Versículo

Versículo do dia – Submissos à vontade de Deus

“Seja ela boa, ou seja má, à voz do Senhor nosso Deus, a quem te enviamos, obedeceremos, para que nos suceda bem, obedecendo à voz do Senhor nosso Deus.” (Jeremias 42:6)

É interessante notar a firmeza com que Joanã dirige a palavra ao profeta Jeremias. Aparentemente ele estava certo do que faria e disposto a seguir a voz do Senhor. Aqui, traço um paralelo extremamente próximo com o que acontece hoje conosco. Na verdade, vejo alguns grandes grupos de atitudes:

1 – Aqueles que simplesmente não querem saber da vontade de Deus: São aquelas pessoas, cristãs ou não, que levam as suas vidas independentes dos desejos de Deus. Não O consultam, ignoram Sua palavra e suas correções.

2 – Aquelas pessoas que, assim como Joanã, querem a direção de Deus, mas somente se a vontade do Pai for igual às deles. Se Deus tiver uma vontade que não lhe agrade, ele não quer fazer o que Deus mandou e passa a não acreditar que aquilo realmente era a vontade do Pai. Foi exatamente isso que aconteceu com Joanã. Normalmente são pessoas que oram, que cantam os louvores, que buscam um relacionamento com Deus, mas algo superficial e egoísta.

3 – Os que realmente querem fazer a vontade de Deus. São as pessoas que não se importam se a vontade de Deus vai lhes agradar ou não, se vai satisfazer suas vontades ou não. Estas pessoas apenas querem que o Pai seja glorificado.

É natural que pensemos estar entre os últimos que citei, mas será que estamos mesmo? Será que estamos dispostos a fazer a vontade de Deus, mesmo que isso nos desagrade? Mesmo que não entendamos? Mesmo que corramos um risco?

Sei que muitos, ao lerem isso vão argumentar que Deus é nosso pai e nunca vai querer nos desagradar, nunca vai querer nosso mal, e blá blá blá. Eu sei e concordo, o ponto que estou colocando é que, mesmo entre os que estão no terceiro grupo, são pessoas que tem vontades, que não necessariamente são as mesmas de Deus. A diferença é que, quem faz parte do terceiro grupo, coloca a vontade de Deus acima da sua própria.

Agora volto na pergunta: Responda aí para você, em que grupo você está? Será que isso precisa melhorar?

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário