Versículo

A consagração de Ester

Mulher em oração
Bárbara Cunha
Escrito por Bárbara Cunha

“Ora, quando chegou a vez de Ester, filha de Abiail, tio de mardoqueu, que a tomara por sua filha, para ir ao rei, coisa nenhuma pediu senão o que indicou Hegai, eunuco do rei, guarda das mulheres. Mas Ester alcançava graça aos olhos de todos quantos a viam.” (Ester 2:15)

Ester era órfã, estrangeira e de um povo escravizado. Ela tinha todos os motivos para ser rebelde. Mas, contrariando as estatísticas, ela nos dá uma aula de obediência.
Quando o rei Assuero decretou a busca por uma nova rainha, imediatamente seu tio a indica para o cargo.

Em meio à tantas mulheres da nação do rei, Ester foi a escolhida.

Em todos os momentos durante o período de preparação, ela obedeceu e se mostrou submissa a todas as autoridades.

Primeiro seu tio, que a incentivou a se tornar rainha. Em seguida a Hegai, o guarda das mulheres do palácio. E, mais tarde, o próprio rei.

Além de todos eles, Ester consagrava-se diariamente a Deus e entendia que obedecer a todas essas pessoas, fazia parte do plano dEle para sua vida.

O coração humilde de Ester atraia a atenção de todos que tinham contato com ela. Isso acontecia justamente pela consagração da sua vida a Deus.

Para se encontrar a primeira vez com o rei, ela teve que se preparar durante cerca de um ano. E, diferente das outras mulheres, Ester era a única que confiava em Deus.

Quanto a nós: sabemos que nosso noivo está prestes a voltar, mas enquanto esperamos, temos nos preparado como deveríamos para nos encontrar com Ele?

Medite nisso.

Sobre o autor

Bárbara Cunha

Bárbara Cunha

Paulista de 20 e alguns anos. Cristã convicta. Jornalista. Corintiana torcedora do Arsenal da Inglaterra. Apaixonada por filmes, séries e música.

2 Comentários

Deixe um comentário