Livros

Simplesmente Crente – Michael Horton

Michael Horton - Autor do livro Simplesmente crente

“Simplesmente crente” é uma obra importantíssima para cristãos com mais tempo de caminhada. Abre nossos olhos para o vício no extraordinário, que nos contamina aos poucos, sem que percebamos.

Simplesmente CrenteLivro: Simplesmente crente

Autor: Michael Horton

Editora: Fiel

Ano: 2016

Li recentemente o livro “Simplesmente Crente”, do autor Michael Horton. No livro o autor discorre sobre a atual dependência do excesso, onde tudo deve ser feito no máximo, da melhor maneira, numa vida extrema, que mude o mundo. A crítica gira em torno do fato de não aceitarmos mais o comum, aquilo que é apenas essencial.

Na crítica da maneira como vivemos, ele traça um paralelo sobre como essa mentalidade tem invadido a igreja e transformado a vida cristã comum em algo inadmissível.

É uma obra essencial para todos nós que fomos contaminados com a necessidade do especial, que não sabemos mais viver com o a vida cristã comum, com a rotina simples. Falando sobre essa dificuldade na ordinária, ele nos alerta de que a busca de uma vida espetacular pode ser apenas uma fuga.

Enquanto aponta as falhas, o autor reconhece que o problema não é a grandeza, mas a maneira como corremos para alcançar resultados vazios, simplesmente por não admitirmos o lugar comum. O autor não precisa de muito para nos convencer do fato de que estamos numa busca inquieta pelo novo. De que o comum se tornou pouco, mesmo que seja bíblico.

Apesar de alegar que não está fazendo uma crítica à igreja atual, o livro contém comentários ácidos sobre a organização contemporânea de algumas congregações. O autor faz isso, por exemplo, ao falar sobre como os jovens são encarados hoje em dia.

Em alguns momentos do livro o autor usa uma escrita mais rebuscada que o necessário, fazendo a leitura ficar pesada e cansativa. Porém, apesar disso, o livro provoca pensamentos e reflexões profundas, que nos fazem rever atitudes e entender alguns de nossos comportamentos.

Vale a pena passar pelos parágrafos mais densos com a dedicação necessária para extrair o que o autor tem para apresentar.

Cada vez que ele fala sobre como devemos nos despir da necessidade do extraordinário, recebemos um pouco mais de revelação sobre como encontrar com Deus nas coisas simples da vida. O cotidiano com Deus tem muito mais a nos surpreender do que podemos imaginar, esse entendimento vai sendo descoberto conforme o desenrolar da leitura.

Não pense que o livro, por tratar do mesmo assunto, vai ficando monótono a longo do tempo. Pelo contrário, apenas o último capítulo já valeria a leitura, vale a pena aproveitar esse livro até as suas últimas palavras.

No final das contas o livro é um tapa na minha cara, que tenho muito maior dificuldade em enfrentar a loucura de um dia comum do que num final de semana de trabalho intenso por centenas de vidas.

Sobre Michael Horton

Michael Horton nasceu em 1964 nos Estados Unidos. Vive na Califórnia com sua esposa e quatro filhos.

Apesar de ter nascido e sido criado numa igreja batista arminiana, tem convicções Calvinistas, que formou após uma leitura cuidadosa do livro de Romanos.  Formou-se bacharel na Biola University, passou pela Westminster Seminary California para o seu mestrado e tem PhD pelas Wycliffe Hall e pela Coventry University.

É diácono na Igreja Reformada Episcopal, além de ter sido  presidente de associações cristãs e pastor em algumas igrejas. Em 1996 foi eleito como uns dos cristãos mais influentes da atualidade com menos de 40 anos pela revista “Christianity Today”.

Trechos do livro “Simplesmente crente”

Como de costume, separei alguns trechos do livro que, além de serem muito bons, retratam bem os assuntos principais tratados.

Nesse primeiro trecho o autor fala sobre como não nos conformamos com o lugar comum:

Sempre tem de haver a cause du jour (causa do dia) que justifique nosso envolvimento. De outra maneira, a vida na igreja seria simplesmente ordinária demais. Como em todas as áreas da vida, passamos a acreditar que o crescimento em Cristo tanto de indivíduos quanto das igrejas pode e deve ser programado para gerar previsíveis resultados nada realistas e nem mesmo biblicamente justificados.

No segundo trecho que destaquei, ele discorre sobre como nossas motivações egoístas acabam com boas iniciativas:

Não cavamos poços na África para provar nosso valor ou importância. Não servimos a sopa para os sem-teto nem nos envolvemos em disciplinas espirituais por desejo de sermos especiais, radicais e diferentes. Quando fazemos essas coisas por razões egoístas, Deus se torna ferramenta para que ganhemos nosso prêmio pelo tempo de nossa vida. Nosso próximo, se torna instrumento na criação de nosso senso de significado, impacto e identidade. Aquilo que fazemos para Deus é, na verdade, feito para nós mesmos.

Onde comprar o livro “Simplesmente crente”

O livro “Simplesmente crente” pode ser comprado no site da própria Editora Fiel onde, na data da escrita deste post, a versão física custa R$ 47,00. Você também pode adquiri-lo através do serviço kindle unlimited, da Amazon, onde o e-book sai de graça. A versão em e-book, para quem não assina o serviço, sai por R$ 24,90.

Se você gostou do post, se já leu o livro ou se interessou, então comente e compartilhe com seus amigos e familiares.

Paz.

Sobre o autor

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário