Preparado para o chamado de Deus

“Então, disse Samuel ao cozinheiro: Traze a porção que te dei, de que te disse: Põe-na à parte contigo. Tomou, pois, o cozinheiro a coxa com o que havia nela e a pôs diante de Saul. Disse Samuel: Eis que isto é o que foi reservado; toma-o e come, pois se guardou para ti para esta ocasião, ao dizer eu: Convidei o povo. Assim, comeu Saul com Samuel naquele dia.” (1 Samuel 9:23-24)

Falei sobre esta história algumas vezes, e nós podemos extrair ainda algumas coisas dela. No dia anterior à unção de Saul como rei, Samuel foi sido avisado por Deus de que o rei que o povo pedira chegaria. 

Ler mais

Caminhando com segurança

“Quando Samuel viu a Saul, o SENHOR lhe disse: Eis o homem de quem eu já te falara. Este dominará sobre o meu povo.” (1 Samuel 9:17)

Lembre-se da situação? O povo de Israel havia pedido para Samuel um rei, indo contra a vontade do profeta e de Deus. Porém, em sua eterna sabedoria, Deus atende o desejo do povo e leva Saul até Samuel.

Ler mais

O direito do rei

“Agora, pois, atende à sua voz, porém adverte-o solenemente e explica-lhe qual será o direito do rei que houver de reinar sobre ele.” (1 Samuel 8:9)

Quando o povo de Israel pede um rei para Samuel, o profeta fica entristecido e, buscando a Deus, ouve do Senhor que ele deveria atender o povo, apenas explicando quais seriam os direitos do rei.

Ler mais

Trazer a arca da aliança

“Voltando o povo ao arraial, disseram os anciãos de Israel: Por que nos feriu o SENHOR, hoje, diante dos filisteus? Tragamos de Siló a arca da Aliança do SENHOR, para que venha no meio de nós e nos livre das mãos de nossos inimigos. Mandou, pois, o povo trazer de Siló a arca do SENHOR dos Exércitos, entronizado entre os querubins; os dois filhos de Eli, Hofni e Finéias, estavam ali com a arca da Aliança de Deus.” (1 Samuel 4:3-4)

Israel havia acabado de perder uma batalha contra os filisteus. Para não ser derrotado novamente o povo pede que seja trazida a presença de Deus para o meio da batalha. Então é trazida a Arca da Aliança e o resultado da batalha é ainda pior, além de muitos homens mortos, a arca é roubada.

Ler mais

Deuses estranhos

“Falou Samuel a toda a casa de Israel, dizendo: Se é de todo o vosso coração que voltais ao SENHOR, tirai dentre vós os deuses estranhos e os astarotes, e preparai o coração ao SENHOR, e servi a ele só, e ele vos livrará das mãos dos filisteus.” (1 Samuel 7:3)

Já falei diversas vezes sobre a questão da idolatria, deuses estranhos, arrependimento e a exclusividade em nossos corações. Mas, sempre que leio algo na Palavra sobre isso, preciso fazer uma auto reflexão.

Ler mais

Temor pela presença de Deus

“Então, disseram os homens de Bete-Semes: Quem poderia estar perante o SENHOR, este Deus santo? E para quem subirá desde nós?” (1 Samuel 6:20)

05

Nota-se que, após sair de seu lugar de origem, por onde a arca passou, trouxe mortes e/ou doenças graves. Era um caminho de terror por onde a arca passava. Por este motivo os filisteus decidem devolvê-la, por não terem mais para onde enviá-la diante do temor de todos os povos. 

Ler mais

Fazer o que é certo

“O SENHOR, pois, tornou a chamar a Samuel, terceira vez, e ele se levantou, e foi a Eli, e disse: Eis-me aqui, pois tu me chamaste. Então, entendeu Eli que era o SENHOR quem chamava o jovem.” (1 Samuel 3:8)

Temos uma imensa dificuldade, principalmente aqui no Brasil, de fazermos aquilo que é correto. Sempre tentamos fazer as coisas de uma maneira mais fácil, pulamos algumas etapas e não obedecemos ordens. Infelizmente esta ainda é uma marca cultural. 

Ler mais

Participantes do pecado alheio

“Porque já lhe disse que julgarei a sua casa para sempre, pela iniqüidade que ele bem conhecia, porque seus filhos se fizeram execráveis, e ele os não repreendeu.” (1 Samuel 3:13)

Uma vez eu estava numa roda de amigos ouvindo alguns causos. Eles estavam contando coisas engraçadas e eu, menino ainda, ria com eles, por mais que aquilo que estava sendo falado não fosse correto para um cristão. 

Ler mais

Eles desprezavam a oferta do Senhor

“Era, pois, mui grande o pecado destes moços perante o SENHOR, porquanto eles desprezavam a oferta do SENHOR.” (1 Samuel 2:17)

Lembra-se de Caim? Qual foi o pecado dele? Matar o irmão? Também, mas antes disso ele ofereceu ao Senhor algo que não era o seu melhor, de certa maneira, ele desprezou a oferta do Senhor. Assim fizeram os filhos de Samuel, que desprezavam as ofertas que eram trazidas pelo povo de Israel.

Ler mais