc já viu a igreja precisa de tijolo areia cimento banco portas janelas ou a te mesmo terrenos para nova construções mais alguém dava o dizimo uma vaca ovelha uma pomba ou farinha arroz feijão peixe algodão etc o pastor teria de vender para poder fazer o que a igreja precisa sim ou ñ

        Responder
    • Amado irmão M.Miranda, o grande problema é que todos podem fazer o que melhor entender…porém a verdade contida nas escrituras sagradas vão contra o que você postou!Não é para fazer o que quisermos, e sim o que consta na palavra de Deus!Neste caso, qualquer pessoa pode entregar o dízimo em dinheiro, fazendo isso, não perderá a sua salvação, mas não é prática neotestamentária, nenhum Apóstolo entregou dízimo, nem Jesus, muito menos a igreja primitiva, que aliás esse imposto religioso só começou em 785dc, com o então rei Carlos Magno, autorizando a igreja católica á cobrar esse imposto!Veja bem, um pouco de fermento leveda toda a massa!Nem mesmo os Judeus de hoje, devolvem o dízimo pelo fato de não existir mais o templo(local escolhido por Deus para essa prática)

      Responder
      • Olá Roberto, obrigado pelo comentário.

        Continue sempre colocando o seu ponto de vista como sempre fez: com educação e amor.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  73. O DIZIMO É FRUTO DE UM CORAÇÃO AGRADECIDO ,POR TUDO QUE O SENHOR TEM PROPORCIONADO,PARA AJUDAR A OBRA DE DEUS É VOLUNTARIO,TRAZEI TODOS OS DIZIMO A CASA DO SENHOR PARA QUE HAJA MANTIMENTO NA MINHA CASA;E PROVAI-ME NISTO,DIZ O SENHOR QUE ABRIRÁ A JANELA DO CÉUE AS BENÇÃOS SERÁ DERRAMADAS SEM MEDIDAS ,DIZIMO ‘ISSARON’ QUE SIGNIFICA “DÉCIMA PARTE”!!

    Responder
  74. Olá meus amados do senhor, também quero deixar meu comentário a respeito, estamos muito focados na lei sendo que O nosso Senhor Jesus, está preocupado com o seu povo, precisamos de comunhão, e amor, assim com o coração puro não haverá mais dúvidas a respeito do que o senhor nos ordenou tudo que fizeres faça com amor porque a fé sem amor é morta, ame a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como Cristo ama a igreja, todas as coisas vão se acrescentar. Um grande abraço a todos fiquem com Deus!

    Responder
    • Olá Geovani, obrigado pelo comentário.

      Sua contribuição foi muit válida. Continue participando do blog pois temos posts novos todos os dias.

      Deus abençoe a sua vida.

      Responder
    • Olá Elvan, obrigado pelo comentário.

      Continue compartilhando sua opinião conosco através dos comentários. Temos posts novos todos os dias.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  75. bom dia e a paz do senhor reine sobre todos nos.
    veja bem o que penso do dizimo. olhem bem quando estamos cem emprego cem mantimento cem pagar a luz aguá.
    a quem nos recorremos. a quem vamos buscar socorro em Jesus. ai ele olha para nos com a sua misericórdia vem e nos abençoa ai eu consigo emprego pagar minhas contas colocar comida em minha mesa, depois que ele fez tudo isso por mim ai eu digo que ele não merece 10% do que ele me deu. o grande problema e que as pessoas não gostam de entregar o do senhor e ficam querendo arranjar desculpas ai não entrega na casa do senhor mais entrega nas farmacias hospitais mecanicas e outros lugares s depois ficam questionando Deus.

    Responder
    • Olá Marcos, obrigado pelo comentário.

      Realmente devemos ser gratos a Deus, seja através do nosso dízimo, ofertas, serviço, etc. Nossa vida toda é dEle.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  76. Eu dizimo! Não para ganhar o melhor de Deus, pois Deus já me deu o Seu melhor: Seu único Filho, Jesus, para cumprir a Lei que diz: um Justo pelo injusto!
    Dizimo para dar a Deus o meu melhor. Não 10% e sim, meu 100%. O que é entregar ao meu Deus 10% do que ganho? É dar parte de um TUDO que Ele me deu. Sou feliz por ser dizimista.

    Responder
    • Olá Andréa, obrigado pelo comentário.

      O Pai nos deu o Seu melhor, não temos como ver as coisas por uma perspectiva diferente. Continue comentando nossos posts, temos novidades todos os dias aqui no blog.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  77. NOS VIVEMOS PELA GRA CA E POR ELA SOMOS SALVO .NAO LEVE A JUDA DADA ACOMGREGACAO PELO LADO PESSOAL HUMANO ACOMTRIBUICAO QUE DER . E PELO ESPIRITO DENTRO DE VOCE Q FAZ MOVER AGRATIDAO PELA A FE .DISMO E OFERTAS E PELA FE ESSA E A LEI ESPIRITUAL NAO E LEI FISICA DO VELHO TESTAMENTO. DEUS E ESPIRUTO IMPORTA ADORAR EM ESPIRITO E EM VERDADE…

    Responder
  78. Bom dia a todos, li alguns comentários, muito bons.
    Ainda sou criança no reino de Deus, mas estou querendo me aprofundar no conhecimento bíblico, não pra discutir e sim para ganhar almas para Jesus. Sobre tudo que tem na bíblia é inquestionável, cada um tem que fazer de acordo com que o Espírito Santo de Deus ordenar em seu coração, Deus é o alfa e o ômega, o princípio e o fim. Se é pra dar a décima parte, então temos que dar, o que aquele que pegar nesse dízimo fizer, não cabe a nós jugar e sim Deus.
    Em Malaquias diz: “fazei prova de mim”.

    Responder
    • Olá Carlos, obrigado pelo comentário.

      Concordo plenamente com seu comentário. Devemos ser direcionados pelo Espírito e fazer conforme Ele nos guia.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  79. Graça e paz . sinceramente eu não sei quem associou Dizimo à dinheiro?na lei o dízimo é alimento,abraao fez um dizimo voluntário não foi Deus que ordenara e sim,ele propôs em seu coração(gn.14:20) foi a primeira vez que a palavra dizimo aparece nas escrituras. Outra passagem na qual Jaco promete com a “condição” de,ser Deus o abenço lo dar o dízimo, também não partiu de Deus (gn. 27;22),em Malaquias 3:8-10 o Eterno se dirigia a “quem não estava dizimando naquela época,e onde era a casa do tesouro? Em Israel!e ainda,só quem deve receberealmente os dízimos eram os sacerdotes “levitas”(da linhagem de levi ),não existem mais sacerdotes, muivo menos levitas.e nós estamos sobre o sacerdócio de Cristo Jesus,que é da linhagem de Judá. Entendo perfeitamente a importância de cooperarmos com a obra do Senhor pois,do jeito que as pessoas são tão apegadas ao dinheiro, ficaria impossível ter,um som de qualidade, umas bancada descente na igreja, um ar condicionado,à conta de luz, água e até telefone e alimentos para as viúvas e órfãos, Se não pedissimos ase doações dos Santos. Mas temos que pregar a verdade. Cristo Jesus é a nossa bandeira,ele não tinha bandeira de igrejas,até porque,a maioria dos milagres que Ele realizou foram fora dos templos,o ministério de Cristo era itinerante,ele andava com dinheiro, mas quando ele se refere a dizimo aos escribas e fariseus(mat. 23:23)além de ser uma repreensão, ele estava falando de “alimento” e mais,ele diz que o dízimo é menos importante que a lei,a justiça e a misericórdia. Por tanto, dizimo sempre foi alimento,outros falam:mase não existia dinheiro naquela época! Não?..leia Gênesis :20:16/gen. 23:16) encerro dizendo..Deus ama quemuito dá com alegria, pessoas ESTÃO dizimando com medo de ser amaldiçoados,se não o fizerem,saiba,quando vc tem e não quer dar vc sim está roubando,e está apegado ao dinheiro. Deus nunca te desamparará se vc ofertar com alegria, quantas pessoas dizimando e se prostituindo,com ódio no coração e,Deus tem a obrigação de abençoar essas pessoas porque é dizimista fiel?me amarro num versículo que o nosso próprio amigo sitou. .2cor. 9:7 leia e reflita.

    Responder
  80. Quem que dar bem quem não quer não arruma dispista .pois pra compra cerveja e pinga vai lá todo sorridente .mais pra tirar um real do bolso e pagar o senhor pensa dez
    vez e nem vê a vida disfarçada que tá levando né . desculpe por falar a verdade.obrigado

    Responder
    • Olá Antônio, obrigado pelo seu comentário.

      Porém, preciso discordar dele. Nem todos os que são contra o dízimo compram cerveja ou pinga. Alguns simplesmente não concordam que a prática seja bíblica. Tome cuidado para não julgar as pessoas indevidamente.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  81. No meu entendimento está claro que a visão de Cristo está relacionada ao desapego da matéria, podendo assim, os seres humanos ajudar ao próximo de maneira mais consciente e liberta, mas o dizimo para simples mortais comuns como pastores, alavancarem suas negociatas, dentro de setores formadores de opinião, Tvs, rádios etc.. em um país laico é desrespeitoso, uma fronta e de muito mal gosto mas cada um interpreta com pode né, a bíblia é interpretativa, bye

    Responder
    • Olá Alexsandre, obrigado pelo comentário.

      Devemos nos desapegar do dinheiro sempre. Sabendo que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males, temos que ficar vigilantes para não cairmos nesta cilada.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • concordo plenamente, sou dizimista e deus tem feito milagres em minha vida, como antes não havia acontecido…ele não desampara um justo.

        Responder
      • Pena que o dízimo já não faz parte da vida cristã desde a morte de Yeshua. Nem os próprios israelitas judeus não dizimam por não haver sacerdócio Levítico mais. Kkkkk os cães defraudado a palavra de Deus.

        Responder
  82. Não é a forma como as pessoas dão o dizimo e sim como é pregada, falam mas em maldição de não dar, do que das benção daqueles que dão
    reflita sobre isso

    Isso foi o que me ensinaram também. Mas vamos lá: Abraão comprou escravos por dinheiro (Gn 17:12-17). Labão tinha dinheiro (Gn 31:15), Jacó comprou parte de um campo em dinheiro (Gn 33:19), José foi vendido por seus irmãos por dinheiro e tempos depois, quando já governava mandou devolver o dinheiro que seus irmãos compraram mantimento (Gn 42:25-35). O dízimo foi estabelecido como lei 400 anos depois destes eventos que citei. Deus ñ recebia dinheiro em dízimos (Deut 14:22-29). Leia as referencias
    Números 18:21-24 [“O Dízimo para os Levitas”]: Deuteronômio 14:22-27 [“O Dízimo para o Festival”]:
    Deuteronômio 14:28-29 [“O Dízimo para os Pobres”]:

    Responder
    • Olá Ferreira, obrigado pelo comentário.

      Concordo plenamente que grande parte da discordância em relação ao dízimo está justamente na maneira como alguns pastores pregam sobre o assunto. Porém, quando é feito a partir de uma coração voluntário e não por pressão ou obrigação, a situação é completamente diferente.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • Muito boa essa observação!!!
      Realmente é isso que tem acontecido em muitos altares,e pessoas tem chegado até a Deus não com amor… gratidão…temor…e sim com medo.

      Responder
      • Olá Silma, obrigado pelo comentário.

        Medo jamais poderá ser o motivo de alguém dar o dízimo ou ofertar na casa de Deus. Devemos ofertar sempre com amor, entendendo o que estamos fazendo.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  83. As pessoas tem que entender que o dízimo não é obrigação e se você NÃO dizimar também não está condenada ao inferno, mas sim o dízimo é um ato de amor, um ato de adoração para com a obra de Deus. O problema é que muitas igrejas que já nascem sem uma benção, sem uma direção e o usam para enriquecimento de seus fundadores. Mas isso não pode ser generalizado a todas. Tem muitas igrejas e ministérios abençoadas, curando, libertando, ensinando, pelo nome de Jesus. Não deixo de abençoar minha igreja, devolvendo meu dízimo, e tenho recebido reciprocamente essa benção, porque devolvo por adoração e não por obrigação ou negócio.

    Responder
    • Olá Diogo, obrigado pelo comentário.

      Também não acredito que uma pessoa seja condenada eternamente por não dizimar. Dízimo, com certeza, é um ato de amor.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  84. Minha opinião é que acima de tudo,dízimos e ofertas referece a obediência! E cumprimento de princípios bíblicos. E não que Deus precise de dinheiro,mas ele quer a nossa fidelidade. Pra onde esse dinheiro vai e oque será feito pelos Líderes e Dirigentes de igreja?! Isso é algumo que cabe ao nosso Senhor Deus resolver, so ele pode resolver. Não devemos nos preocupar, pois fizemos nossa parte!

    Boa tarde a todos!

    Responder
    • Olá José Augusto, obrigado pelo comentário.

      Continue participando do blog, comentando os posts. Temos novos posts todos os dias.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • Dízimo é alimento e não dinheiro, se a igreja precisa do dinheiro para ficar de portas abertas, e só somar a dívida da igreja e dividir entre os irmãos que eu creio que não dará o famoso 10 % de cada um,o evangelho hoje é forma de se ganhar dinheiro a custa dos trabalhadores enquanto os mercenários vivem ostentando o que não é deles, milhares de pessoas necessitadas e não ando vendo igreja ajudar ninguém,que tanta dívida e essa na casa do tesouro que haja dinheiro pra pagar.

        Responder
        • Olá Juninho, obrigado pelo comentário.

          É muito comum incorrermos no erro de classificarmos todos os pastores que são a favor do dízimo como “mercenários vivem ostentando o que não é deles”. Isso me parece algo bem próximo a um tipo de julgamento.

          Será que realmente todos os pastores que são a favor desta prática estão roubando o povo?

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
          • Eles mesmo já se julgam, por causa da ganância deles e que tem milhares de pessoas fora da igreja,eu já fui dizimista e nas igrejas que passo todos são ladrões, olha não vejo a igreja ajudar quem.precisa, e não creio que sou amaldiçoado como eles pregam por aí,por não dizimar. Pastores trocam de carro como trocam de roupa, tem casas própria,e eu tenho nada disso é ainda tenho que levar pra eles dízimos, ofertas,e se algum irmão tiver necessidade a igreja manda é nos ajudar,aff, só lobo nos dias de hoje. Eu não creio nesse Deus aí dos 10 % não. Muita coisa da pra ser discutida aqui não, mas me perdoe e que vejo tanta coisa por aí, que aí resolvi fazer um comentário. Abraço. Fica na paz .

          • Olá Juninho, obrigado pelo seu comentário.

            Mais uma vez acredito que você esteja colocando todos os pastores que pregam sobre dízimo num mesmo saco. Considero isso um erro grave.

            Certamente existem os lobos, mas também existem aqueles que estão fazendo a obra da melhor maneira que podem, independente de pregarem ou não sobre o dízimo.

            Fique com esta reflexão.

            Deus abençoe sua vida.

  85. Estes são os que eu Mais gosto.
    O QUE JESUS O CRISTO FALOU A UM DIZIMISTA DE VALOR:
    Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me. MATEUS 19:21
    O QUE JESUS O CRISTO O FALOU DA OBRIGAÇÃO DE MANTER O TEMPLO:
    Disse ele: Sim. E, entrando em casa, Jesus se lhe antecipou, dizendo: Que te parece, Simão? De quem cobram os reis da terra os tributos, ou o censo? Dos seus filhos, ou dos alheios? MATEUS 17:25
    Disse-lhe Pedro: Dos alheios. Disse-lhe Jesus: Logo, estão livres os filhos. MATEUS 17:26
    O QUE PEDRO DISSE PELO ESPIRITO SANTO AQUELE QUE QUIS DAR DINHEIRO PARA RECEBER BENÇÃO.
    E Simão, vendo que pela imposição das mãos dos apóstolos era dado o Espírito Santo, lhes ofereceu dinheiro, ATOS 8:18
    Dizendo: Dai-me também a mim esse poder, para que aquele sobre quem eu puser as mãos receba o Espírito
    Mas disse-lhe Pedro: O teu dinheiro seja contigo para perdição, pois cuidaste que o dom de Deus se alcança por dinheiro. ATOS 8:20
    O QUE A BÍBLIA FALA SOBRE DÍZIMOS NO NOVO TESTAMENTO:
    E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos. Hebreus 7:9
    Porque o precedente mandamento é ab-rogado por causa da sua fraqueza e inutilidade 7:18
    Jesus, o Cristo descende da tribo de Judá, é bem claro que o período do dízimo é limitado de Abraão até Levi.

    O QUE A BÍBLIA FALA SOBRE FIDELIDADE NO NOVO TESTAMENTO.
    1 Coríntios 13 – 13. Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor.

    Responder
      • André Obrigado por manter meu comentário, na maioria das vezes ele é removido por não ser favorável a prática do dízimo, ainda que este não fosse em dinheiro. Não tenho nada contra ofertas voluntárias por gratidão, afinal toda e qualquer instituição é mantida pelos seus membros.

        A maioria das “IGREJAS” e seus “Pastores” anunciam Deus como um corrupto qualquer, que faz favores por dinheiro?
        O Evangelho deixa muito claro quem estão ligados ao dinheiro, não é o Pai e nem tão pouco o Filho, na verdade são: Cesar (rei deste mundo) e Mamom (Divindade das Riquezas).
        …”Dai a Cesar o que é de Cesar”…(de quem é a figura no Dinheiro? Existe parte da Figura de Deus no dinheiro?)
        …”Não podeis servir a Deus e Mamom”…(servir a dois Senhores)
        No Episódio da Multiplicação, os discípulos argumentaram que não tinham dinheiro, Jesus não lhe ordenaram a fazer coletas e muito menos ofertas ou exigir o dízimo, simplesmente Multiplicou os pães e os peixes.
        Mas disse-lhe Pedro: O teu dinheiro seja contigo para perdição, pois cuidaste que o dom de Deus se alcança por dinheiro. Atos 8:20

        Quem foi único personagem na bíblia que aceitou Dinheiro por anunciar JESUS?
        Resposta: JUDAS O TRAIDOR.

        Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor. 1 Coríntios 13 – 13.

        Responder
        • Olá José, obrigado pelo comentário.

          Aqui no blog eu só não deixo entrar os comentários que são extremamente desrespeitosos, independente do ponto de vista.

          Agradeço pelas suas contribuições e espero que, com pontos de vista diferentes, estejamos todos crescendo em conhecimento e sabedoria.

          Paz.

          Responder
        • Tb creio assim. O dízimo foi ab-rogado porém o amor à obra nos leva à contribuir na obra do Senhor com coração alegre.

          Responder
  86. Amados irmãos, realmente pregam o terrorismo em algumas igrejas sobre o dizimo. E na verdade o Senhor não nos exige nada, nós é que temos que ter consciência de que para anunciar o Reino de Deus, é necessário ajuda de custo, a igreja precisa se manter no sentido fisico, e também para enviar discípulos para levar a palavra de Deus aos irmãos nas comunidades e nos mais distantes lugares e etc., são muitas despesas e se nós não ajudamos quem vai ajudar? Precisamos filtrar as coisas, pois o que interessa para Deus é o nosso coração, a nossa fé em Cristo, o nosso gesto de ajudar o irmão. Paz e bem a todos! Obrigada André pelas informações.

    Responder
    • Olá Ray, obrigado pelo comentário.

      Concordo com tudo o que você disse. Pregar uma oferta, qualquer que for, com base no medo é contra a Palavra de Deus. Levar as pessoas a entender que a igreja precisa de recursos financeiros e as bençãos que isso traz para quem oferta, é bíblico.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • Meu Irmão, ofertas que eu me lembro que Deus atentou foi para de Abel e de da viúva pobre.

        A recompensa de Abel foi ser morto pelo irmão e da viuva a bíblia também não menciona recompensa.

        Meu irmão ouve que o Espirito de Deus tem para dizer quando fala dos que segue a doutrina de balaão.

        Responder
        • Olá José, mais uma vez, obrigado pelo comentário.

          O mais interessante deste post, é que ele não defende nem discorda do dízimo. Apenas cito alguns versículos sobre o dízimo. Os leitores que criaram esta disputa para defender ou abominar o dízimo.

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
          • Amém,

            Bom, é muito bom, espaço ideal para o aprendizado e cresciemento.

            Parabéns.

  87. “Ai deles! porque entraram pelo caminho de Caim, e foram levados pelo engano do prêmio de Balaão, e pereceram na contradição de Coré.” (Judas 1 : 11)

    “Os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça;” (II Pedro 2 : 15)

    Responder
    • Eu também dizimo com grande amor e gratidão á Deus por tudo que Ele me tem feito e nunca mim fez falta alguma, e jamais devemos dizimar com pensamento de barganha ,pois Deus é soberano. Glória a Deus por tudo.

      Responder
  88. Boa tarde meu amados,
    Dizimos e ofertas e para manter a igreja, mais não somos obrigados a dar..a palavra do Senhor diz.temos que da com coração, os filhos de israel deram de coração quando o Senhor o mandou Moises ir até a congregação.Dizimo não é apenas dinheiro.Atos 20-35..Diz Temos que auxiliar os enfermos, bem aventurado e da, do que recebe…Ex. Ajudar os enfermos com palavra, somente um abraço,louvar o senhor..já estamos dizimando.

    Responder
  89. André,
    Tem quase dois anos que não se melhora nada na igreja na qual congrego, daí os dizimistas ficam sem saber onde esses dizimos estão sendo investidos.
    Os irmãos tem o direito de saber pra onde esse dinheiro está indo? Tem base bíblica pra isso?

    Responder
    • Olá Saulo, muito obrigado pelo comentário.

      Saulo, acredito que o mais correto seria que a igreja fizesse uma prestação de contas para os dizimistas, dando transparência do que está sendo feito com o dinheiro.

      De qualquer forma é importante refletir sobre o motivo desta preocupação. Uma vez que entregamos nossos dízimos e ofertas, a responsabilidade sobre o uso destes recursos é da igreja. Se o dinheiro estiver sendo utilizado de maneira indevida, quem prestará contas para Deus será quem errou nesta administração.

      O que a bíblia nos fala é que não devemos amar ao dinheiro. Nem nós que ofertamos e nem que recebe as ofertas. Se isso acontecer, não teremos nenhum problema com dinheiro na igreja. Procuremos fazer a nossa parte e seremos muito mais felizes.

      Respondi sua pergunta?

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  90. ola meu nome é Douglas,gosto muito de textos na bíblia que falam sobre o dizimo,leio livros que também fala a respeito de mordomia,”CONSELHO SOBRE MORDOMIA”, mais fico triste em saber que muitas pessoas que tem acesso ao dizimo de Deus e não sabem a maneira correta de usa-lo,”pregação do evangelho”, por isso quero a cada dia mais com a ajuda de Deus aprender sobre esse assunto que é de muita importância para todos nós!

    Responder
    • Olá Douglas, obrigado pelo comentário.

      É importante que você continue a aprender sobre dízimos e sobre todos os temas da Bíblia. Estudar e ter relacionamento com o Espírito Santo são coisas essenciais na vida de qualquer cristão.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  91. O dízimo já era uma prática e talvez até um costume antes de se tornar uma exigência da lei mosaica, da mesma forma a guarda do sábado, que foram expressos na criação antes de se tornar um estatuto perpétuo da Lei de Moisés. Os dízimos nunca se referem a dinheiro no antigo testamento, mais a dez por cento das colheitas, dos grãos, dos frutos das arvores, e dos animais que nasciam em um determinado período. Eram alimentos destinados a suprir as necessidades dos levitas que não tinham herança na terra prometida. Em Dt 14:24-27 nos ensina que se fosse longe o lugar que o senhor ordenou que o dizimo fosse entregue, o dizimista deveria vender o seu dizimo e levar ao lugar determinado. Se dizimo fosse dez por cento do nosso dinheiro, o senhor não iria mandar vender o que já era espécie. Por tanto, o dizimo não era dinheiro, mais dez por cento da produtividade para suprir as necessidades dos levitas e também dos estrangeiros Dt 14:29. Fica bem claro o entendimento de que o ato de dizimar era de caráter caridoso, e não pra manutenção do tabernáculo ou templo, e dificilmente vemos nos dias de hoje o mesmo sendo utilizado para esse fim.

    Mas a grande questão é a seguinte: os cristãos devem obedecer a lei mosaica do dízimo? Essa prática da lei de Moisés deve ser passada para os cristãos? Porque só a lei do dizimo e não a lei toda? Pois o raciocínio que Tiago nos ensina no capitulo 2 versículo 10 é que aquele que obedece a lei deve obedece-la de forma imparcial. Porque não guardar o sábado, ou circuncidar, ou se abster de alimentos impuros? Porque é mais conveniente ensinar e pior, obrigar a lei do dízimo ao invés de influenciar os cristãos a ofertar por amor (2Co 9:7). O dizimo é uma lei do velho pacto que não deveria ser ensinado e muito menos ser obrigado, e isso veremos a seguir.

    Muitos erram por não saber interpretar a bíblia de modo que não conseguem distinguir que existe uma grande diferença entre a velha (antiquada) e a nova aliança ou velho e novo testamento (Hb 8:13). Não conseguem entender que a velha aliança durou até a morte de Jesus (inclusive no seu ministério), pois ele disse em (Mt 5:17) ” Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim ab-rogar, mas cumprir.” Ele veio pra cumprir a lei! Isso quer dizer que a velha aliança que compreendemos ser a Lei de Moisés, exigia que fosse cumprida a sentença da pena de morte aos pecadores que somos nós, e essa sentença foi cumprido em Jesus que em momento algum pecou. Por isso Jesus veio para cumprir a Lei, e cumpriu morrendo em nosso lugar, ele foi plenamente obediente a Lei porque também era seu dever, mais morreu em nosso lugar, a isso chamamos graça de Deus ou evangelho de Cristo. Quando o véu do templo (Mt 27:50-51) se rasgou de cima a baixo, em duas partes, e a terra tremeu, e as rochas se fenderam, as exigências da velha aliança foi cumprida, Cristo crucificado, e Deus exerceu a justiça em Cristo que tinha sido adiada por causa da misericórdia. Um testamento só pode ser lido e deixar de ser útil depois que uma pessoa morre, quando Cristo morreu, o velho testamento foi cumprido, junto com ele suas Leis e ordenanças inclusive o dízimo.

    Quando ele ressuscitou surgiu um novo testamento, uma nova aliança, (Hb 12:24) e Cristo se tornou o nosso novo e único sumo sacerdote (Hb 7:17), segundo a ordem de Melquisedeque que abençoou Abrão de quem Levi é descendente,” o maior abençoa o menor” (Hb 5:6; Hb 7:1) mediador de uma nova e superior aliança com Deus, que agora nos deu uma NOVA LEI (Hb 7:12).
    *Hebreus 10:9,10 – Jesus removeu o primeiro testamento para que ele pudesse estabelecer o segundo (veja Hebreus 8:6-9; 7:22; 2 Coríntios 3:6).
    * Romanos 7:4 – Fomos libertados da lei para que pudéssemos nos unir a Cristo.
    * Gálatas 3:24-27 – Não estamos debaixo do aio (a velha lei), porque a fé do evangelho chegou.
    * Colossenses 2:14 – Ele cancelou as primeiras ordenanças, encravando-as em sua cruz.
    * Efésios 2:13-16 – Ele aboliu a velha lei através do seu sangue, derramado na cruz (v. 13,16).
    * Mateus 28:18-20 – Jesus possui toda a autoridade, então devemos obedecer a todos os seus mandamentos.
    * 1 Coríntios 9:20,21 – Paulo não estava debaixo da lei dos judeus, mas sob a lei de Cristo.
    * Tiago 1:18,25 O evangelho é a lei perfeita da liberdade, pela qual seremos julgados (João 12:48; 1 Pedro 1:22-25; Romanos 6:17,18; Atos 3:20-23; Isaías 2:1-4).
    Deus não removeu a velha lei para que pudéssemos ficar sem lei, mas para que pudéssemos servi-lo nas condições da sua nova aliança conosco através de Jesus.

    Porque obrigar e ensinar uma lei do antigo testamento como o dízimo na nova aliança que Deus estabeleceu conosco através de Jesus?

    Os apóstolos ou Jesus nos ordenou dar o dizimo?

    Não ha espaço para o velho no novo. Os odres velhos não podem conter o vinho novo, nem a veste velha ser remendada com pano novo. O antigo termi­nou, abandonado por Deus, e precisa ser abandonado pelos cristãos. Pregar a velha aliança é mutilar o evangelho de Cristo, é colocar novamente o fardo pesado sobre as ovelhas de Cristo, é escravizar os que buscam a liberdade. Não foi apenas a Lei cerimonial que foi abolida, mais toda a lei de Moisés, pois eram as condições da antiga aliança porém observe que o espírito da lei de Moisés permanece na segunda aliança com Deus em Cristo, “AMAR A DEUS ACIMA DE TODAS AS COISAS E O PRÓXIMO COMO A TI MESMO”. Devemos ser influenciados a ofertar por amor porque esse amor perfeito é o dever de todo o cristão Rm 13:8 e quem ama ao próximo tem cumprido a Lei.

    Responder
    • Olá William, obrigado pelo seu riquíssimo comentário.

      Tenho certeza que são estas discussões respeitosas que nos fazem refletir e crescer no entendimento da Palavra.

      Continue participando do blog.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • So o dizimo nao salva mas se for lei tem que ser cumprido pois se quisermos ser completos temos que ser fiel em tudo diz a Biblia.

        Responder
      • Nao e preciso dizimar pq dizimo e lei no velho testamento e em Efesios 2:15 esta escrito que Jesus desfez a inimizade que e a lei do velho testamento ,e tem mais verciculos q falam Galatas 3:10 fala q todos aqueles q faz a lei estao debaixo de maldiçao e dizimo era lei pq esta escrito maldito todo aquele q nao permanecer nas coisas q estao escritas no livro da lei, primeiro pq e impossivel fazer tudo na lei nem os Isrelitas conseguiram Jesus fala isso ,segundo pq a propia lei do velho testamento nos joga pro novo testamento pq no velho testamento esta escrito que Jesus ia vim e acabar com as leis .

        Responder
        • Olá Tiago, obrigado pelo seu comentário.

          Entendo que esta seja a sua interpretação da Palavra, porém discordo. Basta que você leia os outros comentários e meus outros posts sobre o dízimo e verá que o dízimo foi dado antes da lei e também após a lei.

          Concordo que o dízimo era um preceito da lei, mas não cobiçar a mulher do próximo também era e não é pela lei ter acabado que deixamos este mandamento de lado. Não vivemos mas na lei dada por Deus a Moisés, mas vivemos na lei impressa em nossos corações. Se Deus tem te levado a dizimar, dizime.

          Paz.

          Responder
    • O diabo, está neste mundo que é dele, para deixar dúvidas, não podemos deixar isso confundir a nossa cabeça e nem sujar o nosso coração!

      Se quisermos agradar e Jesus e não ao diabo, temos que ser fiel no dizimo!
      O Dizimo é obrigatório sem dúvida nenhuma!

      Estamos neste mundo que já é do maligno, conforme fala a palavra de Deus, mas não podemos nos contaminar pelas coisas deste mundo, porque o mais importante é a vida eterna, é a nossa salvação.

      Eu pergunto?
      Se não conseguimos ser fiel no dizimo, vamos conseguir ser fiel a Deus na sua palavra? Com certeza não!

      Para quem não tem consciência, o dizimo e a oferta, servem para a obra do Senhor… E quem duvida disso, com certeza está agradando ao diabo, porque é isso que ele quer que pensamos.

      Jesus Cristo é o Senhor

      Deus abençoe a todos

      Responder
    • Falando a respeito do dízimo ,creio que o dízimo não é para os nossos dias a maior prova disso é que Jesus ou nenhum dos apóstolos nunca mandaram ninguém dar dízimos: Se o dízimo fosse obrigatório e tão exigido por Deus como muitos pastores quer que acreditemos, e sob pena de maldição e de não ter os salários abençoados por Deus, sertamente o apóstolo Paulo que tanto se preocupava com a igreja, e a exortava em todas suas cartas teria nos deixado exortações sobre devolvermos o dízimo do Senhor ,como dizem, porem nada disso ele escreveu: Bem comentou um irmão acima dizendo errais não conhecendo as escrituras.

      Responder
      • Olá Francisco, obrigado pelo comentário.

        É um ótimo ponto de vista. Continue participando do blog, temos muitos posts interessantes.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
    • Estou totalmente de acordo. Hoje o dízimo se tornou ganância para os pastores. Que usam de pressão psicológica para obter. As pessoas não dão por amor a obra, mas por medo das indiretas do pastor la na frente, que já prepara um envelope com seu nome pra saber se você já deu esse mês ou não, e então te crucificar no altar. Ai vem com aquela história que devemos fazer a nossa parte que o quê o pastor faz com o dízimo ele vai prestar contas depois com Deus. Os pastores que vão trabalhar!!! E quando eu perceber que uma obra vale a pena, então dizimarei.

      Responder
    • ual…meu irmão que Rico comentário. porém na minha Opiniaõ hoje o dízimo Trata-se de Algo Extremamante Espiritual!!!
      entendo que Qdo Não dizimo é como se Estivesse debaixo da influência do Espírito de Adone-Bezeque….castrando os polegares dos pés e mão de Pessoas (Reis) e Escravisando-os a comer Migalhas debaixo da Mesa.

      Responder
      • Olá Juliana, obrigado pelo comentário.

        Você expressou sua opinião com respeito e entendendo o nível da discussão. Continue participando assim do blog, temos posts novos todos os dias.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  92. Bom dia amados
    Entendo pouco da palavra do Senhor, e estou buscando a cada vez mais aprender e viver da palavra do Senhor, mais de uma coisa eu tenho certeza, Deus prova que existe quando dizimamos oq realmente produzimos Ele prova com multiplicação Ele prova Ele prova repreendendo os devoradores e fazendo com que seu trabalho,sua empresa ou que quer que você faça cresça e vc prospere e tenha muita saúde para poder usufluir de tudo que Ele te deu.
    Amem
    Graça e paz meus qyeridos.

    Responder
    • Olá Raul, obrigado pelo comentário.

      Fico muito feliz que você esteja gostando do blog. Continue participando sempre, pois temos posts novos todos os dias.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  93. Se dizimar é um ato de amor , não precisa ser obrigatoriamente a igreja ,pode ser uma alimentação a um morador de rua,um remédio para quem não pode comprar ou ajudar financeiramente alguém que precisa ,tenho certeza que Deus vai está abençoando abundantemente a vida das pessoas com saúde,felicidade etc.

    Responder
    • Olá Sônia, obrigado pelo comentário.

      Continue participando do blog e lendo nossos posts, temos muito conteúdo interessante publicado.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • Super concordo Sônia,já q as igrejas n tem usado o dízimo como tem q ser…
      então se vc investe numa obra d amor vc tbm está dizimando…

      Responder
      • Olá Luana, obrigado pelo comentário.

        Continue participando do blog, temos muitos posts pelos quais você pode se interessar.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  94. Quanto ao guardar o sábado, para quem não sabe, foi no sábado que Jesus fez mais milagres!

    Ai eu pergunto: Se alguém fica doente e precisa fazer uma intervenção médica, e se ela não tiver essa intervenção morre, se deixa de fazer porque é no sábado? Não fazendo a intervenção medica estaríamos agradando a Jesus, se foi ele que nos deu a sabedoria?

    Guardar o sábado não existe!

    Jesus Cristo é o Senhor!

    Responder
  95. Bom dia a todos! Gostei muito do que li e com certeza o debate no campo das idéias nos levará a examinar cada vez mais a palavra de Deus. E que o Espírito Santos nos esclareça melhor para glória de Deus!!

    Responder
  96. Caramba eu acho que vou estudar teologia e depois farei faculdade ciência da religião esse blog me motivou de mais

    Responder
    • Olá Joalison, obrigado pelo comentário.

      Estudar sobre Deus e Sua Palavra é sempre muito importante para nós. Continue crescendo em conhecimento e intimidade com Deus.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  97. CREIO QUE DIZIMAR E OFERTAR SÃO DUAS COISAS DISTINTAS ,POR EXEMPLO DIZIMAR É UMA ORDENANÇA DO NOSSO CRIADOR: “TRAZEI TODOS OS DÍZIMOS NA CASA DO TESOURA,PARA QUE HAJA MANTIMENTO NA MINHA CASA:E PROVAI-ME NISTO,DIZ O SENHOR DOS EXÉRCITOS,SE EU NÃO VOS ABRIR AS JANELAS DO CÉU E NÃO DERRAMAR SOBRE VÓS BENÇÃO SEM MEDIDA.” MALAQUIAS 3;10

    E OFERTAR É UM ATO GENEROSO OU SEJA SEM OBRIGAÇÃO “CADA UM CONTRIBUA SEGUNDO TIVER PROPOSTO EM SEU CORAÇÃO,NÃO COM TRISTEZA OU POR NECESSIDADE;POR QUE DEUS AMA A QUEM DÁ COM ALEGRIA .” 2 CORINTIOS 9;7

    Responder
    • Olá Bruno, obrigado pelo comentário.

      Dizimar e ofertar certamente são coisas distintas. Continue participando do blog, lendo e comentando nossos posts.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  98. Muito bom meu irmao que o senhor te abencoe te guarde dizimo e uma ordenancia do senhor para nossas vidas temos que dar o melhor para Deus sim

    Responder
    • Olá Moises, obrigado pelo seu comentário

      Você sabia que nosso blog tem muitos outros ótimos posts? Não deixe de nos visitar sempre!

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  99. N sou contra,mas eu acho q as igrejas n tem usado o dízimo da maneira q tem q ser…
    estão usando pra construir templos luxuosos para viagens luxuosas enfim,para ter uma vida luxuosa…Estão nem aí p o irmão q tá passando dificuldade…
    ajudar o próximo é a verdadeira obra,o dízimo tem q ser usado p isso…
    então eu pensso q se vc n da seu dízimo em nenhum templo n deixa d ser dízimo se vc ajudar uma pessoa com necessidades…9necessidades…9

    Responder
    • Olá Luana, obrigado pelo seu comentário.

      Peço apenas que tome cuidado de não colocar todos os pastores e igrejas numa mesma categoria. Muitas igrejas tem utilizado o dízimo para manter o templo, para ajudar os necessitados e para fazer a diferença na sociedade em que estão inseridas. Alguns realmente estão usando de maneira incorreta, outros estão fazendo a coisa certa.

      O que você acha?

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • Olá nos sabemos que cada um tem sua própria opinião. Mas temos que dar ouvidos a palavra de Deus. O próprio Deus diz que se sofrem e por falta de intendimento da palavra que é verdadeira e muitos zombam.se o homem não sabe manusear ele vai ter contas com o próprio Deus. Mas não deixe o maligno por palavras au contrária da de Deus. Essas coisas passarão mas sua fidelidade diante ao Pai não .

      Responder
    • Oi Luana, as vezes também chego a pensar o mesmo. Mas decidi não deixar isso afectar a minha contribuição na Casa de Deus. Se realmente alguns Pastores e Igrejas tem esse mau comportamento, irão pagar por sua vez. Na duvida, não posso deixar de dar o Dizimo porque no final do dia não faço ou farei para agradar os Pastores mas Sim para agradecer a Deus por tudo que me deu num certo período.

      Responder
      • Olá Edson, obrigado pela sua participação.

        Não podemos olhar para os homens quando fazemos algo para o Reino. Seja nas nossas ofertas, no nosso trabalho ou qualquer outro serviço que façamos.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  100. Amém, Glórias ao rei dos reis.

    Acho que a grande dúvida da maioria das pessoas sobre o dízimo é se ele é um mandamento de Deus nos dias de hoje até porque existe muita gente oportunista usando o dinheiro da obra para o próprio bem enquanto a nação sofre.
    A igreja era para ser o refúgio desse mundo louco, mas tem sido lugar de decepção, mas eu creio que Deus trabalha de uma forma sobrenatural e inexplicável e existem instituições serias que ajudam o próximo. Então a diferença é o peso que esta no nosso coração se ele vai persistir ou vai ser aliviado com o cumprimento deste mandamento.
    Sem dúvidas por amor a Deus e o cumprimento de seus mandamentos seremos felizes e abençoados. não importa as críticas mas sim o estado do vosso coração.

    QUE DEUS NÃO DEIXE LHE FALTAR O SUSTENTO E AJUDE NO QUE PRECISAR EM QUALQUER ÁREA.

    PS. VERSÍCULOS EDIFICANTE PARABÉNS

    Responder
    • Olá Rodrigo, obrigado pelo comentário.

      Belas e sábias palavras as suas, espero que continue participando sempre do blog.

      Deus abençoe sua vida grandemente.

      Responder
  101. A biblia sagrada tem caria situações sobre dismo e ofertas,alguams igrejas e pastores usam de má fé mesmo,mais um dia eles vão prestar contas com o criador de tudo e de todos,o proprio DEUS,,,amém

    Responder
  102. Posso afirmar uma coisa muito séria.Conheço dizimistas e não dizimistas,aqueles que são vivem bem melhor,isto já é um grande testemunho.Mas aqueles que retem tão sempre reclamando.

    Responder
    • Olá Maricelson, obrigado pelo comentário.

      Além deste post, temos diversos outros textos interessantes publicados aqui no blog. Não se esqueça de ler esses outros também.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  103. A a palavra so Senhor diz em (malaquias 3:8-9) que a décima parte não nos pertence.
    Se quem usa o dizimo da maneira incorreta,eu nao posso dizer nada.
    Mas sou dizimista fiel.
    O que não me pertence,devolvo na casa do Senhor.

    Responder
      • a bíblia aboliu a oferta do dizimo Efésios(2 :15) então temos que da o que for do nosso coração 2ºcorintios (9:7) é erradíssimo obrigar as pessoas a pagar uma quantia

        Responder
        • Olá Eduardo, obrigado pelo comentário.

          Vale notar que o dízimo fez parte da lei, mas também existiu antes dela. Se pegarmos apenas Efésios 2:15 para dizer que o dízimo foi abolido, poderemos abolir todos os outros mandamentos da Lei que ainda são praticados até hoje, como o que está escrito em Êxodo 20:17.

          Por outro lado, concordo que, no Reino, não podemos ser obrigados a nada, a não ser por aquilo que o Espírito Santo colocar em nossos corações ou estiver claramente descrito na Palavra. Se uma pessoa entende que deve dar o dízimo, ótimo, que dê. Concorda?

          Continue participando do blog, temos posts novos todos os dias.

          Deus abençoe vida.

          Responder
          • Eu , sou de pleno acordo na devolução do dízimo, pois a obra requer investimento financeiros ; entendo o que está escrito no livro de 2 coríntios 09:7 segundo o desejo do coração; é devido a avareza do mesmo. Quando estamos no mundo temos prazer em gastar o nosso dinheiro seja lá com que for e quando é para obra de Deus são tanto os questionamentos que só a graça. Sou a favor das ofertas também. Só que Deus é tão tremendo que no ministério que eu congrego, quando o dinheiro não da por causa dos avarentos, o Senhor Jesus manda o ímpio com o dinheiro. E dinheiro na igreja é tão sério que se você tiver de picuinhas com o teu irmão, e não liberar o perdão a sua oferta não é recebida por Deus. Vamos vigiar e cada um fazer a sua parte. E que o Espírito Santo abra os nossos olhos espirituais e nos livre de Mamon o deus da avareza.

          • Olá Rosangela, obrigado pelo comentário.

            Fica feliz que sua congregação não tenha problemas com dinheiro.

            Continue lendo os posts do blog e nos acompanhando. Temos novos textos todos os dias.

            Deus abençoe sua vida.

  104. Parabéns pelo post, foi muito enriquecedor em minha vida. Fui convidada pela minha igreja a dar testemunho de como é ser dizimista no jornal da paróquia e suas passagens postadas me foram muito úteis.
    Penso que como cristãos, devemos fazer nossa parte e deixar cada um fazer a sua, sempre pensando no próximo e nos menos favorecido.

    Responder
    • Olá Silvia, obrigado pelo comentário.

      Fico feliz que você tenha gostado do post. Aqui no blog existem muitos outros textos pelos quais você pode se interessar, por isso peço que continue navegando e comentando.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  105. Maricelson ja comigo e o contrario do seu caso conheço muitos nao dizimistas nadando em dinheiro e dizimistas q vivem umamvida bem regrada

    Responder
    • Olá Glauber, obrigado pelo comentário.

      Em João 3:16 realmente temos a maior oferta que alguém já deu. Quando comparamos o que fazemos com esta oferta, percebemos que nada somos.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • Olá Pedro, obrigado pelo comentário.

      No meu entendimento o dízimo não serve para nos enriquecer ou para recebermos algo de Deus. Muito pelo contrário, ele serve para que não tenhamos um coração apegado ao dinheiro, para manter as instalações da congregação, para ajudar os necessitados e muitas outras coisas.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  106. Olá gostaria de saber se eu dou ofertas em vez de $$ dizimos eu nao vou esta ajudando a obra de Deus do mesmo jeito? Porque pelas minhas conclusão o novo testamento fala sobre oferta não sobre dízimo.

    Responder
    • Olá Kelly, obrigado pelo seu comentário.

      Tanto com ofertas quanto com dízimos estamos ajudando, não tem diferença. Sobre a questão do dízimo ser ou não neo-testamentário, é uma questão, como você pode ver nos comentários, muito complicada. Muitas pessoas dizem que é, outras tantas dizem que não é.

      Na minha opinião, o dízimo é uma prática válida, que existe antes, durante e após a lei. Mas esta é apenas a minha interpretação e a maneira como eu escolhi enxergar a questão das finanças à luz da bíblia. Muitos não concordam e eu respeito estas opiniões.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  107. Segundo Frank A. Viola, a maioria dos cristãos não tem a menor idéia do que ensina a Bíblia no que se refere ao dízimo. Trazendo a realidade do dízimo sob a ordenança da lei para os tempos de hoje, pode-se traçar um claro paralelo entre o sistema do dízimo de Israel e o sistema moderno de tributação no Brasil. Israel era obrigado a sustentar seus funcionários públicos (sacerdotes), feriados (festivais), e pobres (estrangeiros, viúvas e órfãos) com seus dízimos anuais. A maioria dos modernos sistemas de tributação serve ao mesmo propósito. Com a morte de Jesus, todos os códigos cerimoniais, governamentais e religiosos que pertenciam aos judeus foram cravados em Sua cruz e enterrados para sempre… Para nunca voltarem a condenar-nos. Por esta razão nunca vemos nenhum cristão no NT dando o dízimo. Da mesma forma que não os vemos sacrificando cabritos e touros para cobrir seus pecados!

    Responder
    • Olá Rick, obrigado pelo comentário.

      O blog tem muitos outros posts que podem lhe interessar. Além disso, todos os dias temos novos textos. Continue lendo o blog e comentando sempre que puder.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • Atos 4:34 -Não havia pessoas necessitadas entre eles, pois os que possuíam terras ou casas as vendiam, traziam o dinheiro da venda.
      Devemos compartilhar em prou da obra de Deus, eu congrego em Igreja que pagamos aluguel, ai deixo a pergunta; e justo se fechar uma obra por falta de recurso? Almas não irá perecer por causa da nossa ganansia? Nada é nosso, tudo é de Deus, então é valido sim devolvemos a dessima parte que não nós pertece.

      Responder
  108. Dízimo.
    Leia deuteronômio cap: 26 vs 12 e dizima como Deus ordenou a Moisés quando instaurou a igreja, o homem mudou para a forma como hoje é, mas Jesus diz no cap: 23 vs 23 de Mt que o dízimo continua, se é assim não mudou. Venha para a nova igreja pentecostal entre para vencer.

    Responder
    • Olá Dicena, obrigado pelo comentário.

      Continue comentando nossos posts e participando do blog, temos novos textos todos os dias.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  109. Dízimo e uma questão complicada no mundo de hoje, realmente o que vale é a boa intenção da oferta! No mundo moderno onde pastores andam com carros de luxo e moram em residências de pequenas mancoes, ou aptos milionarios subsidiados pela oferta, a crença perde seu valor. Acredito no dízimo, acredito que deva haver a oferta pois, servem pra manutenção do prédio e com o prédio podem se retirar pessoas da escuridão. Portanto realmente tem que se de coração, não tem que ser decepcionante assistir alguém ministrar uma palestra falando de bíblia por uma hora sendo .e meia hora é destinado a falar da obrigação da oferta um impondo valores, isso nos faz desacreditar na fé de quem fala. E faz acreditar simplesmente na fé pessoal de cada um.

    Responder
    • Olá Eduardo, muito pertinente o seu comentário.

      Concordo que é uma questão complicada e muitos emitem suas opiniões baseadas em experiências ruins que tiveram com o dízimo. Infelizmente sempre existirão os que vão se aproveitar das ofertas de maneira indevida. Felizmente sempre existirão os que vão fazer bom uso.

      Nosso papel não é de condenar ninguém, mas de ficar de olho e avaliarmos se concordamos ou não com a maneira como as ofertas estão sendo utilizadas.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • Concordo com você Eduardo, a oferta ela sempre será bem aceita, sendo dada de coração, conforme Paulo escreveu “Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama quem dá com alegria. 2 Coríntios 9:7.
        O problema é quando as pessoas usam do texto sagrado para oprimir as pessoas, e note o contexto de Malaquias 3:8-10. No versículo 5 o Senhor diz que Ele julgará os que oprimem as viúvas, os desamparados e os estrangeiros. Ele diz, “Eu Me movimentarei com rapidez para castigar os que praticam bruxaria, os adúlteros, os mentirosos, os que roubam o salário de seus empregados, os que exploram as viúvas e os órfãos, enfim todos os que não Me respeitam”. Qual é o resultado desse tipo de pressão? O povo de Deus é obrigado a dar o dízimo de seus salários mensalmente. Quando faz isso, sente que Deus fica feliz. E pode esperar que Ele os abençoe financeiramente. Quando falha sente que foi desobediente e que uma maldição financeira pesa sobre ele.

        Responder
        • Olá Rick, obrigado pelo comentário.

          Suas palavras foram muito bem colocadas. A opressão não pode existir nunca, não importa o que esteja sendo pedido. Porém, é importante lembrar que, ainda existe uma parcela de pessoas que dão o dízimo sem serem oprimidas, ou entendendo corretamente o que estão fazendo. Ou estou errado?

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
  110. A questão sobre dízimo e oferta não é nada complicada!
    O dízimo é 10% de tudo aquilo que nós recebemos e que tem que ser entregue ao Senhor. A oferta é um ato de amor, onde nós podemos retribuir tudo aquilo que o Pai faz por nós.

    Responder
    • Olá Marcella, obrigado pelo comentário.

      Para alguns a questão é muito simples, para outros é muito complexa e delicada. Para mim, assim como você comentou, é muito simples.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  111. Fico contente em ver passoas querendo aprender, eu estou com o André eu acredito no antes durante e depois! Obrigada.

    Responder
  112. Acredito no efeito positivo do dizimo , quando este é usado não só para mantimento da questão estrutural e burocratica da obra , mas sim quando tambem é usado para abençoar os necessitados da igreja e fora dela , a biblia diz ; faz o bem a todos mas principalmente os da familia da fé ,ou seja os fiéis sem condições atuais , desempregados , mas infelizmente em muitos casos não é isso que se vê.

    Responder
    • Olá Thiago, obrigado pelo comentário.

      Realmente em muitos casos não vemos isso, mas em outros tantos ainda encontramos igrejas fazendo isso, correto?

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  113. boa tarde na minha opinião, DIZIMO é ordenança ,oferta é de coração ,não compete a mim julgar (até mesmo que com medida eu julgar serei julgado) e a palavra nos diz em Rm 12:19 que a vingança é do sr:Jesus.

    Responder
    • Olá Wagner, obrigado pelo comentário.

      Continue participando do blog. Temos novos posts todos os dias, tenho certeza que você vai encontrar muito conteúdo interessante aqui.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • Muita distorção, temos que entender que 2cor 9:7 não flala de dízimo e sim de ofertas voluntária aos pobres conforme 2cor 9:9.
        E dízimo é uma prática da lei que não passou para a graça.conforme Malaquias 4:4
        Estou a disposição no Wats 62 991687672

        Responder
        • Olá Mauricio, obrigado pelo comentário.

          Continue compartilhando sua opinião conosco sempre que puder. Essas discussões saudáveis enriquecem o entendimento de todos.

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
    • wagner vc deve estudar mais a palavra antes da fala tal besteira, o dizimo nos tempos de hoje não é mais valido se vc quiser fazer um debate sobre isso terei o maior prazer . paz do senhor a todos

      Responder
      • Olá Luis Henrique. Obrigado pelo comentário.

        Gostaria de salientar que a cordialidade com os irmãos é imprescindível para um debate saudável. Por gentileza seja mais comedido em seus próximos comentários.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
      • A palavra de Deus não muda.Ela é a mesma ontem hoje e sempre. O novo testamento não anula o AT .Pois Jesus disse: Eu não vim para acabar com a lei mas para cumprir. Só q depois da vinda de Jesus, veio o tempo do AMOR.Ñ , e não mais “olho por olho, dente por dente”
        Laura Navarro _ São Borja-RS

        Responder
    • Acho que quem dar o dízimo de 10 % tb deveria cobrar que a igreja dizimasse , já que uma parte do que era recebido como dizimo naquela época tinha que ser dado em oferendas a Deus e outra parte para viúvas , orfãos , mendigos e etc .

      Só vejo igrejas cobrando e nada de seguir os preceitos .

      Responder
      • Olá Paulo, obrigado pelo comentário.

        Na verdade, quem dizima pode cobrar da igreja a prestação de contas, que deve ser o mais transparente possível. O que a pessoa tem que refletir é o motivo de estar cobrando esta prestação de contas. Ela está cobrando isso por zelo com o Reino ou por outro motivo. Normalmente é a segunda opção.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  114. Boa tarde a paz! Gostaria de saber onde tem na Bíblia que dízimo é dinheiro? Onde tem que Jesus e Paulo foram dizimistas? Que Jesus e Paulo receberam algum dízimo? Que Deus mandou Abraão dizimar? Que Abraão continuou sendo dizimista? Que o dízimo é para a propagação do evangelho? Dízimo na Bíblia é 100% alimento, comida. O dinheiro existe desde que o homem habitou a terra. Minha oferta pode ser 10%, 20% ou mais da minha receita, mas DIZIMO nunca foi dinheiro. Conheço muitos amigos empresários que não são crentes e muito menos dizimista e são muito prósperos. (Não estou falando de salvação e sim de prosperidade). Eu já vi lagarta virar borboleta, mas gafanhoto virar demônio, eu nunca vi. A paz para todos!

    Responder
    • Olá Júlio, obrigado pelo comentário.

      “Gostaria de saber onde tem na Bíblia que dízimo é dinheiro?” – Não tem, mas em Provérbios, 3:9 fala que devemos honrar ao Senhor com toda a nossa renda.

      “Onde tem que Jesus e Paulo foram dizimistas?” – Não tem, mas eles também não fizeram um monte de coisas que fazemos hoje e são corretas. Mas se quisermos fazer o que Paulo fez, sem problemas, podemos depositar todos os nossos ganhos aos pés dos líderes das igrejas, como Paulo fazia na igreja primitiva. Se quer fazer como Paulo fez, espero que esteja fazendo isso.

      “Que Jesus e Paulo receberam algum dízimo?” – Não tem. Mas utilizo o mesmo argumento acima.

      “Que Deus mandou Abraão dizimar?” – Deus não mandou, ele fez porque quis, pois entendeu que deveria fazer.

      “Que Abraão continuou sendo dizimista?” – Ele dizimou uma vez e, após isso, Deus criou a lei, que o povo de Israel seguiu até sua extinção, em Cristo. Alguns judeus ainda seguem a lei, outros não.

      “Que o dízimo é para a propagação do evangelho?” – A bíblia não fala isso, mas hoje, as igrejas usam também para isso.

      “Dízimo na Bíblia é 100% alimento, comida” – Hmmmmm, não. Em Gênesis 14, além de alimento, Abraão dá o dízimo de outras coisas também.

      Júlio, se você não concorda com o dízimo que algumas igrejas pregam, sem problemas. Apenas expresse sua opinião, mas tome cuidado. A maior parte dos casos que vejo por aí de pessoas revoltadas com o dízimo, são de pessoas que não abrem mão do seu “rico dinheirinho”. Infelizmente já vi muitas coisas estranhas por aí.

      Ahh, só pra terminar, não sou pastor e não recebo dízimo de ninguém, ok?

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
        • Olá Ely, obrigado pelo comentário.

          Normalmente não sou tão incisivo nas respostas de meus comentários, mas como o Júlio usou uma série de argumentos, tive que responder com mais cuidado.

          Espero que esteja gostando do blog. Continue ligada pois temos novos posts todos os dias.

          Deus abençoe sua vida!

          Responder
          • Bom dia muito lindo seu trabalho
            mais olha só quando vi dizer que Jesus não recebeu dízimos lembrei da passagem do Dr. Lucas que diz: E aconteceu, depois disto, que andava de cidade em cidade, e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus; e os doze iam com ele,
            E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios;
            E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com seus bens.
            Lucas 8:1-3 olha só não fala dos dez porcento mais fala de bens, bens que por sinal era muito caros.Na realidade é que pessoas querem achar erro na palavra de DEUS para justificar os seus. Só que a palavra de DEUS É FIEL E VERDADEIRA nos temos que doar tanto a nos como corpo, alma e espirito como também servi a com os nossos bens. PARABÉNS POR SEU TRABALHO.

          • Olá Juliana, muito obrigado pelo comentário, foi muito esclarecedor.

            Realmente esta é uma passagem que eu havia deixado passar.

            Deus abençoe sua vida!

  115. ola, paz do SENHOR JESUS esteja com todos
    A palavra de Deus não é confusa, mas muitas vezes com nossas atitudes ou opiniões, fazemos com que ela seja uma coisa que ela não é.
    Na minha opinião o dízimo se ele está escrito na bíblia, então ele tem que ser cumprido, se não fosse algo tão importante não estaria escrito nas escrituras sagradas, se está lá então merece mais atenção de nossas partes refletirmos e pedir orientação para Deus se aquilo é de fato mandamento ou não.
    Deus abençoe a todos

    Responder
    • Olá Lucas, obrigado pelo comentário.

      Realmente o dízimo aparece muitas vezes na bíblia e é um assunto que deve ser discutido. Porém, quanto mais reflito e discuto vejo que cada um deve fazer o que o Espírito Santo lhe guiar a fazer. Quer ser um dizimista? Perfeito, faça isso. Não quer ser um dizimista? Ok, continue contribuindo para a obra da maneira que achar melhor.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • ola André paz do SENHOR
        Concordo com voçê, hoje temos muitos problemas com nossos irmãos na fé quando entramos nesse assunto porque cada um da a sua opinião sobre os Dízimos e ofertas, mas uma coisa que sempre esquecemos é de pedir orientação ao nosso papai do céu, nunca podemos esquecer que a palavra de Deus é viva, e Deus revela a cada um a vontade dele.
        Jesus abençoe a todos.

        Responder
      • Paz a todos em 1 coríntios 6.9 fala em ladrões e roubadores .ladrões está estampado. Roubadores roubam sem se mostrar mas prejudicando a alguém provável este seja o de Malaquias fala .dizimo é um dever de todo cristão pois como você vai repreender o devorador na sua casa e na sua vida financeira sem fidelidade no dizimo?fazei prova de mim disse Deus onde mais ele fala isto?

        Responder
        • Miguel, graça e paz!Estava lendo os comentários e perdoe-me, não resisti!”vai repreender o devorador na sua casa e na sua vida?”Devorador do capítulo 3 de Malaquias é o gafanhoto devorador!Não é o diabo!Vocês falam sem entender o que lêem?Deus estava fazendo prova aos “Judeus” de suas colheitas!Cair bençãos sem medidas eram as chuvas para a lavoura!Outros irmãos desavisados, postaram que o dízimo é bíblico!realmente é!mas não é neotestamentário, isto é, não foi instituído para nós os gentios!Somos livres em Cristo Jesus!Se o irmão quer contribuir com o dízimol em dinheiro, dê!não perderá sua salvação!Agora se quer fazer como está nas escrituras do novo testamento, contribua, mas a quantia é do coração, e não preço pré-fixado!Meu conselho, quer fazer o bem?Faça ao próximo, mais próximo de você!Fazendo assim, cumprirá todas as 613 leis de Moisés, abolidas em forma de mandamento por Jesus, em dois:Amarás teu Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a ti mesmo!

          Abraços

          Responder
  116. O dizimo é bíblico vejo muita polemica sobre dízimos e Ofertas em jornais rádios programas etc. Malaquias 3.10 é um versículo Chave .Dar o dizimo e reconhecer que tudo aquilo que nós temos vem do senhor.

    Responder
      • Olá André, adorei seu post. Creio que tem alguns que pregam sobre ofertas, que deve ser feito por amor e não a base de trocas, pregam no intuito de enriquecimento. Mas também tem muitos pastores instruindo suas ovelhas de forma bíblica, consoante a palavra de Deus. Quanto aos dízimos, não há nem o que pregar, basta abrir a palavra de Deus. Ele mesmo diz que nos livra do devorador e nos pede para fazermos prova dele, senão vejamos:

        “Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.
        E por causa de vós repreenderei o devorador, e ele não destruirá os frutos da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos.” Malaquias 3:10,11.

        Lembre-se que a igreja também paga luz, água, compra cadeiras, faz manutenções das mesmas, do ar-condicionado, faz obras sociais. Deus conta com cada um de nós para obra. Você pode até discordar de Deus, só não pode dizer que não é bíblico.

        Na paz do Senhor e Salvador.

        Responder
        • Olá Marcelo, obrigado pela riqueza de seu comentário.

          Certamente existe todo tipo de pessoa sobre um púlpito. Aqueles que querem enriquecer e também aqueles que querem fazer a obra de Deus da melhor maneira possível. Temos sempre que analisarmos quem são essas pessoas.

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
        • Marcelo Rangel, a paz!perdoe-me por intrometer,mas se Malaquias capítulo 3 está na bíblia, e é para obedecermos, porque você não se circuncida, como também está na lei, e antes da lei, e é´um mandamento perpétuo?porque também, quando pegar alguém em adultério, não apedreja o adultero até a morte?Interessante, tudo é de Deus, e tem que entregar o dízimo;E o restante da lei?não precisa?Porque só o dízimo vocês devolvem?Sem contar que se fosse para devolver “biblicamente”, teria que ser em produtos da terra e animais!E não vale dizer que hoje as coisas mudaram pois, naquela época já existia o dinheiro!A verdade é que os cristãos querem se beneficiarem com os dízimos, achando que dando receberão!Ledo engano!Deus está preocupado com seu coração, e não com as coisas que o dinheiro pode comprar!Em Gálatas, cap 5, vers. 4 diz:”separados estais de cristo, vós os que vos justificais pela lei;Da graça tendes caído.”

          abraços

          Responder
          • Olá Roberto, graça e paz.

            Amei a sua frase “A verdade é que os cristãos querem se beneficiarem com os dízimos, achando que dando receberão!”, apesar de não ser verdade para todas as pessoas que praticam o dízimo, concordo que muitos pensam assim.

            Mas também não é verdade que alguns dos que defendem com fervor que não devemos dizimar estão apenas procurando um pretexto para não se desfazer do seu amado dinheiro?

            É uma questão singular essa do dízimo, acredito que, mesmo após alguns anos, ainda estaremos aqui eu e você falando sobre o assunto.

            Aliás, é um ótimo momento para lembrar que já faz mais de dois anos que você fez o seu primeiro comentário por aqui!

            Deus abençoe sua vida!

    • o dízimo foi uma instituição ligada à lei dada por Moisés e teve seu lugar para o povo de Israel. Nota que voce so vai encontrar o dizimo no antigo testamento. Para nos, são as ofertas., ja nos evangelho, no novo testamento vc encontra as ofertas que são dadas conforme cada um desejar e dentro das possibilidades. Dizimo não é um mandamento para os gentios como muitas igrejas pregam.Essa historia que se vc não pagar dizimo Deus vai ti castigar ou não vai ti abençoar. Amigo isto é lorota. Agora se vc quer fazer por fé, também não errado nao. So é errado pregar o dizimo como mandamento sendo requisito indispensável para bênção de Deus.

      Abraços fica com Deus…

      Responder
      • Olá Ronaldo, obrigado pelo comentário.

        Concordo com você, Deus não vai castigar ninguém por não dizimar. Dizima quem quer e entende o que está fazendo.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
        • Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim abrogar, mas cumprir.
          Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido.
          Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus.
          Mateus 5:17-19 A PALAVRA DE DEUS É FIEL E VERDADEIRA JESUS VEIO PARA CUMPRIR A LEI CERIMONIAL DEIXOU DE SE SACRIFICAR CORDEIRO PORQUE ELE JESUS CRISTO CUMPRIU ESTA LEI. MAIS AS ORDENANÇAS CONTINUA, A PALAVRA DE DEUS CONTINUAR VALENDO PARA MIM E PARA TODOS, CASTIGAR ALGUÉM PORQUE NÃO DEU O DIZIMO JAMAIS ATÉ PORQUE SE VOCÊ VAI DAR O DIZIMO, VOCÊ SÓ DAR DO QUE VOCÊ RECEBEU PRIMEIRO VOCÊ RECEBE, PRIMEIRO VOCÊ É ABENÇOADO.QUE O SENHOR DEUS POSSA NOS ESCLARECER MELHOR.

          Responder
          • Olá novamente Juliana, mais uma vez, obrigado pelo seu comentário.

            Continue acessando o blog sempre, temos novos posts todos os dias.

            Deus abençoe sua vida.

        • Amado irmão André!graça e paz vos seja multiplicada!Não acredito que as pessoas que não dão dízimo, sejam apegadas ao dinheiro, como voce postou como resposta ao meu comentário…Acredito piamente, que assim como eu, buscaram e encontraram na palavra de Deus, a verdade sobre esse assunto!Para mim, não existe “polêmica” nesse tema, voces que dão dízimo, é que insistem em algo, que pode resolver alguns problemas dentro dos templos, deixando uma sensação de alívio, e , ao mesmo tempo satisfação, por ofertar, achando que , com isso, estão fazendo a vontade de Deus;Lêdo engano!como já postei, farei de novo:dízimo só foi praticado na nova aliança, em 777, pelo então rei, Carlos Magno, pela pressão da igreja católica, até então a igreja primitiva, não dava o dízimo!e isso é um fato, e contra fatos não há argumentos!Transformar dízimo de produtos da terra e animais, em dinheiro, e ainda por cima, entregar à uma instituição religiosa, com o fim de “fazer a obra de Deus”, sendo que o dízimo era para saciar a fome dos Levitas, viúvas, orfãos e estrangeiros, é algo no mínimo absurdo!sem contar que nessas “comunidades religiosas”, esse dinheiro é empregado para assalariar, pastores, empregados,pagar agua, luz, telefone, etc…coisas que não eram direcionadas nos tempos da velha aliança!Na minha visão, quem recebe algo que não lhe pertence, está roubando!André, deu para entender o porque muitos são contra o dízimo?Não é uma questão de desprendimento e sim de fazer a coisa certa!Nossa realidade hoje, é fazermos com nossas próprias mãos:dar agua á quem tem sede, e comida ao faminto!Não é só entregar o dinheiro, e achar que está fazendo uma excelente obra!É fazer a obra,com as próprias mãos e continuarmos sendo falhos e pequenos, mas “grande” é aquele que está em nós, e é por nós, Jesus cristo,esse é o verdadeiro Deus e a vida eterna!

          Responder
          • Olá Roberto, graça e paz.

            Eu entendo seu ponto de vista e guardei comigo seu entendimento sobre o dízimo.

            Por mais que o meu entendimento seja diferente do seu, sei que não temos problemas com isso.

            Em minha resposta anterior, não disse que todas as pessoas que não dão o dízimo são apegadas ao dinheiro, quis dizer que algumas dessas pessoas são. Conheço pessoas da igreja que frequento que não são dizimistas. Algumas por não quererem, outras por amarem o dinheiro. Isso não é uma crítica ácida, é uma constatação minha, que certamente pode estar errada.

            De qualquer forma, certamente existem assuntos mais importantes no Reino para serem discutidos do que o dízimo. O que eu não consigo entender é um post como esse ter dado tanta polêmica.

            Deus abençoe sua vida.

  117. O filho tem que ser obediente ao pai, o que esta esta escrito na bíblia é para ser comprido sege qual for o tema,DEUS nos fez para adorarmos,e fazer o que manda os dez mandamentos, e dizimar,se vc não quer seguir o que esta escrito em malaquias 3 -10 isso meus irmãos, é com vc; e , digo isso porque nos só colhemos o que plantamos, é para pensar;

    Responder
  118. Olá meus irmãos paz a todos,Eu entendo que a muitas pessoas que estão mais apegados ao dinheiro do que cumprir a vontade de Deus expressa em sua palavra,e por isso ficam dando desculpas dizendo que dízimo não é dinheiro e até usam ímpios como exemplo de prosperidade é sinônimo de riqueza .vejo que pouco conhecimento bíblico por parte de tais pessoas então aconselho aos tais a deixar de achismos é cumpram o seu dever de ccristão.perdoe os erros de concordância paz do senhor Jesus a todoa

    Responder
  119. Graça e Paz,
    André obrigado pelos versículos mencionados.Vi uns comentários acima cada um tem seu ponto de vista, não quero questiona-los “MAS QUEM RECLAMA DE DEVOLVER O DIZIMO E PORQUE NÃO É DIZIMISTA.

    Responder
    • Olá Wilson, obrigado pelo comentário.

      Concordo que não podemos fazer a obra de Deus reclamando ou com peso. Quando fazemos as coisas por amor a Deus, não tornam-se um peso.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  120. Olá!
    Amados, o dízimo é bíblico, porém não faz parte do evangelho. Abraão deu o dízimo e depois foi ORDENADO na lei aos judeus uma vez por ano, e nós éramos gentios não tendo esperança nenhuma porque não tinhamos as promessas, Más Cristo trouxe a graça, ou seja uma NOVA aliança que uniria Deus e os homens.e essa aliança nos libertaria de tudo.e se a aliança é NOVA significa dizer que não existia, passou a existir a parti de Cristo que insentou o homem de tudo. Nós vivemos a Graça de nosso Senhor Jesus Cristo em novidade de vida como diz a palavra. NOVIDADE. algo que é novo.amados, quem nos libertou do pecado? A Lei ou a Graça de nosso Senhor Jesus Cristo? Nós recebemos o Espírito Santo pela Lei ou pelo Evangelho? Pode ler de Mateus a Apocalipse, Jesus não ensinou o dízimo por era para os Judeus, e nós somos crente na pessoa de Jesus Cristo.
    Deus abençoe todos vocês amados do Senhor!

    Responder
    • Olá Jair, obrigado pelo seu rico comentário.

      Acredito que essa discussão já fale por si mesma: muitas pessoas não concordam com o dízimo e muitas outras tem plena certeza de que o dízimo é uma boa prática.

      Continue acessando o blog, temos novos posts todos os dias. Tenho certeza de que muitos textos vão lhe agradar.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  121. Todo mundo é dizimista, só q uns são os q contribuem p o reino de deus. Outros dão o dízimo nos vícios, em remédios. Aqueles q contribuem p obra de Deus, está debaixo da promessa de Deus, de modo nenhum perderá seu galardão. Está escrito, se esperarmos por Deus somente nessa vida somos os mais miseráveis de todos os homens.

    Responder
    • Olá Thiago, obrigado pelo comentário.

      Não sei se concordo com tudo o que você falou. Pelo o que entendi você está dizendo que quem não dizima acaba sofrendo?

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  122. Eu entendo que devemos devolver o dizimo,mas tenho uma dúvida.por que muitas igrejas exigem dez por cento do salário,sendo que na bíblia fala que é dado o que o coração lhe tocar,se alguém me explicar agradeço!

    Responder
    • Olá Dayana, obrigado pelo comentário.

      A palavra dízimo vem do hebraico “ma’aser” e do grego “dekate”, ambas significam “décima parte”. Por isso quando falamos sobre dízimo falamos sobre dez por cento.

      Continue visitando o blog, temos novos posts todos os dias.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • Eu creio q dízimos só quem recebia era o sacerdote levita na lei do velho testamento, quando Jesus foi cravado na cruz ele cravou tmb td a lei do velho testamento e eis q tudo se fez novo,e nois fazemos parte da nova aliança e não dá tribo de Levi, que era quem deveria ser devolvido os dízimos, nois somos da tribo de Judá e em nenhum CP.da bilia do novo testamento pede dez por cento e sim que ofertamos o que o nosso coração se dar ame…

        Responder
        • Olá Rose, muito obrigado pelo seu comentário: educado e inteligente.

          Vale apenas lembrar que o dízimo foi praticado por Abraão antes da lei. Esta é uma indicação de que ele pode ser praticado antes ou depois dela, sendo entregue para a tribo de Levi ou para outro sacerdote, como foi Melquisedeque.

          As pessoas podem ser obrigadas a entregar seus dízimos como foram os israelitas na lei? Certamente não.

          O dízimo ainda é válido como ato de compromisso, desapego e amor? Eu creio que sim.

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
    • Isto é a oferta ..a oferta e obrigação também mas vc da o que sentir ..não existe valor ..mas o dízimo sim ..e bíblia fala Dízimo ..dízimo quer dizer dez por cento do que a pessoa ganha …o valor todo vc tira dwz por cento ..isto é o dever de viver o que é de Deus ..

      Responder
  123. Entendo que o dízimo é uma dívida com Deus de 10% da renda do cristão.
    Eu já ouvi muito: Deus é quem me dá. “O que ganho é pouco e nem dá pras minhas despesas”. Ora, o dízimo deve ser a nossa principal despesa, pois devido a Deus. Realmente Deus é o dono do ouro e da prata, mas não joga do céu às igrejas e as igrejas têm despesas: o próprio templo, sua construção ou aluguel; os bancos; instrumentos; conta de luz e água; a limpeza: mão de obra e produtos higiênicos e isso tudo é comprado e Deus é poderoso, mas não joga o dinheiro do céu para o Pastor. O pastou também tem direito ao pagamento de seu trabalho. Ele trabalha, e muito e tem direito a receber por isso. Seu trabalho, além de intelectual, é espiritual e de muita responsabilidade. Todos sabem que existem cursos teológicos, muitas vezes, faculdades e o pastor é formado como os médicos, advogados economistas, etc. Existem pastores não formados, iguais os charlatões e rábulas, dentistas práticos, mas que trabalhavam e recebiam seu dinheiro. Porque o Pastor não pode receber?
    Muitos ironizam dizendo que eles vendem orações. Não, a oração é de graça. O trabalho deles é responsabilizar pela igreja, dirigir os cultos, pregar a palavra de Deus, batizar, preparar batismo e outros trabalhos sagrados, orientar e confortar os servos, congregados, etc.
    Quanto as ofertas, estas são quanto o coração de cada ofertante dizer.
    Entendo que o dízimo não é caridade, nem presente a Deus, mas uma contribuição obrigatória, se você acreditar que Deus é quem lhe proporciona seus recursos: rendas, salários e lucros.
    É com esse dinheiro que as igrejas constroem templos, os mantêm as despesas destes e desenvolvem ações sociais com ajuda aos menos favorecidos, vítimas de catastrófes, doentes órfãos, viúvas, etc.
    Deixar de pagar o dízimo é como deixar de pagar qualquer outra conta, só que neste caso, é dar o calote em Deus.
    A gente quando associa numa associação, um sindicato ou qualquer outra agremiação, não paga uma mensalidade ou anuidade? Então. A igreja é uma congregação e tem despesas e têm que ser pagas pelos congregados, já que nossa Constituição proíbe o Estado dar qualquer ajuda.
    Eu pago o dízimo e nunca me fez falta.

    Responder
    • Olá Joaquim, muito obrigado pelo comentário, foi muito construtivo.

      Espero que você continue lendo nossos posts e comentando com o mesmo empenho. São leitores como você que todo blog precisa.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • no novo testamento nao tem nenhum versículo que comprove a exitencia do dizimo. mas mesmo assim se o dizimo é tao falado e porque quem fala da cobrança dos dizmos nao fala dos direitos das viuvas e dos orfaos? vamos falar serio. vamos ler bem direitinho ato 2 que fala tudo esse versiculo .

        Responder
        • Olá Claudomir, obrigado pelo comentário.

          Seu argumento contém um erro muito comum daqueles que não concordam com o dízimo: acreditar que todas as pessoas que falam sobre o dízimo não fazem mais nada, como falar sobre os direitos das viúvas e pobres. Julgar o todo pela parte é tão errado quanto qualquer outro pecado.

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
        • claudomir sinto-me na obrigação de ajuda-lo com as escrituras sagradas para poder ensinar aqueles que ainda não conhecem muito afundo a palavra de DEUS. por favor leia – lucas 18,12. mateus 23,23. hebreus 7,,1,10- atos 5. tire suas conclusões .

          Responder
          • Olá Valter, obrigado pelo comentário.

            Cuidado ao utilizar versículos fora de contexto para justificar suas posições. O versículo de Lucas 18:12 não é a melhor referência de dízimo que temos na Palavra.

            No mais, eu também acredito que o dízimo é algo positivo e todos devemos praticar.

            Deus abençoe sua vida.

  124. Olá,gostaria de tirar uma dúvida.O valor do dízimo referente ao meu salário eu faço doação à pessoas desempregadas,e dou ofertas na igreja.Estou fazendo errado?por favor me respondam

    Responder
    • Olá Marli, obrigado pelo comentário.

      Marli, a regra básica para tudo o que fazemos para o Senhor é de sempre seguir a Sua direção.

      Deus lhe direcionou a fazer isso? Não é uma prática muito comum, mas não acredito que alguém a veja com maus olhos.

      O mais importante é continuar buscando constantemente a direção do Espírito Santo e fazer sempre a Sua vontade.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • Olá Mirian, obrigado pelo comentário.

      O dízimo dado no altar normalmente acaba indo para a mão do pastor ou da equipe financeira da igreja. A administração desses recursos, visando sempre o que é bíblico, é uma das atribuições do pastor.

      Não sei se respondi sua dúvida, portanto, se quiser continuar nossa conversa, será muito bem vinda.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  125. Na palavra nos diz que quem crê e ser batizado será salvo mas quem não crê é condenado. Se me amais e quardar meus mandamentos tudo pode .dizem quê dizimo não salva .em Mateus 23 JESUS repreende os fariseus e mestres sobre dizimar e esquece do resto da lei sobre justiça, misericórdia e fidelidade. Mas fala que são hipócritas pois cobram uma coisa e não faz as outras.a pergunta é e se a Pessoa faz todas as coisas que JESUS colocou mas não dízima ela é salva?

    Responder
    • Não existe registro na bíblia:
      1 Que Jesus dezimou
      2 Que na Igreja primitiva existia esta prática.
      3 Dos apóstolos requerendo dízimos
      4 No livro de Hebreus este mandamento é abrogado.
      5 Dízimo bíblico nunca foi dinheiro. ( só o levita pode requer)
      5 – Todo que requer dízimo em dinheiro, como mandamento bíblico é mentiroso. Ladrão e Salteador.
      Dai Cesar o que é de Cesar e a DEUS o que é Deus.
      Quando requer para Deus parte do Dinheiro, está afirmando que Deus é Cesar pertence a mesma ou divide a mesma.

      Responder
      • Olá José, obrigado pelo comentário.

        Espero todavia, que esteja bem seguro ao falar tudo isso, pois está dizendo que uma porção de pastores por aí são ladrões. É uma acusação bem grave meu amigo. Tenho o receio de que nem todos os que utilizam a prática do dízimo sejam mentirosos, ladrões e salteadores.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
          • Olá José, obrigado pelo comentário.

            Sobre a sua interpretação dos dízimos ser a verdade, é algo questionável. Mas não vou entrar novamente nesse mérito. A minha única consideração foi para que o nobre amigo tomasse cuidado ao classificar tantas pessoas assim como ladrões e mentirosos.

            Imaginemos apenas por um instante que você esteja certo: o ato de dizimar não é uma prática bíblica para a igreja de hoje. Será realmente que todos os pastores que pregam que o dízimo é correto são ladrões? Será que algum deles não poderia apenas estar com uma interpretação errada de um assunto que é tão delicado?

            E, se esse pastor está apenas com uma interpretação incorreta e inocente, será que ele é um mentiroso, ladrão e salteador como você mesmo falou? Então podemos chamar Pedro de mentiroso, que quase ensinou as pessoas que a circuncisão era necessária.

            Cuidado meu amigo, classificar as pessoas como se todas fossem iguais ou agissem de acordo com os mesmos ideais é um risco.

            Deus abençoe sua vida.

        • Não existe registro na Bíblia:
          1 Que Jesus dizimou ou requereu dízimo (Jesus descende da Tribo de Judá)
          2 Que na Igreja primitiva existia esta prática;
          3 Dos apóstolos dando ou requerendo dízimos;

          Dízimo bíblico nunca foi dinheiro. (Só os levitas podem requerer)
          No livro de Hebreus o mandamento do dízimo é ab-rogado.

          Daí Cesar o que é de Cesar e a DEUS o que é Deus.

          Quando alguém requer para Deus parte do Dinheiro, está na verdade afirmando que Deus e Cesar pertence ou divide a mesma moeda.

          Todo aquele que requer dízimo em dinheiro como sendo um mandamento bíblico nunca conheceu a DEUS e sua Santidade.

          Responder
          • Olá José, mais uma vez você por aqui. Mais uma vez obrigado pelo comentário.

            Chego a pensar que talvez você tenha raiva do dízimo, seus comentários são bem ácidos.

            Mas já que você gosta muito das práticas da igreja primitiva, que certamente não incluem o dízimo, espero que você esteja fazendo as mesmas coisas que eles faziam: depositar todo o seu dinheiro aos pés dos líderes da igreja, vender suas propriedades e ofertar esse valor. Eles faziam tudo isso crendo que os apóstolos fariam a melhor administração possível do dinheiro.

            Na minha leiga opinião temos muito a aprender com a igreja primitiva, temos que resgatar muitos valores que se perderam ao longo do caminho. Porém não podemos ser exatamente iguais à ela. O mundo mudou, as pessoas mudaram e a maneira como a igreja se organiza mudou.

            Certamente isso não pode abrir caminho para heresias ou práticas que são totalmente contra a Palavra, mas também não podemos esperar que sejamos totalmente iguais.

            Novamente, esta é apenas a opinião de um leigo.

            Deus abençoe sua vida.

          • O pecado de Ananias e Safira não foi dar somente parte da fazenda, mas foi mentir ao Espirito Santo, eles não precisava dar parte nenhuma. ( o dar precisa ser por gratidão e não por necessidade ou interesse)
            Temos que servir a Deus com inteireza de Coração.
            na Igreja primitiva nunca requereu dinheiro para Deus, as Coletas é para irmãos e Construções e sobrevivência.dízimo está associado a recompensa material este propósito se encerra na morte do senhor Jesus.
            Não tenho nada contra as pessoas voluntariamente dar, devolver o doar parte do seus bens a Igreja ou aos pobres. (isto não pode ser Dízimo por mandamento, precisa ser por gratidão)

          • Olá , José, tudo bem? Tenho visto os seus comentários sobre dízimos e percebi a sua opinião contrária sobre o dízimo, pense bem vc acha que no mundo de hoje, às coisas acontecem sem o dinheiro eu penso se vc acredita que tudo que adquirimos é por intermédio de Deus, que tudo depende Dele então o dízimo é muito pouco, vamos contribuir de maneira liberal e sem ‘pressões ‘ será que vc ofertaria 20 ou 30 ou até mesmo 50 % do que vc ganha? Leia 1 cor 9:13,14. Deus abençoe !!!

          • Olá Wellington, obrigado pelo comentário.

            Continue ligado aqui no blog, temos novos posts todos os dias.

            Deus abençoe sua vida.

          • Olá senhor José! Meu nome tambem é José, Porem dizimista e ofertante, diz a Biblia que, onde está o teu tesouro, ai está o teu coração, seu coração está no dinheiro, está explicado tanta implicância com o dizimo, diz a Biblia que é mais facil um camelo passar no fundo de uma agulha que um rico entrar no Reino do Ceu, “dinheiro compra tudo”, consegue trocar todos os orgaos do corpo como se fosse peça de carro, mas o bem mas precioso que um ser humano pode ter, o dinheiro não compra, que é a SALVAÇÃO, a SALVAÇÃO é de graça para quem quer, para ir pro inferno, o ingresso é muito caro e o pagamento é antecipado.

          • Olá José Antonio, obrigado pelo seu comentário.

            Temos posts novos todos os dias aqui no blog, não deixe de nos visitar.

            Deus abençoe sua vida.

    • Olá miguel, obrigado pelo comentário.

      Todas as vezes que sou questionado sobre as regras para salvação, deixo a mesma resposta: quem decide isso é Deus, vamos deixar então que ele julgue quem será e quem não será salvo.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • Wellington,

        Claro que a Igreja precisa ser mantida pelos seus membros.
        O Mandamento de Dízimo em Dinheiro não é Bíblico.
        As Igrejas podem definir a quantia ou porcentagem que os seus membros devem ofertar mensalmente.

        O que não pode é ligar a fidelidade a Deus a entrega de Dízimo em Dinheiro.
        O que não pode e ligar a fidelidade a Deus a entrega de ofertas.

        Jesus morreu na Cruz para mudar nossa sentença de Morte para Vida e para isso precisamos aceita-lo.
        Agora te pergunto.
        O que é Viver do Evangelho?

        Responder
  126. Como está escrito se vc cumpri os mandamentos de Deus e deixa um só pra trás não o cumprindo vc estará desobedecendo a lei de Deus e se amamos há Deus temos que obexercer todos os seus mandamentos até os mais pequenos por como diz a palavra as mínimas coisas que impedirá o homem de entrar nos céus.

    Responder
  127. conhecereis a verdade e a verdade vos libertara, muitos comentarios que vi sao de pessoas que ainda estao longe da verdade ainda nao foram tocados com o espirito santo , ora , percebam que o dizimo e para a casa do senhor.

    Responder
    • Olá Vandressa, obrigado pelo comentário.

      Fico muito feliz que você tenha gostado. Espero que você continue acessando o blog sempre, temos novos posts todos os dias.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • Olá Marilene, obrigado pelo comentário.

      Não são todas as igrejas que pedem que você coloque o seu nome. Na igreja que frequento, apesar de você poder colocar o seu nome, quase ninguém coloca.

      Algumas igrejas utilizam essa informação para saber quem pode pedir uma análise das finanças da igreja. Dizimistas, na teoria, devem poder ver no detalhe como estão as finanças da instituição.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  128. Me batizei em 16/102016 sempre acreditei que temos que devolver o dizimo. Mas só não entendo porque temos que colocar nosso nome no envelope, assim a tesouraria da igreja que congregamos sabem sobre o salário de tds os irmãos, na minha opinião acho constrangedor! O que o sr poderia me dizer pois estou com essa dúvida pois minha cidade é pequena tds se conhem e somos imperfeitos, acho que me parece invasão de privacidade! ,

    Responder
      • Como você pode ser um diácono ou pastor na casa de Deus e pregar sobre dízimo e não ser um dizimista? Então a igreja é um lugar santo e não deixa de ser uma empresa. Toda empresa deve ter seu controle e se não tiver a bagunça toma conta e fica do jeito dos empregados. Vc. lembra da passagem Salomão e do templo que ele construiu? As torneiras do templo era de PVC? Ou de Ouro puro? De onde vinha toda arrecadação para ter tudo lindo na casa de Deus?

        Responder
        • Olá Clodoaldo, obrigado pelo comentário.

          Espero que você continue acompanhando o blog. Temos novos posts todos os dias.

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
  129. Quando a pessoa não dizima na igreja, mas ela oferta e ajuda aos irmãos que precisa, isto não é a mesma coisa de dizimar, pois hoje vemos muitos pastores usando o dizimo para as suas vaidades e muitos irmãos precisando e eles não ajudam, me explique por favor

    Responder
    • Olá Marilza, obrigado pelo comentário.

      Essa é sempre uma questão muito delicada de responder. Vou tentar fazer isso da melhor maneira possível.

      Primeiramente, o dízimo comumente foi entregue ao sacerdote, por isso a prática de entregarmos os nossos dízimos na igreja. Isso aconteceu com Abraão e Melquisedeque antes da lei e também durante a lei, onde os dízimos eram entregues aos levitas.

      Sobre entregar o dízimo a irmãos que precisam, apesar de certamente ser algo louvável, acredito que isso não seja um dízimo, mas sim uma oferta muito bela.

      Em relação à maneira como alguns pastores utilizam o dízimo, é bem complicado afirmar que eles o utilizam para suas vaidades. Não conheço a igreja que você congrega, mas falar isso é como fazer algum tipo de julgamento, o que é sempre perigoso. Agora, se você tem plena e absoluta certeza de que, de maneira incontestável, a utilização dos dízimos em sua igreja está sendo feita de maneira que desagrada a Deus, fica a pergunta: será que é o melhor lugar para você estar?

      Eu sou tranquilo em dizer que congrego numa igreja onde os dízimos são muito bem utilizados. Por isso não tenho nenhum receio de entregar lá os meus dízimos.

      No seu comentário você ainda fala sobre o fato de seus pastores não ajudarem quem precisa. Certamente é mais um ponto complicado, pois me parece que você não confia muito nas pessoas que estão pastoreando a sua igreja. Além disso existe o fato de que é impossível ajudar todas as pessoas que precisam, Jesus mesmo nos disse que os pobres sempre vão existir.

      Em minha igreja, apesar de distribuirmos mais de cinco mil cestas básicas anualmente, ajudarmos com o pagamento de contas atrasadas e fazermos muitas outras obras sociais, não conseguimos suprir as necessidades de todos. É bem possível que alguém, assim como você, esteja dizendo que poderíamos fazer mais mas, infelizmente, ainda não conseguimos.

      Eu não sou o pastor de minha igreja, não administro as finanças, mas tenho total tranquilidade de que estamos administrando o dinheiro da maneira correta.

      Se, por um acaso, algum dia esse dinheiro for utilizado para vaidades ou para qualquer coisa que vá contra a Palavra de Deus, espero que Deus nos mostre isso e nos livre dessas pessoas que fazem mal uso do dinheiro.

      Consegui responder seu comentário? Peço que me perdoe se, em algum momento, fui indelicado.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  130. veja como e o certo uma igreja com um gasto mês = a 50.000,00 com 1000 membros cada um deve contribuir com 100,00

    Responder
    • Olá Almir, obrigado pelo comentário.

      Não entendi muito bem a conta, pois assim a igreja está arrecadando o dobro do que gasta. É isso mesmo?

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  131. Não consigo entender como dízimo certas referências no Novo Testamento. Por exemplo, a oferta da viúva, ICo 9:13,14. Essas passagens não me sugerem dízimos, mas sim ofertas. Pode me explicar melhor. NÃO TENHO NADA CONTRA O DÍZIMO, POIS SOU DIZIMISTA SEM NENHUM PROBLEMA. SÓ QUERO ENTENDER ESSA JUSTIFICATIVA QUE É A MESMA DADA NA IGREJA DA QUAL SOU MEMBRO.

    Responder
    • Olá Alzira, obrigado pelo comentário.

      Realmente alguns versículos falam mais sobre ofertas voluntárias do que sobre dízimos. Porém esse post visa ajudar também quem vai falar sobre dízimos e ofertas na igreja, por isso inclui no esses versículos.

      Seu comentário é válido e vem colocado.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  132. Entendo que o dízimo é uma questão de fidelidade e gratidão a Deus que nos dá tudo. Independente de quem administra se certo ou errado, o importante é termos nossa consciência tranquila por sermos fiéis ao Senhor e quem administra que responda diante de Deus.

    Responder
    • Olá Valderez, obrigado pelo comentário.

      A grande questão que se debate nesses tantos comentários é sobre a obrigatoriedade e a maneira como alguns pastores ministram sobre o assunto, colocando um peso sobre os irmãos.

      No mais, você está coberto de razão, o dízimo é uma questão de fidelidade e gratidão.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
    • mariza sobre seu comentario é o meu ponto de vista acho que devemos sim dar nossos dizimos e ofertas a casa do senhor,quanto a sua questão de ajudar os irmãos acho um gesto muito bonito,mais assim ao invés de voce tirar o seu dizimo para dar para outros irmaos que precisam porque vc não tira a oferta ja que voce acha que seus pastores estão usando esse dinheiro de forma errada porque como diz na palavra nós temos que dar os nossos dizimos ao senhor porque tudo é dele. e quanto a essa questão de pastores gastando indevidamente o dinheiro, não se preocupe eles ja reberam o que é devido a eles, pois sobre sobre a vida deles o peso e a cobrança é muito maior, portanto não se preocupe apenas faça a sua parte,pois Deus esta no controle de tudo.

      Responder
      • Olá Joel, obrigado pelo comentário.

        Continue participando do blog, respondendo comentário e colocando seu ponto de vista. É muito bem vindo.

        Deus abençoe sua vida.

        Responder
  133. É evidente de que o dízimo não era uma obrigação da Igreja, assim, apenas um sentimento prevaleceu nos corações, quanto a contribuição, após a morte de Cristo,o de dar sem qualquer coação ou estipulação percentual, baseado no amor e na consciência.
    Cristo quando ainda na terra já havia mostrado que a quantidade é suplantada pela qualidade do sentimento com que se oferta, exemplificando isso com a dádiva da viúva pobre. A oferta da viúva pobre, por sinal, nos traz o conceito da qualidade do ato deofertar, não a sistemática a ser adotada. Imagine se a viúva, a cada centavo angariado depositasse no tesouro do Templo. Um único pensamento nos vem a cabeça: ela se alimentaria? Se um indivíduo receber seu salário a cada 30 dias, por exemplo, e, no dia do recebimento entregar todo ele a uma igreja, qual seria seu sustento nos 30, 60, 90 dias seguintes? concluímos tranqüilamente que a oferta da viúva deve ser vista pelo ângulo do coração, não pela regra da prática, certamente, ela, pobre como era, recebia a partilha do dízimo, conforme prescrita na Lei, e os leptos que ainda restavam-lhe, com pureza de pensamento,depositou no tesouro do Templo.
    Os cobradores costumam, enfatizar que os doadores mesmo tendo pouco ou quase nada, deve contribuir com ofertas e dízimos, alegando a intervenção de Deus no suprimento destes. Pena que a fé exigida dos ofertantes não é praticada pelos recebedores. Ora, por que não crêem que mesmo não recebendo dos desafortunados, Deus os poderia suprir também? A incredulidade deles, devora a fé, e aí preferem não arriscar na providência divina, “Deixa que a providência atue nos que nada tem”, e aí cai bem o ditado popular que diz: “Farinha pouca, meu pirão primeiro.”É esse o pensamento da grande maioria dos líderes hoje em dia, talvez não com essas exatas palavras, mas exatamente com esse coração.

    Responder
    • Olá Franklin, obrigado pelo comentário.

      Respondo milhares de comentários aqui no blog e vejo comumente pessoas que se revoltam com alguns líderes de igrejas e acabam colocando todos como farinha do mesmo saco.

      Peço apenas, como costumo fazer, que tome cuidado ao julgar o todo pela parte, mesmo que a parte seja suficientemente grande. Muitos pastores, creio eu, não tem esse sentimento que você relatou em seu comentário.

      Se isso for verdade, seu pensamento está levemente equivocado e suas palavras acabaram ferindo alguns que procedem corretamente.

      Não estou aqui dizendo que você está certo ou errado, apenas pedindo que reflita sobre o que falei.

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
      • Deus abençoe Andre.

        André,não expus nenhum argumento ad hominem a ponto de ferir alguém,apenas demonstrei a inconsistencia dessa doutrina extra-bíblica e o equívoco dos líderes neo-dizimistas em ressuscitar a velha aliança.
        Pelo que vc entendeu acerca do que penso,talvez aparentemente possa parecer que sou um”rebelde”ou que não gosto de líderes e pastores. Pelo contrário,eu amo todos os irmãos independente dos erros e equívocos,e da má aplicabilidade de certos textos bíblicos,pois todos nós erramos em certa medida em alguma coisa.
        Acredito que a maioria dos líderes acreditam nisso pq não examinam muito bem as escrituras,falta hermenêutica nas suas interpretações, pois passam a maior parte do tempo preparando sermões. Talvez por isso caem no engano dos apologistas neo-dizimistas que constroem belas falácias bem argumentadas,capaz de enganar muitos,como um dia também já fui. E existe tmb o pragmatismo,que por sinal,é a ideologia filosófica mais comum em nossa sociedade materialista.
        Por isso,penso eu que esses fatores somam muito,mas muito mais do que um coraçao 171 por parte dos pastores neo-dizimistas.

        O modelo de arrecadação e distribuição no tempo dos apóstolos não era o mesmo aplicado aos levitas. Veja em Atos 4.34-35. Aqui os irmãos repartiam o pão,ou seja,repartiam seus bens materiais. Ex.: Alguém que tivesse um carros de luxo,tendo um irmão passando necessidade na mesma congregação,era exortado pelos líderes a vender o carro distribuir o valor da venda a eles,e oque sobrava eles compravam outro de menor valor,(se sobrasse)e se algum irmão tinha casas para alugar, e na mesma igreja tendo um irmão que morava de aluguel, o dono das casas era exortado a doar sua casa e doar ao irmão que vive no aluguel.
        A tônica da metodologia dessa prática era desprover a desigualdade social entre os irmãos em Cristo, da mesma maneira que aprouve à Deus fazer no modelo de partilha agrária no tempo do antigo Israel. Cada modelo segue para que não haja desigualdade social, e é conveniente que sofra modificações com base na mudança da Lei. Pois o sacerdócio levítico não mais existe,pois se tornou desnecessário. E no N.T. não vimos os apóstolos reividicando a herança dos levitas,porque eles não eram da tribo de Levi,e mesmo se fossem,eles estariam isentos do serviço sagrado,e estariam livres para procurarem serviços seculares,uma vez que Deus não requeriria sacrifícios de animais para expiaçao de pecados.
        Mesmo se a antiga aliança estivesse em vigor,o apóstolo Paulo não teria direito aos dízimos,pois ele era da tribo de Benjamim.

        Hoje nunca vi nenhum pastor exortando na igreja para que as pessoas vendam seus bens e suas riquezas e doa-las aos que mais precisam. Nosso Senhor Jesus Cristo não exortou o jovem rico em Mt 19.16-22? Porque não pregam a verdade?vc acha que é por medo de perder ovelhas ou porque não lhes é conveniente? talvez sejam até as duas situações.
        A prática de hoje nas igrejas não é uma obediência aos mandamentos de Cristo,pois oque os ricos são exortados a fazer é simplismente doar esmolas e cestas básicas aos pobres.?Ou vc já conheceu algum líder eclesiástico que disse para um evangélico rico vender suas riquezas e dor aos pobres?
        Como pode haver irmãos em Cristo e líderes evangélicos ricos dormirem em seus confortáveis travesseriros,em seus ar-condicionados e ao mesmo tempo sabendo que a todo segundo pessoas e crianças morrem de fome? O Espírito de Santo de Cristo não os compeliria à doar suas riquezas a ponto de ter somente o necessário?Onde que o Espírito Santo habita em meio as vaidades do mundo? Porque os líderes veêm essa situação e se omitem? Ou vamos tentar isenta-los da omissão, presumindo por hipótese que eles são ignorantes em relação à Mt 19.16-22 e At 4.34-34?
        É por causa disso que fico triste com os líderes. Vc entende?
        Temos que nos revestir do Espírito Santo de Cristo para tentar mudar essa situação,sem medo de pregar a verdade,mesmo que custe nossas próprias vidas.

        A Verdade tem que ser dita e demonstrada ,tanto para ateus,católicos,espíritas,muçulmanos,como para os evangélicos.

        Responder
        • Olá Franklin, obrigado pelo comentário, foi muito rico e construtivo.

          Entendi seu ponto de vista e achei que você foi muito educado em sua resposta, o que me alegra muito.

          Deixe-me tirar mais uma dúvida, se me permite: qual prática de ofertas e igualdade social você pratica em sua igreja? Você acredita que viver como você citou em seu comentário seria aplicável ao mundo hoje? Quais seriam as consequências dessa prática?

          Deus abençoe sua vida.

          Responder
  134. Uma pergunta: “Com a vinda e morte de nosso Senhor Jesus, a Lei, que envolvia o dízimo, não foi revogado(anulado) conforme diz Hebreus 7: 18; Colossenses 2: 13,14 e outros textos?

    Responder
    • Olá Isidoro, obrigado pelo comentário.

      O dízimo foi praticado antes da lei, tornou-se lei e foi praticado por muitos séculos. A lei que envolvia o dízimo foi anulada mas, existindo ele antes da lei, não continua válido?

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  135. Se assim for, pra nossa adoração ser aceitável a Deus, não mas precisamos estar sob a ‘obrigação’ da Lei.

    Responder
    • Olá Isidoro, obrigado pelo comentário.

      Infelizmente não entendi o que você quis dizer. Você poderia explicar-me melhor?

      Deus abençoe sua vida.

      Responder
  136. Olá Franklin, obrigado pelo comentário, excelente contribuição.

    Porém, você acredita que possamos fazer exatamente como fazia a igreja primitiva?

    Deus abençoe sua vida.

    Responder
  137. Sua pergunta: “A lei que envolvia o dízimo foi anulada mas, existindo ele antes da lei, não continua válido?”

    Responder