Conheça os mistérios do Reino do céus

Reino dos céus

“E, acercando-se dele os discípulos, disseram-lhe: Por que lhes falas por parábolas? Ele, respondendo, disse-lhes: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles não lhes é dado.” (Mateus 13:10-11) Neste post quero dizer sobre um, de vários benefícios que temos por sermos discípulos de Cristo: intimidade. Discípulo tem o … Ler mais Conheça os mistérios do Reino do céus

Por que fomos criados?

“Ou desprezas tu as riquezas da sua benignidade, e paciência e longanimidade, ignorando que a benignidade de Deus te leva ao arrependimento? Mas, segundo a tua dureza e teu coração impenitente, entesouras ira para ti no dia da ira e da manifestação do juízo de Deus” (Romanos 2:4,5) Por qual motivo eu estou aqui? Por … Ler mais Por que fomos criados?

Homossexuais e Cristãos

“É uma vergonha que qualquer um faça chacota, provoque ou agrida outro humano feito a imagem de Deus. Dito isso, eu penso que devemos deixar mais uma coisa clara, no que tange o discurso civil: discordar não é odiar. Eu espero que ainda possamos ter uma conversa de verdade nesse país sobre pontos de vista diferentes sem retratar um ao outro da pior forma possível. A ideia de que discordar do comportamento homossexual necessariamente resulta em perigo aos gays é elaborada para encerrar as conversas e imediatamente definir um ponto de vista (nesse caso, o ponto de vista cristão) como fora dos limites.” [Continua…]

Paz.

Ausência da graça

Olha, eu realmente gosto do blog da Daniela Nogueira, o Trinta e três. Não sei se é porque nós dois admiramos demasiadamente Philip Yancey ou se é por outro motivo. Não nos conhecemos, e provavelmente nem vamos nos conhecer, mas eu admiro seus textos.

Hoje li um onde ela fala sobre o câncer do presidente Lula. Segue um trecho, mas para ler ele inteiro você vai ter que clicar aqui.

A igreja, que foi presenteada com a graça, deveria ser a primeira a manifestar a graça em momentos assim. É a oportunidade perfeita para mostrar que somos de fato diferentes, pois vivemos pela graça. Que sabemos que todos somos pecadores miseráveis que mereciam o inferno, mas fomos atingidos por uma graça irresistível que também está disponível para essas pessoas tão miseráveis como nós. Não falemos de justiça, pois a graça é, de certo modo, injusta. Recebemos a salvação, quando deveríamos ter recebido o castigo. Isso iguala a humanidade, não há ninguém mais ou menos merecedor dela.

Paz.

Versículo do dia – A graça injusta

“E, tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça, e em sua mão direita uma cana; e, ajoelhando diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, Rei dos judeus.” (Mateus 27:29)

Ontem, lendo esta passagem fiquei refletindo sobre o quanto Jesus sofreu por meus pecados. Como é injusta a graça não é mesmo? Ele não merecia estar ali e eu nunca mereci que Ele estivesse ali. E não foi fácil para Ele também, foi uma decisão de amor. Um amor incomparável, sem explicação, que vai além de nosso entendimento, muito diferente dos amores egoístas que estamos acostumados a viver aqui na Terra [continua…]

Versículo do dia – A graça e a lei

“Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo.” (João 1:17)

A graça é algo extremamente complicado de ser compreendido. Nós, os seres humanos, estamos acostumados às leis da recompensa e da justiça própria, e isso faz com que a graça seja algo inadmissível muitas vezes. Libertar-se da lei para viver na graça foi algo impossível para alguns fariseus e é algo que nos atrapalha constantemente hoje em dia [continua…]

Quantos pontos você tem com Deus?

“Um homem morre e vai para o céu. Quase. Em frente aos imensos e imponentes portões dourados é recepcionado por S. Pedro.

– São Pedro?! – diz o homem admirado; que alegria de te conhecer! Mas, diga-me, que mais preciso para entrar por estas portas?

São Pedro desconfia, e começa a explicar:

– Ninguém pode passar por estas portas se tiver qualquer dívida com Deus; significa que você precisa atingir 100 pontos para entrar… Se você atingir os 100 pontos, sua divida estará paga, e você entra…”

Essa história continua lá no blog do Marcelo Lemos. Vale a pena a leitura.

Paz.