Aliança para o cumprimento do propósito

“Para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. Dei-lhes a glória que me deste, para que eles sejam um, assim como nós somos um: eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste. (João 17:21-23)

Quando pensamos em aliança, o que vem a nossa mente? Creio que primeiramente já pensamos em um relacionamento, pois aliança pode significar compromisso com outra pessoa, pode nos dizer que temos algum compromisso bem sério com alguém, e que simbolizamos esse compromisso ou esse comprometimento através de uma aliança.

Mas uma aliança vai muito além de um compromisso com alguém ou meramente um símbolo.

Quando firmamos uma aliança com alguém ou com algo, precisamos ter em mente o nível de seriade que isso se implica. Vemos na bíblia por exemplo a aliança que Deus fez com Abraão:

“Então o Senhor lhe disse: “Saiba que os seus descendentes serão estrangeiros numa terra que não lhes pertencerá, onde também serão escravizados e oprimidos por quatrocentos anos. Mas eu castigarei a nação a quem servirão como escravos e, depois de tudo, sairão com muitos bens. Você, porém, irá em paz a seus antepassados e será sepultado em boa velhice. Na quarta geração, os seus descendentes voltarão para cá, porque a maldade dos amorreus ainda não atingiu a medida completa”. Depois que o sol se pôs e veio a escuridão, eis que um fogareiro esfumaçante, com uma tocha acesa, passou por entre os pedaços dos animais. Naquele dia o Senhor fez a seguinte aliança com Abrão: “Aos seus descendentes dei esta terra, desde o ribeiro do Egito até o grande rio, o Eufrates: a terra dos queneus, dos quenezeus, dos cadmoneus, dos hititas, dos ferezeus, dos refains, dos amorreus, dos cananeus, dos girgaseus e dos jebuseus”. (Gênesis 15:13-21)

Vemos a aliança que Deus fez com Abraão, prometendo diversas coisas, e obviamente cumprindo todas, pois até Deus, quando se coloca dentro de uma aliança, cumpri tudo o que diz.

Uma aliança, significa comunhão, comprometimento, amor, confiança. Através de aliança que Deus fez com Abraão, o povo de Deus cresceu, prosperou, chegando até Jesus, que nos permitiu acesso a essa aliança, a essas promessas, podendo ser chamados de filhos!

Agora que já sabemos o básico sobre a aliança e sua importância, vamos analisar um trecho da passagem que lemos logo no início desse post:

“para que todos sejam um, Pai, como tu estás em mim e eu em ti. Que eles também estejam em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste” (João 17:21)

Basicamente e resumidamente Jesus em sua oração, pede ao Pai que nós tenhamos comunhão, que sejamos um, que vivamos em aliança, para que o mundo creia que Ele foi enviado por Deus.

Concluindo que o propósito, nesse caso, é que o mundo creia que Jesus foi enviado por Deus, e para que isso se cumpra é necessário estarmos em aliança.

Quando estamos em aliança com algo, por exemplo uma igreja, uma célula, ou quando estamos em aliança com alguém, por exemplo, seu pastor, seu líder, sua autoridade espiritual, ou com um grupo de pessoas, como uma célula, fica muito mais fácil o cumprimento do propósito, tanto individual quando o coletivo.

Sabemos que o Senhor tem propósitos para cada um de nós, e para as igrejas. Por isso é necessário que andemos em aliança, unidos, como um corpo, para que a vontade de Deus seja cumprida em nosso meio.

Recomendo que você pesquise um pouco mais sobre aliança, na bíblia temos diversos exemplos de alianças, tanto as que deram certo, como alianças feitas com coisas não muito boas. Leia livros e estude sobre o assunto, é necessário estar em aliança, para facilitar o cumprimento do propósito do Senhor!

Deus abençoe!

Deixe um comentário