Música

Você conhece NF?

Se você vai começar a ouvir NF, não espere pelo rapper cristão que estamos acostumados a ver no Brasil, cantando letras sem sentido algum, atacando subliminarmente outros rappers ou fazendo letras para jogadores de futebol. Nada contra estes caras, de verdade. Só acho NF, Lecrae e tantos outros infinitamente melhores.

NF é um rapper cristão americano nascido em 1991. Suas experiências pessoais se transformaram em música e tem ajudado uma série de pessoas. Filho de pais divorciados, ele foi criado pelo pai e perdeu sua mãe algum tempo depois por conta de uma overdose.

Suas músicas lembram demais algumas gravações do Eminem, cheias de peso, profundidade e um ar de escuridão. Ele utiliza de algumas técnicas bem parecidas com as do Eminem, como gritos e um toque de raiva em cada música. Quando foge deste estilo, não vai tão bem.

Em suas canções ele fala sobre a realidade de uma vida cheia de desafios, decepções e momentos difíceis. Uma visão complicada para um cristão, mas que não pode ser ignorada.

Ele sabe que muitas pessoas não concordam com o teor de suas músicas, e a resposta vem no vídeo acima, da música Therapy Session:

Ouvindo estes pais, eles estão falando para seus filhos que minha música é violenta. Você deve estar brincando!

Acho que sua definição de violência é diferente da minha…

Em outros trecho da música ele fala sobre algumas pessoas que vem procurá-lo após o show:

Esta menina, no show, olhou em meu rosto e me disse que a vida dela é cheia de drama, que seu pai é abusivo, aparentemente ele gosta de bater na mãe dela.

Em suas músicas ele trata sobre este tipo de drama, mais profundo, mais denso, mais difícil de se colocar no microfone sem uma dose de angústia. Ele não está fazendo louvor, nem adoração. Está fazendo música.

Não estou aqui para julgar se ele está certo ou errado, mas sei que gosto da música dele, gosto do que ouço. Estas músicas me lembram do que Deus fez por mim, de quão bom ele foi e tem sido. Estas músicas me lembram que ainda existe muito para fazer pelas pessoas aí fora, que estão escondendo suas dores, mascarando suas angústias e fingindo viver uma vida plena.

Até hoje tem 3 álbuns lançados e um EP. Seu primeiro lançamento foi sob o nome de Nathan Feuerstein, seu nome real. Após isso, já pela Capitol Records, lançou o EP “NF”, o álbum “Mansion” em 2015 e “Therapy Session” em 2016.

Se quiser conhecer um pouco mais sobre o trabalho dele, veja alguns destes links:

  • Site oficial: o site dele não é dos mais legais, tem apenas uns vídeos, fotos, agenda de shows e loja;
  • Facebook: é um dos artistas que melhor conseguem utilizar a rede social, ele responde a quase todos os comentários;
  • Twitter: muitas coisas legais, não apenas informações sobre shows e álbuns;
  • Youtube: Muitos clipes e vídeos legais;
  • Spotify: todas as suas músicas para ouvir de graça.

E aí, conhecia o trabalho do NF? Gosta? Odeia? Comente abaixo e compartilhe!

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

32 Comentários

  • Caramba, vi um vídeo de uma música dele (If You Want Love) por acaso e escutando mais 3 músicas dele, notei que ele citou nessas músicas a morte da mãe, resolvi então pesquisar sobre ele pra saber se tinha acontecido isso mesmo e achei seu blog. Tô chocada que ele tbm é cristão e por incrível que pareça, praticamente as músicas me descreve, estou passando exatamente a mesma coisa. A música Got You On My Mind é exatamente o que eu estou passando no momento, aliás, essa e mais outras.

    #PAZ

      • Hoje conheci o NF através de uma página do Instagram, de cantores de rap cristão. Então eu vi uma publicação da nova música, The Serch. Fiquei impressionado com a forma dele se expressar, dá pra notar o sentimento que ele transmite na música. E depois olhei a tradução das músicas, realmente letras profundas, que nos fazem refletir.

  • Gosto muito das músicas dele. As letras, a voz dele, os arranjos e a sinceridade posta em todo esse conjunto fazem ele um cantor expecionalmente singular. As vezes me incomodo um pouco com tanta subjetividade nas letras, mas tento lembrar que essa é a forma dele tocar as pessoas. Deus usa cada um de forma particular. E eu sinceramente espero que esse seja o caso do NF. Porque eu já tô viciadona nas músicas dele kk. Há 2 anos.

    • Realmente ele não fala de Deus diretamente na maioria de suas músicas. Essa é uma maneira de se conectar com as pessoas e é mais comum nos EUA. Aqui no Brasil essa separação costuma ser mais clara.

Deixe um comentário