Estudo de Atos 12

No estudo de Atos 12 vemos a continuação da perseguição da igreja, dessa vez através do Rei e as consequências desta perseguição. É um capítulo que fala muito conosco sobre fé e o agir de Deus.

Veremos os seguintes acontecimentos neste capítulo:

  • Herodes mata Tiago (1 e 2)
  • Pedro é preso e a igreja intercede (3 a 5)
  • O anjo liberta Pedro (6 a 11)
  • Pedro se encontra com a igreja (12 a 17)
  • Herodes mata os guardas (18 e 19)
  • A morte de Herodes (20 a 23)
  • Barnabé e Saulo voltam para Antioquia (24 e 25)

Vamos analisar, como de costume, alguns pontos deste capítulo.

Quem é Herodes?

“Por aquele mesmo tempo, o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da igreja para os maltratar;
e matou à espada Tiago, irmão de João.”

Atos 12:1,2

Este Herodes foi o terceiro de quatro reis de Israel que se sucederam no trono. Vale lembrar aqui que, no passado, Israel era uma nação Teocrática. Isso muda quando o povo pede por um rei, em 1 Samuel 8, no Velho Testamento. Daí em diante, uma série de reis se sucederam no trono, até que Roma, em 63 a.C., domina sobre a nação de Israel e passa a escolher quem seriam os reis daquele povo.

Em 40 a.C. o senado romano escolhe Herodes, o grande, como Rei da nação de Israel. Este foi o Herodes que matou as crianças quando Jesus tinha cerca de dois anos. Ele tinha medo de perder o trono para o novo Rei do judeus, que havia nascido. Vemos esta história acontecendo em Mateus 2.

Após este primeiro Herodes, vemos ascender ao poder Herodes Arquelau (citado apenas 1 vez na Palavra) e, após ele, Herodes Antipas, também por decisão Romana. Herodes Antipas não chegou a obter o título de Rei. Conhecemos a história dele pois foi o responsável pela decapitação de João Batista.

O terceiro Herodes a assumir o poder foi Herodes Agripa I, neto de Herodes, o Grande. A este, Roma deu o título de Rei sobre a nação de Israel. Este é o Herodes que vemos matar Tiago e prender Pedro.

Quando ele manda matar Tiago, percebe que o povo judeu se agrada da decisão e então ele decide continuar a sua perseguição contra os cristãos, mandando prender também a Pedro, com a intenção de matá-lo.

A importância de entendermos quem é quem dentre estes Herodes é para não interpretarmos incorretamente as escrituras. Vemos um Herodes perseguindo e assassinando bebês em Mateus 2, outro assassinando João Batista e um terceiro a Tiago. Não podemos achar que são a mesma pessoa, mas podemos concluir que todos eles perseguiram, de uma forma ou de outra, os cristãos.

A intercessão da igreja

Quando Pedro é preso, lemos na Palavra que a igreja orava por ele:

“Pedro, pois, era guardado na prisão; mas a igreja fazia contínua oração por ele a Deus.”

Atos 12:5

Orar pelos nossos irmãos que estão numa situação de necessidade, é algo que toda a igreja deve fazer. Muitas vezes nos vemos numa situação onde não podemos ajudar de outra forma, se não através da oração. Esta era a situação da igreja quando Pedro foi preso. Não havia nada que aquelas pessoas pudessem fazer, se não orar.

Vale notar ainda que eles oravam continuamente, ou seja, de maneira ininterrupta, por Pedro. Esse deve ser um exemplo para nós. Algumas situações vão exigir perseverança na oração. São situações que não vão se resolver rapidamente, que não serão atendidas no momento em que esperamos. Lembro-me de orar por anos e anos por algumas situações com outras pessoas, antes delas se resolverem.

Independente do tempo que leve, devemos perseverar na oração. Seja pela cura de alguém, pela conversão de uma pessoa, pelos nossos filhos, igreja, o que for. Algumas situações simplesmente precisam de oração contínua.

Então o anjo vai até Pedro, liberta-o da prisão, e ele decide ir até a casa de Maria, mãe de João, onde a igreja está reunida. Nos versos 14 a 16, lemos o seguinte:

“E, conhecendo a voz de Pedro, de alegria não abriu a porta, mas, correndo para dentro, anunciou que Pedro estava à porta. E disseram-lhe: Estás fora de ti. Mas ela afirmava que assim era. E diziam: É o seu anjo. Mas Pedro perseverava em bater, e, quando abriram, viram-no e se espantaram.”

Atos 12:14-16

Eu acho interessante notar que, ao mesmo tempo em que a igreja se reunia para orar por Pedro, quando a oração é atendida, eles ficam espantados.

Devemos orar confiando que nossas orações serão atendidas, sabendo que a vontade de Deus vai se cumprir. O fato deles terem se espantado de Pedro ter aparecido ali, até mesmo duvidando de Rode, me leva a crer que eles não estavam esperando serem atendidos.

Isso é algo que acontece quando estamos orando há algum tempo por alguma situação específica: o tempo passa e a nossa esperança de aquilo vai acontecer começa a diminuir.

Nesse momento, devemos lembrar do seguinte texto:

“Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; porque o que duvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa.”

Tiago 1:6,7

A morte de Herodes

No fim do capítulo, lemos sobre a morte de Herodes:

“E, num dia designado, vestindo Herodes as vestes reais, estava assentado no tribunal e lhes dirigiu a palavra. E o povo exclamava: Voz de Deus, e não de homem! No mesmo instante, feriu-o o anjo do Senhor, porque não deu glória a Deus; e, comido de bichos, expirou.”

Atos 12:21-23

Era comum para algumas posições no império Romano, as pessoas serem consideradas como deuses. Isso acontecia, por exemplo, com o César, que era tratado por muitos como um tipo de deus.

Quando o rei do povo judeu ouve o povo dizer “voz de Deus, e não de homem” e não dá glória a Deus, é ferido pelo anjo e morre.

Existem várias lições muito importantes aqui. Uma delas é: devemos sempre nos lembrar do nosso lugar em relação a Deus. Nós somos criaturas, não somos o Criador. Nós somos filhos, não somos o Pai. Nós somos servos, não somos o Senhor. Quando nos esquecemos disso, quando o nosso ego infla e passamos a nos considerar mais do que realmente somos, podemos cair no mesmo erro de não dar a glória a Deus pelas coisas que acontecem conosco.

Desafio do capítulo

O desafio do capítulo de hoje é para que você deixe o seu comentário sobre uma situação em que você orou e recebeu a resposta, como aconteceu com a igreja aqui neste capítulo. Quando damos testemunho daquilo que Deus fez em nossas vidas, estamos edificando a igreja!

5 comentários em “Estudo de Atos 12”

  1. Eu creio no poder da Oração.Pois , a Oração é um dos momentos mais sobrime da vida da igreja em todos os momentos da vida. Infelizmente poucos intendem ou se quer procuram compreender que é através da Oração que nos aproximamos de Deus , e conseguimos mover as suas mãos em nosso favor e em favor da humanidade.Deus continue abençoando o trabalho das vossas mãos. Nunca pare de orar ,sua Oração têm Poder.

    Responder
  2. A oração tem poder, “a oração do justo pode muito em seus efeitos” e quando temos um oração atendida de algo que é impossível aos nossos olhos ficamos espantados e regozijados, e a libertação do meu irmão das drogas é uma oração atendida pelo Senhor. Sou grata.

    Responder
  3. Graça e Paz!!!

    Em 2008 casei em Satidade, tudo dentro dos padrões estabelecidos pela palavra.
    Nosso sonho era deixar vir os filhos depois de 5 anos de casado, porém, quando fizemos 3 anos de casado recebemos a notícia que minha esposa, aos 23 anos, tinha entrado na menopausa precoce e tinha falência dos ovários.
    Nosso mundo desabou, pois junto com o diagnóstico da doença veio a notícia que não poderíamos ser pais.
    Houve um sentimento ruim, por que Deus permitiu isso, fizemos tudo certo, tudo de acordo com os ensinamentos.
    Fomos desafiados a orar e confiar, FOI MUITO DIFÍCIL, porém, mantivemos a nossa fé em Deus.
    Uma mulher de Deus, em um culto que participamos, teve uma visão espiritual:
    “Vi vc apresentando uma criança, era um menino, muito cabeludo, ao lado vi ima criança em um carrinho, estava com uma chupeta rosa, era sua filha. Deus manda te dizer que vc vai ter 2 filhos, a primeira uma menina e o segundo o menino.”
    Intensificamos as orações, pois todos os médicos que íamos davam o mesmo diagnóstico, “menopausa precoce e falência dos ovários.
    4 Meses depois da visão minha esposa engravidou, contrariando todos os diagnósticos médicos e 5 anos depois, AGORA CONSAGRADO A PASTOR, apresentei meu filho(com as mesmas características da visão, muito cabeludo).
    Hoje os meus milagres tem 8 anos a menina e 3 anos o menino.
    Minhas orações foram respondidas!!!!!

    Responder

Deixe um comentário