Estudo de Provérbios 20

Estes capítulos dos Provérbios de Salomão são muito ricos. Tenho certeza que, cada vez que cada um de nós os ler, teremos ensinamentos diferentes, mesmo que seja o mesmo capítulo

Olhando para quantidade de coisas que Salomão nos ensina, tenho certeza de que ainda não compreendi boa parte delas. Terei que reler novamente algumas vezes cada um dos capítulos. Essa é uma das diversas belezas da Palavra.

Nesta leitura, algo que me chamou a atenção é como Salomão trata a questão de como o Senhor nos conhece e como isso deveria se transformar em atitudes em nossas vidas.

Vamos olhar o seguinte versículo:

“Quem poderá dizer: Purifiquei o meu coração, limpo estou de meu pecado?”

Provérbios 20:9

Eu quase me vejo ounvindo isso de Salomão ao criticar uma outra pessoa ou o pecado de uma outra pessoa. A resposta me leva a refletir que nenhum de nós pode dizer que está limpo do pecado.

Certamente somos santos e fomos libertos do poder do pecado. Porém, o fato de já termos pecado alguma vez, e todos já fizemos isto, deve sempre nos lembrar de que não somos melhores que as outras pessoas. Não podemos nunca nos julgar superiores a quem ainda comete algum tipo de pecado.

Salomão diz em outro provérbio:

“Dois pesos diferentes e duas espécies de medida são abominação ao Senhor, tanto um como outro.”

Provérbios 20:10

Para mim, os dois ensinamentos se conectam muito. Muitos de nós usam dois pesos de julgamento, um para nós mesmos e um para os outros, mas quando consideramos as mesmas atitudes.

Por exemplo, quando uma outra pessoa é grosseira conosco, consideramos aquilo injusto e ficamos chatedas. Quando nós fazemos a mesma coisa, não nos consideramos injustos. Aceitamos os nossos erros, mas não aceitamos que as outras pessoas errem conosco. Esse é um exemplo claro da utilização de dois pesos e duas medidas.

Um dos pastores de nossa igreja nos ensinou isso uma vez: lei para dentro e graça para fora, querendo dizer que devemos olhar primeiro para nós mesmos, para como erramos do que olhar para o que as outras pessoas fazem.

Salomão ainda diz:

“Até a criança se dará a conhecer pelas suas ações, se a sua obra é pura e reta.”

Provérbios 20:11

Nos ensinando também que, ainda dentro do mesmo contexto, aquilo que nós fazemos é que mostrará se andamos realmente em retidão. Dentro do exemplo que dei, de quando fazemos algo de errado, que outras pessoas também fazem, mas nos julgamos mais corretos que elas, isso mostra claramente qual é o tipo de obra que estamos produzindo.

Por isso, meu apelo com este estudo de Provérbios 20 é esse: reflita sobre como você tem tratado o que as pessoas fazem para você e o que você tem feito para as pessoas. Lembre-se que não podemos ter pesos diferentes e, se possível, lei para dentro e graça para fora.

Paz.

2 comentários em “Estudo de Provérbios 20”

  1. oi meu amigo…me chamo fernanda e sigo muito seu blog … e gostaria de perguntar se posso propagar a palavra de Deus …através da sua visão; curto muito e queria fazer video e coloca los no meu canal; posso???

    Responder

Deixe um comentário