Versículo

Duras verdades da Palavra – A mesma medida

“Pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também. Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão, porém não reparas na trave que está no teu próprio?” (Mateus 7:2-3)

Em alguns posts recentes, falei sobre algumas verdades que encontramos na Bíblia que não são tão suaves quanto gostamos de ver. Hoje quero falar sobre a questão de julgar as outras pessoas. 

Para isso vou dar alguns exemplos de frases ou pensamentos que podem ocorrer:

  • Não acredito que fulano fez isso!
  • Olha lá, deixando a filha sair com aquela roupa!?
  • Lógico que foi traído, nunca deu atenção para a esposa…
  • Olha como ela engordou!
  • Eu jamais faria isso.
  • Você notou que fulano não tem dado o dízimo e nunca oferta?
  • Mas que cara preguiçoso!
  • Também, ninguém nunca chega no horário.
  • Ganha bem mas não paga um lanche para os irmãos.

Eu poderia continuar esta lista por tempo indeterminado. Tenho vários exemplos de como julgamos o nosso próximo.

Precisamos entender que sempre que julgarmos o nosso próximo, seremos julgados da mesma maneira.

Eu sei que você tem algum exemplo de como costumamos julgar as pessoas, então, comenta aí.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário

Quer saber antes de todo mundo o que acontece no JC na Veia?
Assine nossa newsletter
Essa é uma lista exclusiva, poucas pessoas permanecem nela e oferecemos o melhor para nossos assinantes, conteúdo exclusivo e novidades em primeira mão.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
close-link