Música

Você conhece Betto MC?

Humberto Luiz, conhecido no meio musical como Betto MC, é um rapper cristão paulista de 35 anos. Mora em Guaianazes, é casado e pai de três filhas. Ele congrega na Comunidade Cristã Deus em Família.

Betto faz trabalhos sociais e evangelísticos em clínicas de recuperação, na cracolândia, na Fundação Casa e em muitos outros lugares. Mas nem sempre foi assim.

Ainda pequeno, Humberto trabalhava na feira. Enquanto tinha um trabalho honesto, via os amigos, com funções não tão nobres, ganhando dinheiro, mulheres e fama na comunidade. Foi então que, atraído pelo dinheiro fácil, começou a vender crack.

Porém, a proximidade com a droga o fez experimentá-la. Segundo as palavras dele “… a primeira vez é o suficiente para você ficar fascinado pela droga”. Daí em diante as coisas só pioraram. Vício em crack, cocaína e maconha. Vergonha, comer lixo, tomar pedrada, se esconder das pessoas e a cadeia foram apenas algumas das coisas que aconteceram com ele.

No meio disso tudo nasceu sua primeira filha.

Seus olhos começaram a se abrir quando um dia, ainda viciado, um outro usuário lhe diz que ele não amava a filha, pois se amasse estaria com ela, e não usando drogas ali na biqueira.

“Cada peixe tem um tipo de isca” – Betto MC

Anos depois, com sua família indo para a igreja, ele começa a ser capturado por Cristo através de sua esposa. Em 2004, cansado da vida de drogas, mentiras e enganação, ele entrega a sua vida para Jesus.

Hoje ele é um resgatador de almas, ele é a isca usada por Deus para resgatar os peixes que estão em mares mais profundos, nas cadeias, nas biqueiras e nas favelas.

Uma nota final, pessoal, antes de falar sobre a sua música: eu já conheci alguns artistas, cantores e outras pessoas do meio. Poucas foram humildes como o Betto foi com o JC na Veia nos concedendo uma entrevista e falando sobre o seu trabalho evangelístico. Em nenhum momento ele se vangloriou do trabalho que faz ou da vida que tem, muito pelo contrário. É o tipo de músico que eu gosto de divulgar aqui no JC na Veia.

Falando sobre a sua música, além de independente é muito boa. Na minha opinião o destaque fica com New Funk, que é a do clipe acima. Boa letra, boa batida, realmente vale a pena ouvir.

As outras músicas como “Verdades”, “Alguém” e “Sem ter pai chorei” são mais pessoais, mais pesadas e introspectivas. Lembra muito o tipo de rap que era feito nos anos 90 aqui no Brasil. Todas levam um pouco do padrão de Deus de uma maneira que alcança as pessoas.

O primeiro álbum dele foi lançado em 2007 e se chama “Trocando Ideias”.

Quer conhecer um pouco mais do cara? Então se liga nas redes sociais onde ele está presente:

  • Facebook: Fotos, eventos e informações sempre atualizadas;
  • Twitter: Muito poucas postagens, o twitter está bem esquecido;
  • Palco MP3: Lá é possível ouvir várias de suas músicas, vale a pena;
  • Youtube: O clipe acima eu peguei do canal dele, mas não existe muito mais que isso.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário

Quer saber antes de todo mundo o que acontece no JC na Veia?
Assine nossa newsletter
Essa é uma lista exclusiva, poucas pessoas permanecem nela e oferecemos o melhor para nossos assinantes, conteúdo exclusivo e novidades em primeira mão.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
close-link