Versículo

Versículo do dia – Deus criou o mal?

André
Escrito por André

“Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas.” (Isaías 45:7)

Bem, antes de mais nada quero lembrar aos leitores que não sou o dono da verdade, portanto analisem muito bem a Palavra de Deus antes de tomar qualquer coisa que eu digo como sendo algo bom.

Ontem entramos num debate com a seguinte questão: “Deus é o criador de tudo. É Ele também o criador do mal?”. E ficamos debatendo este assunto com diversos argumentos.

Se olharmos para o versículo 7 do capítulo 45 do livro de Isaías, veremos que Ele é o criador do mal, mas estaremos ignorando todo o contexto desta passagem e analisando ela de uma maneira errada. Então vamos ao contexto:

“Assim diz o SENHOR ao seu ungido, a Ciro, a quem tomo pela mão direita, para abater as nações diante de sua face, e descingir os lombos dos reis, para abrir diante dele as portas, e as portas não se fecharão. Eu irei adiante de ti, e endireitarei os caminhos tortuosos; quebrarei as portas de bronze, e despedaçarei os ferrolhos de ferro. Dar-te-ei os tesouros escondidos, e as riquezas encobertas, para que saibas que eu sou o SENHOR, o Deus de Israel, que te chama pelo teu nome. Por amor de meu servo Jacó, e de Israel, meu eleito, eu te chamei pelo teu nome, pus o teu sobrenome, ainda que não me conhecesses. Eu sou o SENHOR, e não há outro; fora de mim não há Deus; eu te cingirei, ainda que tu não me conheças; Para que se saiba desde o nascente do sol, e desde o poente, que fora de mim não há outro; eu sou o SENHOR, e não há outro. Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu, o SENHOR, faço todas estas coisas. Destilai, ó céus, dessas alturas, e as nuvens chovam justiça; abra-se a terra, e produza a salvação, e ao mesmo tempo frutifique a justiça; eu, o SENHOR, as criei. Ai daquele que contende com o seu Criador! o caco entre outros cacos de barro! Porventura dirá o barro ao que o formou: Que fazes? ou a tua obra: Não tens mãos?” (Isaías 45:1-9)

Nesta passagem Deus está falando que Ele é o criador de tudo, que Ele é o Todo-Poderoso, e faz o que bem lhe aprouver, simplesmente pois Ele é. E agora, você pode estar se perguntando: “André, Deus não criou o mal, Ele é bom! Está escrito na bíblia.”, ou ainda: “Mas se Ele criou o mal, Ele é um Deus mal!!”, ou pode ainda estar pensando: “Você está louco, está dizendo que Deus criou o mal!!!”.

Amados, vamos entender meu ponto de vista. Concorde se quiser, discorde se achar necessário e comente abaixo se quiser edificar o reino: o que estou dizendo é que Deus é o Todo-Poderoso e pode fazer o que lhe for conveniente. Nós nunca entenderemos certas coisas, só Ele enxerga o plano completo, nós somos limitados.

“Ai daquele que contende com o seu Criador! o caco entre outros cacos de barro! Porventura dirá o barro ao que o formou: Que fazes? ou a tua obra: Não tens mãos?” (Isaías 45:9)

Também não estou dizendo que Deus criou o pecado, afinal, o mal e o pecado são duas coisas completamente distintas. Deus é santo e não tem e nunca terá parte com o pecado, é algo inerente à sua divindade. Mas alguns tipos de mal, como as pragas no Egito, algumas perseguições ao povo de Israel, foram necessárias justamente por causa do pecado. E nós não podemos julgar se Deus está certo ou errado pois Ele é Deus, logo está certo.

Então, a resposta que fica é: “Deus criou o mal?”, bem, se você entende como “mal” algo que necessariamente não é bom, sim, alguns tipos de mal Deus criou, outros foram criados pela vontade do homem. Agora se você entende o mal como sendo igual ao pecado, a resposta é não: Deus não criou o pecado.

Para finalizar: o que quero passar hoje é que Deus é perfeito, suas vontades e desígnios são insondáveis. Mesmo que Ele faça algo que eu não considero bom, Ele continuará sendo um Deus bom e justo. Mesmo que Ele faça algo que eu não concorde, Ele continua sendo bom e justo. Ele é Deus e merece toda honra e toda glória.

E aí, o que acham?

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

21 Comentários

  • é cara, estava discutindo isso ontem anoite com alguns amigos…

    Realmente é dificil caminhar por essas passagens, ainda mais o velho testamento onde parece que estamos vendo um Deus totalmente diferente do Deus que conhecemos no novo testamento.

    O caso é que tambem esta escrito que Ele não mudou e nunca mudara, logo, a unica resposta para alguns mals entendidos é a nossa má e limitada interpretação do que Deus quiz dizer naquela passagem.

    Mas, achei muito interessante seu ponto de vista sobre a diferença do mal e do pecado, passarei isso adiante para mais um debate caloroso com meus amigos =D

    Ótimo post, que Deus te abençoe e te dee mais visão sobre a Sua palavra.

    Até mais. Paz.

  • “Também não estou dizendo que Deus criou o pecado, afinal, o mal e o pecado são duas coisas completamente distintas. Deus é santo e não tem e nunca terá parte com o pecado, é algo inerente à sua divindade.”

    Se Ele é Onipresente, Onisciente, TodoPoderoso, e nem um fio de cabelo cai sem que saiba e consinta, então tem sim “parte” com a coisa. No mínimo, permitiu!!!! Se é TodoPoderoso, então consente que o pecado e o Mal existam e tenham continuidade!!! Quem afirma que existem coisas desligadas a Ele, está afirmando que Ele não tem o controle absoluto e por isso está negando-o. Quem afirma que há opositores a Ele, ou tem que aceitar que Ele permite a existência e a Maldade destes opositores ou nega o seu Poder. Falar que existem opositores e que Ele não tem nada a ver com isso é negar o Poder Dele!!! TUDO que está aí, inclusive a Maldade, é sim por obra e consentimento Dele. Quem aceita que existem coisas que não sejam por OBRA E CONSENTIMENTO DELE, NEGA seu Poder absoluto!

    Muito mais correto é dizer: NÃO SEI. EU CREIO E ISTO ME BASTA. NÃO SEREI EU -HUMANO- QUEM EXPLICARÁ AS RAZÕES E COMPORTAMENTO DA MINHA DIVINDADE. NEM QUALQUER OUTRO HOMEM, POIS TEMOS UMA INTELIGÊNCIA INFINITAMENTE INFERIOR À DELE.

    Quem crer, que caminhe na fé. Viva na sua crença e não tente fazer o grande pecado, que é colocar-se no lugar de (arrogância…arrogância…) e tentar justificar o pensamento ou ações ou planos Dele.

    Basta responder: não sei. É uma questão de crença e eu creio. Não preciso de explicações ou justificativa.

    Aristóteles (filósofo grego, aí do Ocidente de vocês) disse: (tradução livre) QUANTO MAIS SEI, MAIS SEI QUE NADA SEI.

    • Yahadim, ótimo comentário.

      Porém Deus não tem parte com o pecado. O pecado acontece pois Ele escolheu dar o livre arbítrio para o homem. Recomendou que não pecássemos, mas nos deixou escolher. Isto não tira e nunca tirará o seu infinito poder, seu poder se extende ao ponto de permitir que o homem escolha o seu caminho.

      Valeu pela contribuição!

  • eu acho que deus eh o criador de todas as coisas, que o que eh mal ou bom muitas vezes, cada pessoa ver diferente. oque eh mal pra uns ,pode ser bom para o outro ,depende do ponto de vista. eu acho deus perfeito embora nao entendo muitas coisas que ele faz, mas nos na nossa busca da verdade comecamos a supor as coisas. isso que deus fez eh bom ou e rim..

  • Bom dia amados!!! Sou Marcos estudo filosofia na UERJ e este tema é muito interessante para a filosofia cristã. Num passado não muito distante homens como nós (preocupado com o estudo da palavra) também falaram, interpretaram e tentaram obter respostas a respeito deste tema. Foram santo Agostinho no livro A natureza do bem (De natura boni) e santo Tomás de Aquino no livro Sobre o mal (De malo), são livros que estão disponíves em qualquer livraria.
    Tanto Agostinho e Tomás de Aquino enterpretam este versículo de forma semelhante, para eles o MAL tem um significado de penalização seja para Israel e para nós crentes pecadores, em decorrência disso nós voltaremos à estar juntos de Deus novamente. Um bom exemplo é o livro de Oséias e Habacuque
    O termo hebraico TESHUVÁ (RETORNO), que tem o sentido literal de voltar a fonte de origem que as vezes é mal traduzida como arrependimento.
    É evidente, portanto, que esta prática contém muito mais do que um simples sentimento de arrependimento (embora sincero) ou “uma resolução que se toma por ocasião do Novo Ano ” (embora igualmente sincera). Teshuvá, no sentido judaico clássico, significa introspecção contínua e incessante esforço para retornar às orientações Divinas da maneira como são reveladas na Torá. É uma reorientação da vontade e desejo próprios no sentido de se adaptar à Lei Divina. Denota uma total revolução, embora gradativa, na vida pessoal; uma aspiração em unir-se a Deus. O nosso Mestre YESHUA veio tembém para fazer uma TESHUVÁ para Israel e a humanidade.
    A TESHUVÁ é necessaria para nossa vida e principalmente para Igreja de hoje, que a cada dia fica distante do que o ETERNO queria.

    Um grande abraço!

  • Bem vamos lembrar que Deus é “Deus” todo poderoso omnipotente omnisciente e omnipresente! Ele foi ele é, e ele sempre será. Ela faz o que bem intender.
    Ai daquele que contende com o seu Criador! o caco entre os outros cacos de barro! Porventura dirá o barro ao que o Criou: Que fazes? ou a tua obra: Não tens mãos?” (Isaías 45:9)

  • Li uma ilustração que diz que o mal é ausência da luz, que o frio é a falta do calor e isso é provado pela ciência segundo as leis da física, a escuridão é ausência da luz. A conclusão é que o mal existe não existe por si só. O mal é simplesmente a ausência de Deus.

      • Boa noite a todos!
        Um dia desses, estava assistindo a um vídeo no Face, e me deparei com este questionamento, onde um professor em uma classe de adolescentes, alemães, dizia o seguinte: “Se Deus existe, Ele criou o mal.” Uma aluna com a idade por volta de uns 10 a 12 anos, o questionou, perguntando-lhe o seguinte: “professor, o sr. Sente frio? E ele atordoado com a pergunta, lhe respondeu fazendo outra pergunta, você está doida, nunca sentiu frio? E a menina lhe respondeu: o senhor não sente frio, porque segundo a física frio não existe, o que existe é ausência de calor. E lhe fez outra pergunta: A escuridão existe? O professor mais uma vez, lhe perguntou, você está doida? E ela, mais uma vez o questionou, dizendo: a escuridão nunca foi provada, pois só existe aquilo que pela ciência é provado. E disse mais: Assim é Deus, Deus não criou o mal, o que há é ausência de Deus, por Deus ser Amor, a ausência d’Ele faz com que os outros cometam o mal.
        Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa? Tiago 3:11
        Meus irmãos, pode também a figueira produzir azeitonas, ou a videira figos? Assim tampouco pode uma fonte dar água salgada e doce. Tiago 3:12
        Ai dos que ao mal chamam bem, e ao bem mal; que fazem das trevas luz, e da luz trevas; e fazem do amargo doce, e do doce amargo! Isaías 5:20

        Deus vos abençoe.

  • Isaías 45:7.

    Deus Criou a Luz. E as trevas?
    Deus criou a Paz. E a guerra?
    Deus criou a santidade. E o Pecado?
    Deus criou o Bem. E o mal?

    Na ausência da luz surge as trevas.
    Na ausência da Paz surge a guerra.
    Nas ausência da santidade,surge o pecado.
    Na ausência do bem surge o mal.

    Mesmo quando Deus exerce o juízo ele está sendo bom. Pois é justo.

    Deus criou um querubim perfeito, cheio de graça e de esplendor, santo, reluzente. Mas esse se tornou satanás, o traidor. Deus não o fez assim, mas ele se tornou tal como é.

    O bem está em Deus! O mal é a oposição de tudo quanto Deus fez.

  • Isaías 45:7, a princípio, parece contradizer 1 João 4:8, 16, Tiago 1:13, etc. Mas, quando entendemos o significado da palavra hebraica para “mal” empregada no texto, deslumbra-se com clareza a verdade expressa no texto.

    A palavra hebraica para designar mal no verso é ‘ra’ e significa tanto “mal moral”, “a natureza perversa” quanto “males” como inundações, terremotos, tempestades de granizo, calamidades”. Nesse contexto, Comparando Is 45.7 com Isaías 47:11, vemos que o termo “mal” se refere à “desolação” e às “calamidades” que Deus permitiria vir sobre os babilônicos por não terem se arrependido dos pecados deles!

    “Pelo que sobre ti virá o mal que por encantamentos não saberás conjurar; tal calamidade cairá sobre ti, da qual por expiação não te poderás livrar; porque sobre ti, de repente, virá tamanha desolação, como não imaginavas.”
    (Isaías 47:11).

    Entendemos também que muitos males que sobrevêm tem como agente o próprio homem.

  • Escuta vi a foto de uma cruz de madeira. Cruz de madeira e maldição(gálatas 3:13 MALDITO(quer dizer maldição, olha o que que deus mandou o profeta falar) seja aquele que seja suspenso(pregado,morto)la em joao 12:32 o próprio Jesus fala: e, eu quando eu for levantado ou suspenso da terra atrai rei todos a min mesmo) no madeiro(cruz de madeira. E por que eu vi uma foto de uma cruz ai e como a palavra de deus pra sempre permanece tem que ter cuidado. Quanto a frase acima eu não vou pegar nem versículo da bíblia não e que você leva ela a serio. Todos nos dia e noite, a todo instantes vemos os homens fazendo o mal e o bem, então a perguntinha magica quem fez o HOMEN? resposta DEUS , se o mal e o bem ta dentro do homem que vemos direto na televisao, ouvimos radio, internet, ao vivaco e etc então quem? Quem criou o mal e o bem? Quem?quem?quem? Criou o céu que e minusculo, quem criou a terra que e menor que a formiga .tudo foi ele DEUS.

  • Apaz do Senhor Jesus esteja com vosco 📖vou dar um exemplo:têm 2 filhos um é um se torno um grande homem e outro se desviou, acaso não são seus filhos ambos?Vc criou o mau ou o filho que se tornou mau.Vendo que somos responsável pelos filhos,assim é Deus pela sua criação. Deus não criou o mau Lúcifer é que se tornou filho das trevas👍📖

Deixe um comentário