Versículo

Constrangidos pelo amor

Bíblia e óculos
Bárbara Cunha
Escrito por Bárbara Cunha

Todos passam por aqueles momentos tensos de desentendimento. Geralmente essas situações surgem porque acreditamos que nossa opinião é a única certa.  

Dias atrás o Espírito Santo usou a vida da minha irmã para me dar uma bronca sobre minha postura.

Minha irmã, a pessoa mais doce que conheço, me trouxe à tona algo que nos esquecemos frequentemente. Falando do modo mais gentil que possa existir, ela me lembrou o que significa o sacrifício da cruz.

Não foi apenas a maior demonstração de amor que já ocorreu. Ou o cumprimento da promessa de Deus. A morte injusta de Cristo serve para nos lembrarmos que somente Ele foi santo. Somente Ele resistiu a tudo o que a Terra oferece. Somente Ele venceu os desejos da carne.

Nós erramos todos os dias. Nós julgamos os erros dos outros todos os dias. Nós condenamos, nos exaltamos e nos consideramos juízes. Mas, no fim, não existe ninguém na Terra que possa se comparar a Cristo. Não há ninguém em quem possamos nos espelhar, pois todos erraram.

Somente pelo amor do Pai, derramado em nós através do filho e concretizado pelo Espírito, temos o privilégio de viver uma vida plena.

Mas, quando nossa própria vontade prevalece, assumimos que Deus e todos os seus feitos não tem importância para nós. Julgamos, mesmo inconscientemente, que somos melhores que Ele.

Ouvir essas palavras da boca da minha irmã me deixou extremamente constrangida. Percebi, ali, o próprio Deus falando.

Esse diálogo ainda me trouxe outra revelação: a forma mais genuína para definição de família.

Somos diferentes um do outro, com ideologias, pensamentos e gostos distintos, mas o amor que veio com os laços sanguíneos ultrapassam qualquer tribulação. Penso que, se com outros seres humanos já existe sentimento tão puro quanto esse, imagine como será – de fato – o amor que Deus tem por nós.

Ele é especialista em nos deixar constrangidos pelo amor que demonstra a nós.

Meu pedido hoje é simples e direto: peça ao Pai que te revele diariamente uma porção nova do amor dEle por você, porque, apenas com esse amor, conseguiremos conquistar qualquer outra coisa, principalmente a paz.

“Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo quando ainda estávamos mortos em transgressões – pela graça vocês são salvos.” (Efésios 2:04-05)

Sobre o autor

Bárbara Cunha

Bárbara Cunha

Paulista de 20 e alguns anos. Cristã convicta. Jornalista. Corintiana torcedora do Arsenal da Inglaterra. Apaixonada por filmes, séries e música.

Deixe um comentário