Versículo

Ele quer o nosso coração

Cruz e coração
Ricardo Cirilo
Escrito por Ricardo Cirilo

“Então o Senhor lhe disse: “Vocês, fariseus, limpam o exterior do copo e do prato, mas interiormente estão cheios de ganância e da maldade. Insensatos! Quem fez o exterior não fez também o interior? Mas dêem o que está dentro do prato como esmola, e verão que tudo lhes ficará limpo” ( Lucas 11: 39-41 )

Esse capítulo do livro de Lucas, a partir do versículo 37 é bem interessante, ali Jesus começa a apontar algumas falhas e atitudes erradas dos fariseus e dos peritos da lei. Jesus condena nesses versículo a hipocrisia deles, pois eles mostravam um exterior limpo, transmitiam as pessoas uma boa imagem, e por dentro não eram tão bons assim, suas intenções nem sempre eram as melhores.

Nessa passagem acima Jesus foi questionado por não ter se lavado ou se purificado da maneira correta antes da refeição, e a sua resposta e bem interessante.

O que mais chama atenção em sua resposta e o que ele diz no versículo 41, que devemos dar o que está dentro do prato como esmola, e o restante ficará limpo. Aqui Jesus usa uma figura de linguagem para nos mostrar que precisamos entregar o nosso coração, o que está dentro de nós, para que o exterior fique limpo.

Presicamos ter muito cuidado com isso, por que por vezes podemos ter o nosso exterior limpo, mas o interior nem tão limpo assim, agindo através de motivações de desejos egoístas, querendo se aparacer e desejando ter mais que o outro.

É importantíssimo entregarmos o que está dentro de nós, o nosso coração para o Senhor, não só uma vez, não só um dia, mas todos os dias. É preciso haver essa entrega diária, pois somos carne, e pode ser que sem perceber, estaremos agindo como um fariseu.

Entrege seu coração para Jesus todos os dias, renuncie a si mesmo, suas vontades, seus desejos, e viva para Deus, para que realmente possamos estar limpos, tanto por dentro como por fora.

Deus abençoe

Sobre o autor

Ricardo Cirilo

Ricardo Cirilo

Cristão, casado, vinte e poucos anos, apaixonado por futebol e descobrindo os prazeres de escrever.

Deixe um comentário