Versículo

Versículo do dia – Leva tempo

“E ela disse a seu marido: Eis que tenho observado que este que sempre passa por nós é um santo homem de Deus” (2 Reis 4:9)

Hoje, lendo este versículo, pensando sobre o que eu iria escrever, apesar de tantos pensamentos passarem por minha lista de assuntos para escrever, tive um lampejo: leva tempo para saber se uma pessoa está realmente em Deus ou não.

Lembro-me de uma ministração do Silas Malafaia, no tempo em que ele usava bigode, onde ele falava sobre as pessoas que se converteram ontem e hoje já estavam num programa de televisão falando sobre escatologia, homilética e outros assuntos mais profundos da teologia e da pregação. Este é um típico caso de assunto que se leva tempo para conhecer.

A mesma coisa com as pessoas: leva tempo para saber se uma pessoa é um enviado de Deus ou não. Não podemos acreditar na conversão de uma pessoa apenas por que ela é famosa, não podemos conhecer o coração de uma pessoa se não andarmos com ela.

Veja que no versículo 8, um antes do versículo de hoje, está escrito que Eliseu sempre parava na casa da mulher sunamita para comer pão. Não era a primeira vez que ela o via para afirmar que ele era um homem de Deus, levou tempo, eles precisaram comer muito pão. E veja, estamos falando de Eliseu, o cara que tinha nada menos que a porção dobrada da unção de Elias…

Amados precisamos receber todo o profeta na qualidade de profeta, isso é honra. Mas precisamos saber onde estamos depositando nossas fichas, precisamos conhecer esta pessoa antes de recebê-lo. Eu sei que posso receber em total honra os meus pastores, sei, pois ando com eles, conheço os detalhes de suas vidas, conheço as qualidades, as fraquezas, a sabedoria e a vida que eles têm diante de Deus. Quando olho para a minha supervisão posso dizer a mesma coisa que a sunamita disse para seu marido: “vejo que este é um santo homem de Deus”.

Se você não conhece sua liderança espiritual a ponto de poder afirmar isso com segurança, acredito que você tenha que utilizar seu tempo “comendo mais pães” com esta pessoa. Mas esta é só a minha opinião.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário