Amigo mais chegado que um irmão

Pessoas não são manequins

“O segundo é este: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. Não existe mandamento maior do que estes” (Marcos 12:31)

Eu sei, já usei esse mesmo versículo para outros textos aqui, mas quando medito nesse assunto, é sempre esse texto que salta aos meus olhos. Por quantas pessoas você passou hoje, que te pediram alguma esmola, ou que não tinham onde morar e estão em condições precárias?

Vou usar o exemplo que uma amiga me contou, que eu acabei meditando muito sobre o que ela falou.

Ela estava na fila de um teatro, e logo ao lado tinha um morador de rua, e esse homem acabou fazendo algum comentário que fez com que essa minha amiga puxasse conversa com ele.

Depois ela compartilhou como ela ficou feliz com toda essa situação, pois aquele homem na verdade só queria alguém para ouvi-lo, alguém que desse alguma atenção. E em seguida ela falou a frase que está no título desse post e que me fez meditar sobre o assunto, as pessoas não são manequins ou estão em prateleiras pra gente ignorar.

Esse exemplo foi com um morador de rua, mas será que não pode ser um vizinho, um amigo, alguém que está simplesmente precisando ser ouvido por exemplo. E nós com nossas milhões de coisas pra fazer, nos esquecemos de dar amor as outras pessoas.

Pense um pouco sobre isso, vamos olhar ao nosso redor, será que não tem ninguém precisando de algo que podemos dar?

Que o Espírito Santo te guie e te mostre essas pessoas!

Deus abençoe.

Deixe um comentário