Bíblia sobre a mesa representando os Versículos Deus Santo

Falar dos milagres ou da transformação?

No último post onde falei sobre os discípulos e a multidão, comentei que uma diferença entre eses grupos era a maneira como eles recebiam a Palavra.

Meditando nisso lembrei-me do seguinte texto:

“Depois disto partiu Jesus para o outro lado do mar da Galiléia, que é o de Tiberíades.
E grande multidão o seguia, porque via os sinais que operava sobre os enfermos.” João 6:1,2

Veja que o motivo pelo qual a multidão seguia Jesus era por ele operar as curas e os milagres. Não vamos uma evidência bíblia de que aquelas pessoas estavam interessadas em ouvir ao Senhor ou entender sobre o Reino.

Infelizmente, ao longo da história da igreja, vemos a mesa coisa se repetindo: pessoas buscando o milagre, mas não buscando a verdade, a revelação transformadora do evangelho.

Esse é um dos motivos pelos quais vemos tantas campanhas de milagres por aí atraindo multidões e os professores de Escolas Bíblicas lutando para manter seu pequeno grupo. Por esse mesmo motivo não vemos campanhas do tipo “7 dias sendo moldados pela Palavra” ou “12 semanas de reflexão sobre a cruz”.

Ainda hoje certamente nos separamos em discípulos e multidão. A multidão continua buscando o milagre, a prosperidade, a porta de emprego, a cura. Os discípulos sabem que isso virá no tempo de Deus e tudo o que precisam fazer é buscar ao Senhor.

A multidão está lendo estas palavras e procurando pessoas que se encaixem como multidão. Os discípulos estão lendo estas palavras e se questionando onde eles mesmos podem melhorar.

Paz.

Deixe um comentário