Versículo

O relacionamento entre discípulos e mestres

Bíblia no banco
André
Escrito por André

“Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte, e, como se assentasse, aproximaram-se os seus discípulos; e ele passou a ensiná-los, dizendo:” (Mateus 5:1-2)

Neste breve trecho da Palavra, momento onde se dá início o famoso sermão da montanha, Os discípulos se aproximam de Jesus e Ele passa a ensina-los.

Daqui podemos extrair duas lições importantes. A primeira diz que os discípulos devem ir até o discipulador, e não o contrário. É obvio que nada impede que o mestre procure o discípulo mas, parece que o mais saudável e comum, quando lemos as escrituras, é que o discípulo procure o discipulador.

Logo, primeira lição que tiramos daqui: procure, sempre que puder ou precisar, o seu líder. Não espere apenas que ele venha lhe procurar.

A segunda lição diz que o mestre ensina seus discípulos. Isso, do ponto de vista de quem está aprendendo, fala sobre saber ser discipulado, ter um coração humilde e pronto para receber correções e instruções.

Infelizmente vivemos numa geração de pessoas que não querem seguir as direções de um mestre, de um discipulador. Passamos por uma geração onde as pessoas acreditam que são seus próprios reis, que têm total soberania sobre tudo o que fazem e que pensam, que não precisam da opinião de nenhuma outra pessoa.

Enquanto isso, nas escrituras vemos algo totalmente contrário. Vemos os discípulos procurando Jesus e sendo corrigidos, na maioria das vezes, de coração aberto e com humildade.

Sua tarefa hoje é agir: procure seu discipulador, seu líder ou pastor. Aproxime-se dele, converse com ele e receba o que lhe for ensinado.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário