Versículo

Lembrai-vos dos vossos guias

“Lembrai-vos dos vossos guias, os quais vos pregaram a palavra de Deus; e, considerando atentamente o fim da sua vida, imitai a fé que tiveram.” (Hebreus 13:7)

O Brasil, infelizmente, vive uma cultura muito diferente da declarada neste versículo de Hebreus. Hoje, é muito mais comum encontrarmos pessoas reclamando e falando mal de seus pastores do que o contrário.

Isso vai diretamente contra os exemplos que vemos na Palavra. Na bíblia temos muitos exemplos de pessoas que, mesmo diante de líderes maus, portavam-se com respeito e honra.

Seu pastor comete erros? Certamente. Ele é um homem comum, como você e eu. Por qual motivo deveríamos julgá-lo com um peso diferente daquele com o qual nos julgamos?

Minha dica: hoje, quebre todo o seu eu e dê um presente para o seu pastor.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

2 Comentários

  • Caro André, graça e paz, quanto ao tema acima, fica difícil imitá-los!Respeito é uma coisa!admiração é outra.Errar, como voce disse é normal e aceitável, mas erro de doutrina, jamais!Farei algumas perguntas à voce:Dízimo em dinheiro, pago todo mes, na nova aliança, é certo?Pastor é empregado ou servo?É dom ou vínculo de emprego?E as sete semanas disso, daquilo…culto do empresário, toalha ungída, apresentar criança no templo…E por falar em “templo”A instituição cresce e o crente empobrece…dado o volume de dinheiro que fica na mão de uma “instituição religiosa”já que “templo” somos nós, porque tanto entretenimento(como se fôra um clube)visto que Jesus não fundou uma nova religião e simplesmente nos salvou de nossos pecados e deu-nos livre acesso ao Pai?Se voce tiver respostas concretas e dentro de um critério com respaldo bíblico e neotestamentário, para tal, mudarei minha atitude!

    • Caro Roberto, bom dia.

      Antes de mais nada, respeito sua opinião, porém você foi muito além do que o post propõe.

      Não falei sobre dízimo, sobre doutrina, sobre nenhum erro bíblico. Falei sobre erros comuns, como magoar alguém, esquecer-se de um compromisso e coisas do tipo.

      Outro ponto é que eu não tenho que lhe convencer de nada. Se você acha que precisa ser convencido, peça que o Espírito Santo lhe guie no caminho correto e lhe dê direção.

      O post era muito mais simples do que você entendeu. Espero não ter sido ríspido e que tenhamos alinhado nosso entendimento em relação ao que escrevi.

      Obrigado.

Deixe um comentário

Quer saber antes de todo mundo o que acontece no JC na Veia?
Assine nossa newsletter
Essa é uma lista exclusiva, poucas pessoas permanecem nela e oferecemos o melhor para nossos assinantes, conteúdo exclusivo e novidades em primeira mão.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
close-link