Para compartilhar

5 importantes ensinamentos bíblicos para pais

Versículos sobre honra aos pais
André
Escrito por André

Hoje quero trazer para você cinco ensinamentos bíblicos para pais que todos nós deveríamos conhecer. Seja você pai ou mesmo que  ainda esteja em fase de preparação para essa linda etapa da vida, vale conhecer e praticar esses ensinamentos.

Infelizmente no Brasil ainda sofremos muito com falta de paternidade, isso gera um mal incalculável. Num longo estudo de uma universidade americana, foi constatado que a ausência da figura paterna leva a diversos distúrbios emocionais nos jovens e adultos.

Além disso, falando especialmente para pais de meninas, a ausência do pai aumenta o risco de depressão nessas crianças. Esse estudo foi feito por uma universidade inglesa com mais de cinco mil crianças.

Além desses dois, existem vários outros estudos que comprovam o grande mal que é a ausência do pai nas crianças. Mesmo que seja um pai que mora com a criança, ele ainda pode ser ausente.

Para que nós não sejamos esse tipo de pai, trago cinco princípios bíblicos nesse post que vão te ajudar a ser um pai melhor. Só peço uma coisa: não deixe que esses ensinamentos fiquem apenas na leitura, traga-os para a sua vida, pratique-os e veja seus filhos serem mais felizes.

Ensinamentos bíblicos para pais

Cuide de seus filhos com amor e zêlo

A bíblia é muito clara quando fala sobre o cuidado que temos que ter com nossos filhos e familiares. Talvez um dos versos mais famosos que tenhamos nesse assunto seja esse:

“Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel.” (1 Timóteo 5:8)

Temos que cuidar com muito carinho de nossa família. Como homens, somos responsáveis por muitas coisas em nossas casas. Nós somos os cabeças e devemos exercer nosso papel dentro de nossos lares, cuidando, protegendo, dando carinho, atenção e amor a todos.

Não podemos deixar de suprir as necessidades físicas, emocionais e espirituais de nossas casas. Esse é o nosso chamado, se negligenciamos os nossos dentro de casa para cuidar de outras coisas somos tidos como piores do que os infiéis.

“Os filhos são herança do Senhor, uma recompensa que ele dá. Como flechas nas mãos do guerreiro são os filhos nascidos na juventude. Como é feliz o homem que tem a sua aljava cheia deles! Não será humilhado quando enfrentar seus inimigos no tribunal.” (Salmos 127:3-5)

Temos que entender a importância que a bíblia dá para nossos filhos. Não podemos ser negligentes achando que é responsabilidade de nossas esposas cuidar deles. Mesmo que você seja divorciado e não more com seus filhos, não negligencie o seu papel, não deixe de praticar esses ensinamentos bíblicos para pais.

Dedique-se ao ensino das escrituras

Infelizmente conheço poucos pais que se dedicam ao ensino das escrituras para seus filhos. Que grande falta isso faz na vida espiritual de nossos pequenos. A bíblia é muito clara:

“E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.” (Deuteronômio 6:6,7)

Apesar de ser um verso que falava da lei, certamente aplica-se a nossos dias e pode nos trazer importantes lições. É nossa a responsabilidade de ensinar nossos filhos nos caminhos do Senhor. Não é da igreja, da escola ou dos amigos, é nossa responsabilidade como pais. E de nós que o Senhor um dia pode cobrar.

“Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele.” (Provérbios 22:6)

Precisamos de mais que isso para entender o que Deus pede de nós? Esse é um dos ensinamentos bíblicos para pais mais claros da Palavra.

Repreenda seu filho quando necessário

Todo pai deve dar amor, mas não pode esquecer-se de corrigir. Costumo ver todo tipo de pai:

  1. Aquele que só dá broncas e não se dispõe a passar tempo amando, dando carinho e brincando com seus filhos;
  2. Aquele que é só carinho, mas não é austero quando necessário. Isso gera crianças que não tem limites, que acham que podem fazer qualquer coisa.

Em minha opinião ambos estão errados. Temos que ser pais que sabem amar seus filhos, que passam tempo de qualidade e tempo em quantidade com eles. Mas também temos que ser pais que impõem limites, que ensinam aos seus filhos quem é que manda e o lugar deles.

Temos que criá-los de maneira que eles sejam submissos, que saibam que existem autoridades que devem ser respeitadas.

Veja que isso pode parecer um absurdo, mas não é. Se seu filho não souber que você e sua esposa são autoridades, eles não vão respeitar professores, pastores, policiais ou governantes. Se estiver em dúvidas sobre a importância de uma autoridade, bata um papo com Davi e Saul.

“A vara e a repreensão dão sabedoria, mas a criança entregue a si mesma, envergonha a sua mãe.” (Provérbios 29:15)

Eu jamais poderia falar algo mais claro que a própria Palavra. Aqui o sábio Salomão nos ensina que não podemos deixar nossos filhos fazerem o que quiserem quando quiserem.

“O que não faz uso da vara odeia seu filho, mas o que o ama, desde cedo o castiga.” (Provérbios 13:24)

Temos vários ensinamentos bíblicos para pais na Palavra, esse é um deles que encontramos em diversas passagens.

Mas o faça com sabedoria

Castigar nossos filhos é um ato de amor, não de ódio. Não estou falando de violência física ou moral, estou falando de castigos coerentes, mesmo que isso passe por uns tapinhas na bunda ou um puxão de orelha. Mesmo quando repreendemos nossos filhos, devemos fazê-lo lembrando-nos que isso é um ato de amor, e não de raiva, ódio ou vingança.

O ato de castigar um filho não pode ser feito de maneira descabida ou sem uma reflexão prévia do que será feito.

“Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor.” (Efésios 6:4)

Eu já castiguei meus filhos algumas vezes. Quando o fiz com calma e tranquilidade agi d maneira correta. Das vezes em que os repreendi com falta de controle emocional, tive que pedir perdão, pois errei.

Você já perdeu o controle emocional ao repreender seus filhos? Acha que precisa pedir perdão por isso?

Não seja um homem cheio de ira

“Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar.” (Tiago 1:19)

Conectado ao ponto que falamos anteriormente, precisamos entender que não podemos ser pessoas iracundas, que ficam com raiva o tempo todo. Devemos ser pessoas tranquilas, que vivem em paz, mesmo nos momentos de crise, mesmo nos momentos em que nossos filhos passam dos limites.

Isso vai ensiná-los, vai lhes dar confiança de que o pai é um homem com quem se pode contar. Eles não terão medo, mas respeito.

O medo faz com que os filhos se afastem do pai, o respeito os aproxima e cria admiração. Você se torna realmente o herói deles. Que pai não quer ser o herói dos filhos?

Deus abençoe sua vida e sua jornada como pai. Que você possas aproveitar esses ensinamentos bíblicos para pais que aprendeu ou relembrou hoje.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário