Versículo

Sobre a mentira

Homem no campo com a bíblia na mão
André
Escrito por André

“Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” (João 8:34,44)

A Bíblia diz, em João 8:34, que aquele que comete pecado se torna escravo do pecado. Diz também , um pouco mais à frente, em João 8:44, que o diabo é o pai da mentira. Quando nós mentimos estamos servindo ao diabo e nos tornando escravos da mentira.

Uma das maneiras pelas quais a mentira nos escraviza é que nos tornamos dependentes dela para sustenta-la. Para manter uma mentira, precisamos mentir cada vez mais. Isso nos leva à dependência e a um ciclo vicioso.

Além disso, se isso não for suficiente, a mentira é um péssimo testemunho. Quando vemos alguém mentindo, não associamos essa pessoa a um bom cristão, a alguém que reflete o caráter de Cristo. Já quando vemos alguém que, independente das circunstâncias, fala sempre a verdade, isso admira o mundo, faz com que as pessoas passem a prestar mais atenção.

Porém, ainda tem mais: a mentira é a porta de entrada para muitos outros pecados. Basta nos lembrarmos de como Davi tentou esconder um adultério através da mentira e acabou matando um de seus melhores soldados. Ou você acha que uma pessoa que adultera chega toda feliz em casa e vai contar para a esposa o que aconteceu?

Para finalizar sabemos que Jesus é o caminho, a verdade é a vida. Se queremos nos parecer mais com Jesus, falemos sempre a verdade.

Meu apelo hoje é para que você reflita nos dois versículos que comentamos e comente suas conclusões aqui.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Adicionar comentário

Deixe um comentário