Estudo de Gênesis 20

Em Gênesis 20, Abraão vai para o Sul e vemos o encontro dele com Abimeleque. Vamos analisar alguns trechos deste capítulo.

O capítulo está organizado da seguinte forma:

  • Abimeleque tem um sonho (1 a 7)
  • Abraão é interrogado (8 a 13)
  • Abimeleque restitui Sara e Abraão (14 a 16)
  • Abraão ora por Abimeleque (17 e 18)

Abimeleque tem um sonho

Abraão vai habitar em Gerar, uma cidade que ficava entre a terra prometida e o Egito. Era uma cidade menor, apesar de ser uma das principais cidades dos filisteus. Abimeleque era o rei de lá e é apresentado aqui neste capítulo.

Vemos, logo no começo do capítulo, Deus falando com esse rei filisteu:

“E disse-lhe Deus em sonhos: Bem sei eu que na sinceridade do teu coração fizeste isto; e também eu te tenho impedido de pecar contra mim; por isso, te não permiti tocá-la. Agora, pois, restitui a mulher ao seu marido, porque profeta é e rogará por ti, para que vivas; porém, se não lha restituíres, sabe que certamente morrerás, tu e tudo o que é teu.”

Gênesis 20:6,7

A primeira coisa que aprendo aqui é que não podemos limitar a ação de Deus. Deus visitou em sonho, um homem pagão, para proteger o seu profeta. Deus pode usar até o ímpio para fazer a Sua vontade. Deus pode falar e dar direções para quem quiser, quando quiser, como quiser. Nós, como criaturas limitadas, não podemos pensar que sabemos a forma correta de Deus agir. Ele é Deus, nós não.

A segunda coisa que me chama a atenção aqui é que, mesmo Abraão estando, novamente, cometendo o mesmo pecado, Deus ainda o chama de profeta e protege ele. Vejo algumas pessoas que pecam e pensam que o melhor é sair da igreja, pois não são santas ou perfeitas o suficiente ainda para estar lá. Eu consigo entender essa maneira de pensar, mas não consigo concordar com ela.

A igreja é um lugar para pessoas pecadoras, que estão buscando salvação. Não é um lugar para os santos perfeitos que não cometem nenhuma falha. Aliás, a única pessoa com essas características é Cristo. Nós somos santos, não por não termos pecado, mas pelo fato de Cristo ter nos feito santos. Somos santos que ainda pecam, que ainda lutam com o pecado, que ainda precisam de muita mudança de vida.

Por outro lado, ler esta história, não é uma forma de entendermos que temos licença para pecar. Abraão errou, caiu novamente no mesmo pecado e, mais uma vez, é humilhado por um homem pagão que demonstrou, naquele momento, ter mais princípios do que ele.

Abraão é interrogado

Na sequência, Abraão é interrogado por Abimeleque:

“E disse Abraão: Porque eu dizia comigo: Certamente não há temor de Deus neste lugar, e eles me matarão por amor da minha mulher. E, na verdade, é ela também minha irmã, filha de meu pai, mas não filha da minha mãe; e veio a ser minha mulher.”

Gênesis 20:11,12

Vemos aqui uma série de erros de Abraão. O primeiro deles é que ele julgou aquelas pessoas como não tendo temor de Deus. Apesar de tudo indicar que isso era verdade, não vemos essa atitude em Abimeleque.

O segundo erro dele foi tentar se enganar, dizendo que ele não tinha a intenção dele de mentir para Abimeleque. Ele pode até não ter mentido, afinal, Sara era realmente sua meia-irmã, porém a intenção dele foi a de mentir, como vimos acontecer também no capítulo 12.

O terceiro erro de Abraão foi não ter aprendido o suficiente anteriormente e cair no mesmo pecado.

O que aprendo aqui é que temos que ter muito cuidado antes de julgar as pessoas. Não podemos nos esquecer que somos igualmente pecadores, que todos nós carecemos da graça de Deus da mesma maneira. Também aprendo que temos que ter um cuidado redobrado com pecados que encontramos ser recorrentes em nossas vidas, normalmente são pecados para os quais precisamos pedir ajuda para nos libertarmos.

Abraão ora por Abimeleque

Vemos por fim que Abraão ora por Abimeleque:

“E orou Abraão a Deus, e sarou Deus a Abimeleque, e a sua mulher, e as suas servas, de maneira que tiveram filhos; porque o Senhor havia fechado totalmente todas as madres da casa de Abimeleque, por causa de Sara, mulher de Abraão.”

Gênesis 20:17,18

Neste capítulo vemos a designação profeta aparecendo pela primeira vez. Abraão é apresentado para Abimeleque como sendo um profeta.

É interessante notar que aqui o papel do profeta se inverte: normalmente vemos profetas falando para pessoas em nome de Deus. Aqui ele fala para Deus em nome das pessoas, intercedendo em favor do rei.

Paz.


❗ Você sabia? ❗

Existem formas de você aprender ainda mais sobre a palavra:

Deixe um comentário