Estudo de Atos 14

Neste estudo de Atos 14, veremos que a perseguição contra Paulo se intensifica. É um capítulo recheado de ensinamentos para nós e eventos que devemos estudar. Os assuntos de Atos 14 são:

  • Paulo e Barnabé pregam em Icônio (1 a 5)
  • Pregação em Listra e Derbe (6 e 7)
  • Paulo cura um homem que nunca tinha andado (8 a 10)
  • O povo de Licaônia adora a Paulo e Barnabé (11 a 18)
  • Paulo é apedrejado (19)
  • Passagem e retorno a várias cidades (20 a 28)

Vejamos alguns destes pontos.

Icônio

“E aconteceu que, em Icônio, entraram juntos na sinagoga dos judeus e falaram de tal modo, que creu uma grande multidão, não só de judeus, mas também de gregos. Mas os judeus incrédulos incitaram e irritaram, contra os irmãos, os ânimos dos gentios.”

Atos 14:1,2

Quando saem de Antioquia da Pisídia, no capítulo 13, Paulo e Barnabé vão para Icônio. Como aqui neste capítulo vamos vê-los passando por várias cidades, sugiro que você acompanhe o capítulo com um mapa desta primeira viagem de Paulo.

Este é o mapa mais comum que você vai encontrar por aí. Não é tão detalhado, mas já permite o entendimento desta primeira viagem de Paulo.

Em Icônio eles pregam com graça e muitas pessoas, tanto judeus quanto gentios, passam a crer em Jesus. Lemos na Palavra que eles ficam lá por um bom tempo, até que judeus e gentios incrédulos se juntam para apedrejarem aos dois. Sabendo disso, eles fogem para Listra e Derbe.

Note que, por onde eles passavam, eles encontravam opositores, se deparavam com pessoas que não concordavam, a ponto de estarem dispostas a partir para a violência física.

Isso nos ensina algo: nós também encontraremos oposição nas nossa vidas. Muitas vezes, mesmo ao fazer a obra do Senhor, encontraremos oposição. Devemos estar sempre sensíveis ao Espírito para saber quando devemos perseverar, e quando devemos seguir outro caminho. Paulo e Barnabé permaneceram em Icônio até o momento onde entenderam que era hora de sair. Devemos fazer a mesma coisa: perseverar diante das adversidades e entender, no Espírito, o momento de mudar de estratégia.

Listra e Derbe

Indo para Listra, através da vida de Paulo, Deus cura um homem que não andava. Vendo isso a cidade fica em alvoroço, crendo que Paulo e Barnabé eram deuses, chegando ao ponto de quererem adorá-los. Os dois então impedem a multidão e Paulo começa um discurso muito interessante.

“e dizendo: Varões, por que fazeis essas coisas? Nós também somos homens como vós, sujeitos às mesmas paixões, e vos anunciamos que vos convertais dessas vaidades ao Deus vivo, que fez o céu, e a terra, e o mar, e tudo quanto há neles; o qual, nos tempos passados, deixou andar todos os povos em seus próprios caminhos; contudo, não se deixou a si mesmo sem testemunho, beneficiando-vos lá do céu, dando-vos chuvas e tempos frutíferos, enchendo de mantimento e de alegria o vosso coração.”

Atos 14:15-17

Diferentemente de quando pregou no templo ou para os judeus, aqui Paulo usa de elementos naturais e comuns para falar sobre o Senhor. Note que, em seu discurso aqui em Listra ele fala sobre as chuvas, o mar e mantimento, elementos com os quais aquele povo facilmente se identificaria.

A mesma coisa nós devemos fazer: por mais que conheçamos dos detalhes da Palavra e entendamos sobre diversos assuntos complexos, devemos adaptar o nosso discurso para que as pessoas que nos ouvem compreendam o que estamos falando. O nosso objetivo é apresentarmos Cristo para as pessoas da maneira mais clara possível. Para algumas pessoas faremos isso explicando detalhes da Palavra e como a atuação de Deus, ao longo da história aconteceu. Para outras, iremos simplesmente dizer que Jesus as ama.

Por isso, mais uma vez, precisamos estar sensíveis ao Espírito Santo, para entendermos o que, como e quando devemos fazer as coisas.

Paulo é apedrejado

Lemos na Palavra que então alguns judeus vindos de Antioquia e de Icônio, convencem a multidão de Listra a apedrejar Paulo e o fazem. O momento deve ter sido de grande violência, uma vez que, ao terminarem o ato, acreditam terem matado a Paulo. Os discípulos então se aproximam do corpo de Paulo que, ainda vivo, se levanta e, com Barnabé, parte para Derbe.

“Sobrevieram, porém, uns judeus de Antioquia e de Icônio, que, tendo convencido a multidão, apedrejaram a Paulo e o arrastaram para fora da cidade, cuidando que estava morto. Mas, rodeando-o os discípulos, levantou-se e entrou na cidade. E, no dia seguinte, saiu, com Barnabé, para Derbe.”

Atos 14:19,20

Aqui aprendemos sobre o cuidado que devemos tomar com a inconstância. Aquelas pessoas, em um momento estavam prontas para adorar a Paulo como um deus. Pouco tempo depois participam ou permitem que ele seja apedrejado.

A mesma coisa pode acontecer conosco nos dois sentidos: podemos ser aqueles que terão a atenção das pessoas por um momento, para sermos apedrejados em seguida ou podemos ser estes que, de maneira inconstante estão unidas a algumas pessoas para, logo depois, apedrejá-las.

Devemos estar preparados para o primeiro caso e não sermos as pessoas inconstantes do segundo.

O retorno a várias igrejas

Após isso então Paulo e Barnabé vão retornando por todas estas cidades, confirmando as igrejas e elegendo anciãos para cuidarem daquelas pessoas:

“E, tendo anunciado o evangelho naquela cidade e feito muitos discípulos, voltaram para Listra, e Icônio, e Antioquia, confirmando o ânimo dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no Reino de Deus.”

Atos 14:21,22

O mais importante aqui é que Paulo poderia afirmar, com experiência de vida que “para entrar no Reino de Deus teremos muitas tribulações”. Ele estava passando por isso naquele momento exato e poderia testemunhar sobre a veracidade de suas palavras.

Não podemos nos enganar, achando que a caminhada até o Reino será um caminho de tranquilidade, vitórias e paz. Teremos sim paz, teremos alegrias e vitórias. Mas também teremos muitas lutas, teremos que abandonar algumas coisas que fazíamos, teremos que nos posicionar contra o pecado e batalhar com intensidade pelo Reino. Seremos vitoriosos, mas isso incluir, certamente, que teremos que batalhar para isso.

Após essa viagem, Paulo e Barnabé retornam para Antioquia, de onde havia saído originalmente.

Desafio do capítulo

O desafio para este capítulo 14 é falar sobre uma outra perseguição que você se lembra que aconteceu na Palavra. Depois de comentar a sua, leia a que as outras pessoas colocaram. Não se esqueça de deixar a referência bíblica de onde você está extraindo essa perseguição.

Deixe um comentário