Versículo

Versículo do dia – Honrar a Deus amando sua esposa

“Mas o que é casado cuida das coisas do mundo, em como há de agradar à mulher” (1 Coríntios 7:33)

Eu acho interessante o nosso modo todo torto de amar a Deus. Nos entregamos aos mandamentos visíveis, nos preocupamos com as orações em público, com nossa imagem e com muitas outras coisas. Procuramos demonstrar que honramos a Deus e muitas vezes o estamos fazendo de coração. Ok, forçados ou estimulados pela pressão do momento, mas o fazemos de coração.

Porém, em situações mais íntimas, parece que nos esquecemos um pouco de honrar a Deus. Nos esquecemos, por exemplo, de agradar nossas esposas, de amá-las antes mesmo de amarmos a nós mesmo, procurando costumeiramente primeiro a nossa vontade, antes das delas.

Mas como o simples fato de não agradar, de não amar devidamente as nossas esposas pode desonrar a Deus? Desonra é uma palavra que parece tão pesada para algo tão bobo, não é mesmo?

Não quando nos lembramos que a nossa esposa nos foi dada por Deus, que estamos tendo uma oportunidade única de fazer o nosso melhor com algo que Deus nos deu e nos atribuiu o encargo de cuidar.

Não vai parecer pesado dizer que desonramos a Deus não dando atenção para as tristezas de nossas esposas quando nos lembrarmos do que Deus disse em Efésios 5:25: “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a igreja, e a si mesmo se entregou por ela”. Como podemos não entender o tamanho da desonra que cometemos contra Deus quando olhamos para nossas esposas com indiferença, quando não lhes damos atenção depois de chegarmos do trabalho. Você chegou muito cansado do trabalho e acha que merece um tempo só para você? Sinto em lhe dizer meu amado, mas antes de mais nada na sua vida vem a sua esposa, antes dela só Deus, nem você mesmo deve vir antes.

Jesus sendo santo, habitando juntamente com Deus, abriu mão de Sua glória, se tornou um homem, nascendo e vivendo de maneira humilde, sujeito às piores provações que um ser humano poderia passar. Foi humilhado constantemente, traído, esquecido pelos seus, foi desacreditado, apanhou, foi espancado, açoitado e assassinado numa cruz por pecados que Ele não cometeu e que nunca concordou. Tudo isso por amor à Sua igreja. Este é o amor que temos que ter por nossas esposas, um amor que se apega e que atenta a cada detalhe, a cada situação, a cada palavra, a cada gesto. Amar, cuidar e agradar a sua esposa em todos os momentos é um estilo de vida de um homem que honra a Deus.

“Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo, e a mulher reverencie o marido.” (Efésios 5:33)

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

2 Comentários

Deixe um comentário