Versículo

Servos de Jesus

Bíblia sobre a mesa, caneca
André
Escrito por André

“Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus,” (Romanos 1:1)

É interessante notar que Paulo se intitula como “servo de Cristo”. Sabemos que Paulo não conheceu Jesus enquanto este vivia, mas foi capturado por Cristo após sua morte, assim como aconteceu conosco. Logo, Paulo não era um escravo de Cristo nos moldes como o mundo conhecia, ele era um tipo especial de servo.

Este tipo de servo a que Paulo se refere tem muitas características semelhantes às de um escravo tradicional:

1 – Foi comprado por um preço

Todo escravo ou era comprado pelo seu Senhor ou era nascido de mãe e pai escravos e, automaticamente, seu “preço” já havia sido pago em seus pais.

O mesmo acontece conosco, nós fomos comprados por um altíssimo preço, nós fomos comprados pelo sacrifício de Cristo. Éramos escravos das trevas, mas fomos comprados na cruz, onde o preço exigido por nossos pecados foi pago.

Quando eu entendo que fui comprado por Deus em Cristo, não tenho mais outras opções, não tenho mais escolha entre viver em Deus ou viver no mundo. Paulo entendeu isso e até mesmo as tribulações eram motivo para alegria.

Somos servos de Deus pois fomos comprados.

2 – Tem uma dívida que jamais vai conseguir pagar

Os escravos poderiam ser livres se pagassem a dívida que tinham com os seus senhores, todavia, está dívida era, na maioria das vezes, impagável.

Nós também temos uma dívida que jamais poderemos pagar. Nossas obras não pagam o que Cristo fez. Mesmo que somemos à esta conta nosso caráter, nossos bons sentimentos e tudo o que tivermos de bom, não conseguiremos pagar.

Mesmo que trabalhemos para o resto de nossas vidas, não pagaremos este preço de sangue que foi pago por nós.

Quando entendemos o peso desta dívida, amamos a Deus mais profundamente, pois entendemos que não somos dignos do preço pago. Isso gera gratidão.

3 – Faz a vontade de seu Senhor

O servo faz a vontade de seu senhor, é submisso e trabalha para o seu senhor sem descanso.

Isto deve nos levar a refletir se temos feito a vontade de Deus em todo o tempo. Se somos servos de Cristo, devemos fazer a vontade dele.

Nestas características que vimos acima, Paulo era um escravo comum. Porém, diferentemente dos outros, Paulo e nós, temos liberdade. Sim, somos servos e somos livres ao mesmo tempo. Isso acontece pois somos servos por amor, podemos abandonar nosso senhor quando bem entendermos.

Porém, certamente, esta é a pior decisão que nós podemos tomar. Abandonar àquele que servimos por amor, para servirmos a outro senhor e ficarmos presos com ele.

Seja servo de Cristo, pense nas características de um escravo e cumpra o máximo que conseguir. Ser servo de Cristo é a maior liberdade que alguém pode conseguir nesta vida.

Você consegue notar alguma outra característica de um servo comum que nós também devemos ter? Comente aí.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

2 Comentários

  • É, bem como você diz André, mas existe pessoas que pensam que podem servir a dois senhores, mas não dá não é? Muito obrigado pela palavra (denovo tá até enjoando😂) e tenho uma pergunta para você: Você acredita em tudo no mundo espiritual?

    • Olá Luiz, obrigado pela sua participação. É sempre bem construtiva.

      Eu não entendi muito bem sua pergunta. O que você quis dizer com “acredita em tudo”? Que tipo de coisas?

      Deus abençoe sua vida.

      Obrigado.

Deixe um comentário