Ausência da graça

Olha, eu realmente gosto do blog da Daniela Nogueira, o Trinta e três. Não sei se é porque nós dois admiramos demasiadamente Philip Yancey ou se é por outro motivo. Não nos conhecemos, e provavelmente nem vamos nos conhecer, mas eu admiro seus textos.

Hoje li um onde ela fala sobre o câncer do presidente Lula. Segue um trecho, mas para ler ele inteiro você vai ter que clicar aqui.

A igreja, que foi presenteada com a graça, deveria ser a primeira a manifestar a graça em momentos assim. É a oportunidade perfeita para mostrar que somos de fato diferentes, pois vivemos pela graça. Que sabemos que todos somos pecadores miseráveis que mereciam o inferno, mas fomos atingidos por uma graça irresistível que também está disponível para essas pessoas tão miseráveis como nós. Não falemos de justiça, pois a graça é, de certo modo, injusta. Recebemos a salvação, quando deveríamos ter recebido o castigo. Isso iguala a humanidade, não há ninguém mais ou menos merecedor dela.

Paz.

Deixe um comentário