Estudo do livro de Salmos – Salmo 146

O Salmo 146 é o primeiro capítulo do fechamento do livro de Salmos. Na estrutura do livro dos Salmos, onde temos uma organização em 5 livros, temos 5 salmos que finalizam este livro de salmos.

Um ponto importante a se notar é que a estrutura do livro, apesar de nos ajudar a compreender o todo, é menos importante que seu conteúdo. Vamos entender a estrutura, mas focar no aprendizado que o Espírito Santo, através do conteúdo, traz para nossas vidas.

Louvai ao Senhor!

Assim como todos os capítulos deste fechamento do livro de Salmos, o Salmo 146 começa e termina com a expressão “Louvai ao Senhor”, como se fosse uma ordenança para nós, leitores.

“Louvai ao Senhor! Ó minha alma, louva ao Senhor!”

Salmos 146:1

“O Senhor reinará eternamente; o teu Deus, ó Sião, é de geração em geração. Louvai ao Senhor!”

Salmos 146:10

Após todos os textos de Salmos onde lemos sobre perseguições, problemas, dores e dúvidas, no final do livro lemos: “Louvai ao Senhor”. Isso parece-me quase como uma analogia com as nossas vidas onde passamos por problemas, dificuldades de todos os tipos mas, no final, precisamos sempre nos lembrar de louvarmos ao Senhor, pois Ele é nosso refúgio, Ele é a certeza do descanso em meio à tribulação.

Confiança em homens

Este salmo é um salmo de contraste da confiança nos homens e da confiança em Deus. Aprendemos aqui que não devemos confiar em homens:

“Não confieis em príncipes nem em filhos de homens, em quem não há salvação. Sai-lhes o espírito, e eles tornam para sua terra; naquele mesmo dia, perecem os seus pensamentos.”

Salmos 146:3,4

Nos versos seguintes, o salmista nos ensina que devemos confiar em Deus, pois Ele é poderoso para nos ajudar.

Muitas vezes preferimos colocar a nossa confiança naquilo que vemos: seja nosso dinheiro, nossa família, algum especialista num assunto. É mais fácil, para nós, colocarmos a nossa confiança nestas coisas do que no Senhor todo-poderoso, a quem não vemos.

Todavia, como aprendemos aqui, este é um erro. Não existe salvação nos homens, nos especialistas, no dinheiro, no nosso trabalho e assim por diante. Só existe salvação verdadeira em Deus. Deus é eterno, todo o resto é passageiro. Confiamos em e vivemos para um Deus eterno, que não tem início nem fim. Confiamos num Deus poderoso, que pode fazer o que quiser, que não se limita às possibilidades da finitude do homem. Deus é o nosso Salvador, em quem devemos sempre depositar a nossa confiança.

A bem-aveturança

Assim como no primeiro Salmo, vemos que este salmo fala sobre uma bem-aventurança, que é justamente o contraponto da confiança nos homens:

“Bem-aventurado aquele que tem o Deus de Jacó por seu auxílio e cuja esperança está posta no Senhor, seu Deus,”

Salmos 146:5

“Bem-aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.”

Salmos 1:1

Este é o tema deste salmo a nossa confiança pessoal em Deus, que nos leva a louvá-lo.

Apenas estes versos iniciais já nos levam à questão: em quem temos depositado nossa confiança? Confiamos totalmente no nosso Senhor ou ainda guardamos um pouco da nossa confiança em nós mesmos ou naquilo que é passageiro?

Quem Ele é o que Ele faz

Este salmo lista alguns motivos pelos quais devemos confiar nEle, descansando na certeza de que Deus é nosso Senhor:

  • Fez todas as coisas: Gênesis 1 e 2
  • Guarda a verdade para sempre
  • Faz justiça aos oprimidos
  • Dá pão aos famintos
  • Solta os encarcerados
  • Abre os olhos aos cegos
  • Levanta os abatidos
  • Ama os justos
  • Guarda os estrangeiros
  • Ampara o órfão e a viúva
  • Transtorna o caminho dos ímpios
  • Reinará eternamente

Como sabemos que Deus é sim o detentor de todos estes atributos, como podemos não louvá-lo? Como é que não sairá de nossos lábios expressões de louvor e adoração a um Deus tão perfeito?

Louvor no nível pessoal

Note que este salmo fala de um louvor no nível pessoal:

“Louvai ao Senhor! Ó minha alma, louva ao Senhor!”

Salmos 146:1

Veremos que os próximos salmos do fechamento deste livro aumentam o escopo do louvor. Este primeiro salmo do encerramento do livro é um direcionamento para que nós, de maneira individual, louvemos ao nosso Deus.

Desafios do capítulo

Para este capítulo, tenho alguns desafios para você:

  1. Pense em quais outros textos bíblicos fazem um contraste entre a confiança em Deus e confiança nas pessoas. Tente se lembrar sem precisar olhar no Google ou pesquisar na sua bíblia;
  2. Escolha um destes textos e deixe seu comentário aqui falando qual texto você escolheu e por qual motivo;
  3. Assim como eu fiz uma relação de um dos pontos apresentados sobre Deus aqui com Gênesis 1 e 2, escolha um outro tópico e faça uma relação com algum outro texto bíblico. Deixe seu comentário dizendo qual relação você fez;
  4. Leia as respostas das outras pessoas e comente na que você achar mais interessante.

Paz.

Deixe um comentário