Mensagem

Por que devo dar o dízimo – Honra e amor

Por que devo dar o dízimo - Honra e amor

Por que devo dar o dízimo? Pois eu entendo que, na minha congregação, temos pastores em tempo integral que precisam se sustentar e dar conforto às suas esposas e filhos. Pois eu sei o valor que tem uma escola particular, de boa qualidade, na qual eu gostaria que o filho do meu pastor estudasse. Eu dizimo pois tenho alegria em ajudar a sustentar o meu pastor.

Eu sei que muitos vão considerar que isso é um absurdo, que os apóstolos não tinham luxo, que Jesus não tinha lugar para recostar sua cabeça (Mateus 8:20) e que querer conforto é errado. Quando ouço isso lembro-me do seguinte texto:

“Nada façais por partidarismo ou vanglória, mas por humildade, considerando cada um os outros superiores a si mesmo. Não tenha cada um em vista o que é propriamente seu, senão também cada qual o que é dos outros.” (Filipenses 2:3,4)

Se eu quero dar o melhor para minha família, por qual motivo não iria querer o mesmo para a família da pessoa que ora por mim, que me aconselha quando preciso, que está ao meu lado no tempo bom e no mau também? Por qual motivo eu me consideraria mais qualificado para viver em conforto se meu pastor não vive assim?

“Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós; e devemos dar nossa vida pelos irmãos. Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar- lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus?” (1 João 3:16,17)

Por que eu não daria meu dízimo para que a igreja possa pagar o salário de meu pastor se até a minha vida eu teria que entregar a ele? E antes que venham me apedrejar por causa das pessoas que passam necessidade e não ajudamos por que damos o dízimo, utilizando como base para isso o mesmo texto que utilizei aqui, eu recomendo que procure o significado da palavra”irmão”, neste contexto.

Apenas para deixar a coisa um pouco mais clara, eu quero dizer que conheço pessoalmente meu pastor, que sei quem ele é, ele me conhece, minhas qualidades e defeitos. Por isso não vou ficar contra-argumentando críticas do tipo “mas o pastor pode roubar o dinheiro do dízimo”. Se uma pessoa pensa assim, ou não conhece o caráter de seu pastor ou acredita ser justa o suficiente para crer que com ele mesmo não aconteceria a mesma coisa.

O meu argumento sobre por que eu dou o dízimo não acaba aqui, por isso leia os seguintes posts:

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Adicionar comentário

Deixe um comentário