Mensagem

Devemos nos afastar dos pecadores

Mulher triste, olhar distante
André
Escrito por André

Paulo dá uma instrução muito clara para a igreja de Corinto: que eles não se associassem com aqueles que se prostituem:

“Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem;” (1 Coríntios 5:9)

Porém, quando diz isso, Paulo não está falando sobre aquelas pessoas que frequentam casas de prostituição ou as pessoas que cometem adultério. Veja a continuação deste texto:

“Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo.” (1 Coríntios 5:10)

Ou seja, Paulo não está falando aqui que nós devemos nos afastar daqueles que estão em pecado, mas que ainda não conhecem a Cristo. Aqueles que não tiveram um encontro verdadeiro com o SENHOR.

Então, sobre quem Paulo está falando? Vamos ver o que ele continua dizendo:

“Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais.” (1 Coríntios 5:11)

Vemos então que Paulo, quando fala para não nos associarmos com os que se prostituem, está falando sobre aqueles que, dizendo-se seguidores de Cristo, andam como se nunca O tivessem conhecido.

Lendo esse texto é muito fácil que nós olhemos para as pessoas da nossa igreja, para aqueles a quem chamamos de irmãos, e comecemos a refletir se devemos ou não nos associar com estas pessoas.

Porém antes de fazermos isso – e aqui não quero ir contra o conselho de Paulo – talvez devamos nos lembrar do que o apóstolo disse para a igreja de Roma:

“Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão.” (Romanos 14:13)

Antes de pensarmos nas pessoas que estão à nossa volta, devemos primeiro nos perguntar: estou sendo eu o que se prostitue? Sou eu aquele que, dizendo-me irmão, continuo desviando-me daquele que declaro crer com minha boca, mas não com minhas ações?

Antes de olhar para as pessoas, devemos olhar para nós mesmos. Após isso, então poderemos refletir com mais profundidade sobre o que Paulo disse para a igreja de Corinto.

Paz.


Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário

Quer saber antes de todo mundo o que acontece no JC na Veia?
Assine nossa newsletter
Essa é uma lista exclusiva, poucas pessoas permanecem nela e oferecemos o melhor para nossos assinantes, conteúdo exclusivo e novidades em primeira mão.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
close-link