Mensagem

Misericórdia quero, e não sacrifício

Espelho quebrado com mulher refletida
André
Escrito por André

“Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos, porque não ouvirei as melodias das tuas liras. Antes, corra o juízo como as águas; e a justiça, como ribeiro perene.” (Amós 5:23-24)

No sistema da velha aliança eram exigidos sacrifícios como pagamento pelo preço dos pecados do povo e também sacrifícios de louvor. O povo cumpriu essa parte da lei religiosamente, porém sem ter o coração voltado para o propósito da ação.

É como se, hoje em dia, nós ofertássemos na igreja por obrigação, e não por entender o que estamos fazendo.

Deus, percebendo que isso era desagradável para Ele, corrige diversas vezes o povo. Uma dessa vezes onde a nação de Israel é alertada, encontra-se nesses dois versículos de Amós. Outra vez onde podemos ler algo similar é em Oséias:

“Pois misericórdia quero, e não sacrifício, e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos.” (Oséias 6:6)

Ou seja, Deus deseja que tenhamos um coração reto, uma vida íntegra e a consciência pura. Só vivendo assim nossas obras, nossa liturgia e nossos costumes terão algum sentido.

Guardar o sábado, vestir-se corretamente, orar em línguas ou cantar belos louvores é fácil. Difícil é viver com integridade e temor a Deus no cotidiano, com as pessoas mais próximas ou quando estamos sozinhos. Que tenhamos esse entendimento a partir de hoje.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

2 Comentários

Deixe um comentário