Mensagem

Não podemos parar na caminhada

Andando sobre o mar
André
Escrito por André

Andando sobre o mar

“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.” (Mateus 7:7-8)

Quando analisamos a vida de alguns personagens bíblicos, podemos entender o quão importante é continuarmos na caminhada, o quão importante é sempre aprendermos mais e mais de Cristo, o quão imprescindível para nossas vidas é ter cada vez mais intimidade com Deus.

Vejamos, por exemplo, o caso de Zaqueu (Lucas 19:2-9). Ele precisava de salvação, buscou a salvação e encontrou-a. Ele estava em um nível onde todos nós já estivemos, que é o nível de ser alcançado por Cristo.

O caso do jovem rico é um pouco diferente (Mateus 19:16-21). Ele já fazia algumas coisas corretas, já tinha entregado parte de sua vida para Deus, mas ainda lhe faltavam algumas coisas. Ele buscou saber o que era e encontrou a resposta.

Já o caso de Pedro era ainda diferente dos outros dois (Mateus 14:22-29). Pedro estava buscando conhecer se aquele homem que andava sobre o mar era realmente Jesus e vai andar sobre o mar com Ele. Pedro sabia que, se fosse realmente Jesus, ele também andaria sobre o mar.

Este é um outro nível. Pedro já havia sido alcançado, já tinha entregado diversas áreas de sua vida para Deus mas estava querendo mais, estava querendo experimentar algo prático através de sua fé.

Todos eles buscaram conhecer um pouco mais, buscaram mais intimidade. Cada um, no seu nível, buscava passar para outra fase da vida com Deus.

Porém também precisamos analisar o que aconteceu com cada um deles, pois não basta apenas buscarmos saber qual é a nova fase, precisamos optar por vivê-la.

Clique no botão abaixo e leia a segunda parte deste post…

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Adicionar comentário

Deixe um comentário