Ministração

Muitas tribulações

André
Escrito por André

Texto base: “Mas, rodeando-o os discípulos, levantou-se e entrou na cidade. E, no dia seguinte, saiu, com Barnabé, para Derbe. E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, e Icônio, e Antioquia, confirmando o ânimo dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no Reino de Deus.” (Atos 14:20‭-‬22)

Mensagem principal: Precisamos resistir em fé

Para você refletir

Essa passagem da vida de Paulo nos remete, na verdade, para muitas coisas que Cristo falou. O que Paulo quis dizer aqui é que sempre existiu, e sempre vai existir, oposição à nossa fé. Em meio às tanta oposição, precisamos resistir e permanecer fiéis. Isso nos demanda esforço, foco e resistência.

Temos vários textos, passagens da vida de Cristo, que falam da mesma coisa. Uma das mais emblemáticas é a seguinte:

“Porfiai por entrar pela porta estreita, porque eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão. Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes a estar de fora e a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois, então, começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas. E ele vos responderá: Digo-vos que não sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniquidade. Ali, haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, e Isaque, e Jacó, e todos os profetas no Reino de Deus e vós, lançados fora.”
(Lucas 13:24‭-‬28)

Note que Cristo fala que devemos “porfiar”, no sentido de “lutar” para entrar pela porta, que é estreita. Isso nos remete ao mesmo mesmo entendimento, de que muitos serão os obstáculos à nossa fé, mas que devemos resistir.

Esses obstáculos são diversos e mudam conforme a cultura. Por exemplo, se formos para a China, o obstáculo lá vem do governo, que não permite que a fé cristã seja pregada ou vivida antes dos 18 anos. Até a década de 70 o cristianismo era perseguido independente da idade da pessoa.

No nosso contexto cultural, não temos.esse tipo de luta. Então, para você, quais são os obstáculos que vivemos aqui?

Para mim, um dos obstáculos é o crescente descrédito que a nossa fé vive. São tantos exemplos ruins que fica difícil alguém entender a fé crista, ou aceitar a Cristo. Nós, que nós dizemos cristãos, não temos sido uma representação muito fiel daquele que dizemos seguir.

Em relação a essa passagem, o texto que mais a explica é a parábola dos lavradores maus. Essa parábola conta como Deus têm tentado ao longo da história da humanidade nos trazer para perto dele e como o mundo têm lutado contra isso. Diversas nações se levantaram contra os profetas no passado, depois contra Cristo, o filho de Deus. Essa é a força, a lista que devemos empregar para entrar pela porta estreita, para tomar o Reino de Deus: permanecer na fé em meio a um mundo que tenta nos empurrar para longe dela.

Você é uma pessoa disposta a resistir?

Tópicos para abordar

  1. Texto principal
  2. O que significa o texto
  3. Textos de apoio
  4. Resistências em diferentes culturas
  5. As dificuldades que enfrentamos hoje
  6. Como podemos resistir na fé

Perguntas para fazer

  • Quais são os nossos atuais obstáculos?
  • O que você precisa fazer para resistir?

Textos de apoio

“E, desde os dias de João Batista até agora, se faz violência ao Reino dos céus, e pela força se apoderam dele.”
(Mateus 11:12)

“A Lei e os Profetas duraram até João; desde então, é anunciado o Reino de Deus, e todo homem emprega força para entrar nele.” (Lucas 16:16)

“Porfiai por entrar pela porta estreita, porque eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão. Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes a estar de fora e a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois, então, começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas. E ele vos responderá: Digo-vos que não sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniquidade. Ali, haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, e Isaque, e Jacó, e todos os profetas no Reino de Deus e vós, lançados fora.”
(Lucas 13:24‭-‬28)

“Ouvi, ainda, outra parábola: Houve um homem, pai de família, que plantou uma vinha, e circundou-a de um valado, e construiu nela um lagar, e edificou uma torre, e arrendou-a a uns lavradores, e ausentou-se para longe. E, chegando o tempo dos frutos, enviou os seus servos aos lavradores, para receber os seus frutos. E os lavradores, apoderando-se dos servos, feriram um, mataram outro e apedrejaram outro. Depois, enviou outros servos, em maior número do que os primeiros; e eles fizeram-lhes o mesmo. E, por último, enviou-lhes seu filho, dizendo: Terão respeito a meu filho. Mas os lavradores, vendo o filho, disseram entre si: Este é o herdeiro; vinde, matemo-lo e apoderemo-nos da sua herança. E, lançando mão dele, o arrastaram para fora da vinha e o mataram. Quando, pois, vier o Senhor da vinha, que fará àqueles lavradores?” (Mateus 21:33‭-‬40)

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário