Versículo

Disfarçado de ovelha

Bíblia aberta com caneta
André
Escrito por André

“Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores.” (Mateus 7:15)

Peço licença ao leitor para retirar esse versículo de seu contexto nesse post, apenas para explicar algo que me veio à mente quando o li novamente. O versículo fala sobre os falsos profetas, mas eu gostaria de falar sobre todas as coisas ruins que nos são ofertadas.

Você já percebeu que nada do que é ruim aparece na sua frente dizendo: – “Olá, eu sou péssimo e te farei muito mal. Você me quer?”. Tudo de ruim que vem até nós, vem com uma máscara de coisa boa.

O caso mais clássico, que nem todos vão lembrar, é o das propagandas de cigarro, que sempre mostravam pessoas felizes, cheias de saúde e super descoladas fumando. Nenhuma das propagandas mostrava a realidade das pessoas que fumam: pouco fôlego, um terrível odor e uma série sem fim de doenças causadas pelo hábito de fumar.

Pense nas propagandas de bebidas alcoólicas, na maneira como as pessoas oferecem drogas umas para as outras e tantas outras coisas ruins que o mundo quer nos dar.

Talvez esses exemplos sejam uma realidade distante para você, porém muitas vezes isso aparece como um(a) namorado(a) muito interessante, mas que vai te desviar dos caminhos de Deus. Pode ser também um emprego muito bom, mas que não vai deixar você ir para a igreja. Quem sabe isso não aparece para você com uma capa de espiritualidade e boas obras, mas na verdade é uma cesta de frutas podres, pronta para te contaminar.

O meu intuito com esse post é pedir que você dependa do Espírito Santo em todo o tempo e deixe que Ele te guie, para mostrar o que é e o que não é bom para sua vida. Quando dependemos exclusivamente de nossa opinião, temos grandes chances de falhar e nos desviar dos planos do Pai.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário