Estudo de Atos 23

O capítulo 23 de Atos nos apresenta o discurso de Paulo aos principais dos sacerdotes, tentando defender-se das acusações que estava recebendo em Jerusalém.

Neste capítulo veremos os seguintes acontecimentos:

  • Paulo injuria o sumo sacerdote (1 a 5)
  • A confusão a respeito da ressurreição (6 a 10)
  • Jesus fala com Paulo (11)
  • Claudio é avisado do plano para assassinar Paulo (12 a 22)
  • Paulo é enviado para Felix, na Cesareia (23 a 35)

Vamos estudar alguns destes pontos.

Paulo e o sumo sacerdote

No dia seguinte à confusão causada no templo, Paulo, sendo apresentado por Cláudio para ser julgado pelo conselho, é ferido na boca, a mando do sumo sacerdote.

“Então, Paulo lhe disse: Deus te ferirá, parede branqueada! Tu estás aqui assentado para julgar-me conforme a lei e, contra a lei, me mandas ferir? E os que ali estavam disseram: Injurias o sumo sacerdote de Deus? E Paulo disse: Não sabia, irmãos, que era o sumo sacerdote; porque está escrito: Não dirás mal do príncipe do teu povo.”

Atos 23:3-5

Esta é uma passagem com muita controvérsia na sua interpretação. Algumas pessoas dizem que Paulo realmente não sabia que Ananias era o sumo sacerdote e foi sincero aqui. Outras dizem que ele sabia disso e mentiu para se livrar de uma pena maior. Vamos ver pessoas dizendo que Paulo sabia que ele era o sumo sacerdote, mas foi apenas sarcástico, pois aquela pessoa não estava fazendo o real papel que deveria. Também vemos alguns dizendo que Ananias nem era o real sumo sacerdote, que nessa época exisitam outros sumo sacerdotes.

O fato é que esta é uma passagem que está longe de ter um consenso sobre seu significado.

Isso já é muito relevante para nós. Algumas passagens da Palavra, principalmente num livro como o de Atos, que apresenta uma narrativa, não nos darão certeza de tudo o que aconteceu. Então devemos tomar muito cuidado ao apresentar a nossa interpretação da passagem para não dar a entender que aquela é a maneira certa ou a única maneira de enxergarmos aquela passagem.

A minha opinião em relação a essa passagem é que, se não está claro o motivo pelo qual Paulo se dirigiu dessa forma ao sumo sacerdote, não precisamos nos prender muito nesse ponto. O fato aqui é que, sendo Ananias ou não uma pessoa escolhida por Deus, o simples fato de ser uma pessoa reconhecida como autoridade pelo povo, era o suficiente para Paulo respeitá-lo e voltar atrás no que disse.

O que aprendo aqui, e com outras passagens da bíblia, é que devemos respeitar as pessoas, também as autoridades. O respeito ao nosso próximo é algo fundamental para nós. Mesmo quando somos injuriados, difamados ou em situações difíceis, precisamos amar a respeitar as pessoas.

A confusão por conta da ressurreição

Após voltar atrás na maneira como se dirigiu a Ananias, lendo bem a situação, Paulo causa uma confusão no conselho:

“E Paulo, sabendo que uma parte era de saduceus, e outra, de fariseus, clamou no conselho: Varões irmãos, eu sou fariseu, filho de fariseu! No tocante à esperança e ressurreição dos mortos sou julgado!
E, havendo dito isto, houve dissensão entre os fariseus e saduceus; e a multidão se dividiu.”

Atos 23:6,7

Com muita inteligência e conhecimento das crenças das pessoas envolvidas naquele momento, Paulo consegue transformar o momento que seria ruim para ele numa disputa interna.

Paulo estava sendo julgado por falar de Cristo para as pessoas. Ele estava justamente falando sobre a ressurreição de Cristo, algo que os saduceus não criam que fosse possível. Por isso o tumulto se inicia, pois os fariseus criam que era sim possível a ressurreição de alguém.

Com isso, ele força Claudio a levá-lo de volta, retirando-o da situação.

O que vejo aqui é que Deus vai usar tudo o que temos, o conhecimento que adquirimos ao longo da vida, nossas habilidades, aquilo que sabemos fazer, tudo para servi-lo. Paulo sabia dessa diferença de crenças e isso foi útil para ele nesse momento.

Esse é o motivo pelo qual todos nós devemos estudar a bíblia todos os dias: em algum momento, seja para nossas vidas, seja para ajudar alguém, vamos usar aquilo que aprendemos.

Jesus fala com Paulo

À noite Jesus, mais uma vez, vai falar com Paulo:

“E, na noite seguinte, apresentando-se-lhe o Senhor, disse: Paulo, tem ânimo! Porque, como de mim testificaste em Jerusalém, assim importa que testifiques também em Roma.

Atos 23:11

Da mesma maneira como aconteceu, por exemplo, no capítulo 18, vemos aqui o Senhor fortalecendo Paulo ao falar com ele.

A partir daqui Paulo tinha a certeza de que, de alguma forma, ele chegaria a Roma para levar as boas novas de Cristo.

Algumas vezes vamos precisar ouvir a voz do Senhor para que sejamos confortados. Deus nos conhece e sabe exatamente do que precisamos em cada momento.

O aviso para Claudio

Após a confusão, alguns judeus se juntam para armar uma cilada contra Paulo para matá-lo. Ao descobrir isso, o seu sobrinho avisa-o e leva essa mensagem para Claudio:

“Quando já era dia, alguns dos judeus fizeram uma conspiração e juraram dizendo que não comeriam nem beberiam enquanto não matassem a Paulo. E eram mais de quarenta os que fizeram esta conjuração.”

Atos 23:12,13

Como Claudio não queria que um cidadão Romano sofresse qualquer tipo de mal sob seus cuidados, ele trata de encaminha Paulo para Cesareia, capital da província da Judeia, onde o caso seria tratado por Félix governador da região:

“E, chamando dois centuriões, lhes disse: Aprontai para as três horas da noite duzentos soldados, e setenta de cavalo, e duzentos lanceiros para irem até Cesareia; e aparelhai cavalgaduras, para que, pondo nelas a Paulo, o levem salvo ao governador Félix.”

Atos 23:23,24

Note que ele destacou uma grande quantidade de soldados para fazer essa escolta, garantindo a segurança de Paulo. Isso nos mostra algo importante: a diferença de tratamento dada a um cidadão Romano e para um judeu não Romano, como Sóstenes em Atos 18, na província da Acaia. Nessa outra passagem, Gálio vê Sóstenes sendo atacado por outros judeus e não intervém, simplesmente deixa que as coisas aconteçam na sua frente.

Como já falei antes, quanto mais entendemos a relação de Roma com os Israelitas, melhor entendemos o livro de Atos.

Desafio do capítulo

Neste capítulo, o seu desafio é lembrar-se dos 3 momentos que você considera mais importantes no livro de Atos, dizer qual é e colocar em capítulo eles acontecem. Deixe seu comentário com a resposta.

Deixe um comentário