Bíblia com a página sendo virada - Profecias sobre Cristo na Bíblia

Estudo sobre Provérbios 11

Em Provérbios 11 temos uma continuação dos Provérbios de Salomão, essa coletânea de ensinos aparentemente diversos que ele nos dá através da Palavra.

Porém, assim como vimos em Provérbios 10, aqui neste capítulo também temos um assunto principal que se apresenta: o conceito de justiça e das riquezas.

Salomão fala sobre a justiça ou a riqueza em 18 dos 31 versículos deste capítulo. Mesmo sabendo que ele mesmo não faz essa organização de seus provérbios em capítulos, podemos notar que ele trouxe uma certa importância para esse assunto.

O versículo chave para entendermos o que ele está nos ensinando é o 28, que diz:

“Aquele que confia nas suas riquezas cairá, mas os justos reverdecerão como a folhagem.”

Provérbios 11:28

Este versículo é um texto chave pois é neste provérbio onde ele compara a riqueza com a justiça. Lembre-se que muitos dos Provérbios de Salomão foram escritos utilizando estas comparações entre dois pontos de vista. Neste capítulo de Provérbios 10 ele faz isso várias vezes, como nos versículos 18, 23, 26 e tantos outros.

Aqui ele está nos dizendo que a pessoa que confia nas riquezas cairá. É o mesmo ensinamento que Paulo vai nos trazer em 1 Timóteo 6:10:

“Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.”

1 Timóteo 6:10

Pela comparação que ele faz no versículo 28, entendo que não é possível andarmos na confiança das riquezas e na justiça ao mesmo tempo. Precisamos fazer a nossa escolha.

Somando isso com o que está escrito no versículo 4:

“De nada aproveitam as riquezas no dia da ira, mas a justiça livra da morte.”

Provérbios 11:4

Chego à conclusão que um dos entendimentos que Salomão está dando para a justiça aqui está ligado com justiça social, cuidarmos dos necessitados e dos mais vulneráveis. Vejo essa conexão mais claramente nos verísculos 10, 12 e 24:

“Ao que distribui mais se lhe acrescenta, e ao que retém mais do que é justo, é para a sua perda.”

Provérbios 11:24

Em resumo, parece-me que ele está falando o seguinte: não existe maneira de confiar nas riquezas e também praticar o cuidado com o seu próximo. As duas coisas não andam juntas. Cuide dos necessitados, e você terá muitos benefícios sobre a sua vida. Vejamos alguns benefícios que ele lista para o justo:

  • A justiça do justo é o prazer do SENHOR (vs 1)
  • Livra a pessoa da morte (vs 4)
  • Endireita o caminho do sincero (vs 5)
  • Livra os virtuosos (vs 6)
  • Liberta a pessoa da angústia (vs 8)
  • Liberta pelo conhecimento (vs 9)
  • O bem do justo faz a cidade exaltar (vs 10)
  • Traz um galardão fiel (vs 18)
  • Encaminha para a vida (vs 19)
  • A semente da pessoa é liberada (vs 21)
  • O desejo do justo é para o bem (vs 23)
  • Faz a pessoa reverdecer como a folhagem (vs 28)
  • Faz com que seu fruto seja árvore de vida (vs 30)

E você, o que entendeu com esse capítulo de Provérbios 11?

Paz.

Deixe um comentário