Estudo de 2 Pedro – Capítulo 2

No capítulo 2 de 2 Pedro, vemos Pedro alertando a igreja sobre os falsos ensinos e as consequência de segui-los.

O capítulo apresenta os seguintes assuntos:

  • O perigo dos falsos mestres (1 a 3)
  • A justiça de Deus (4 a 9)
  • O galardão da injustiça (10 a 16)
  • A consequência de seguir falsos ensinamentos (17 a 22)

Veremos alguns deles.

Vídeo do estudo de 2 Pedro – Capítulo 2

O perigo dos falsos mestres

No começo deste capítulo, Pedro continua falando sobre a questão dos ensinos incorretos que se introduziram na igreja. O apóstolo começou a falar sobre isso no capítulo 1, a partir do versículo 16. Neste segundo capítulo, ele diz o seguinte:

“E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade; e, por avareza, farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.”

2 Pedro 2:1-3

Ele faz uma referência rápida aos falsos profetas do passado, dizendo que, da mesma forma que aconteceu no passado, a igreja sofrerá esse tipo de ataque.

Não serão ataques de perseguição física, como os destinatários da 1 carta de Pedro sofreram, mas sim ataques à fé, com ideias que vão contra a Palavra e que confundem as pessoas.

Além de afirmar que estas heresias entrarão na igreja de maneira sutil, Pedro também nos diz que muitas pessoas seguirão estas dissoluções.

Isso acontece pois, na sua maioria, estas ideias e heresias atendem aos desejos pecaminosos que temos. Por isso vemos tantas ideologias frutificarem fortemente até mesmo dentro da igreja. Uma delas, que Paulo combateu em Gálatas 2, foi a de que algumas observâncias da lei eram necessárias para os cristãos. Essa foi uma ideologia que atacou a igreja primitiva, afirmando que obras eram necessárias para a salvação.

Não estou aqui apontando o dedo para nenhum pensamento de nenhuma igreja, estou apenas, assim como Pedro fez, alertando para a nossa necessidade de conhecermos profundamente ao Senhor e à Sua Palavra, para que não sejamos levados por todo vento de doutrina, como Paulo nos ensina:

“para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo vento de doutrina, pelo engano dos homens que, com astúcia, enganam fraudulosamente.”

Efésios 4:14

O galardão da injustiça

Pedro também fala sobre a consequência de falso ensino:

“Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção, recebendo o galardão da injustiça; pois que tais homens têm prazer nos deleites cotidianos; nódoas são eles e máculas, deleitando-se em seus enganos, quando se banqueteiam convosco; tendo os olhos cheios de adultério e não cessando de pecar, engodando as almas inconstantes, tendo o coração exercitado na avareza, filhos de maldição; os quais, deixando o caminho direito, erraram seguindo o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça.”

2 Pedro 2:12-15

Ele nos ensina que, assim como animais irracionais, são aqueles que abrem suas bocas para ensinar incorretamente a igreja, como seres que apenas seguem a sua natureza pecaminosa.

Lemos aqui que a consequência disso é que estas pessoas vão morrer em seus pecados (perecer na sua corrupção). Isso acontece pois são pessoas que não têm prazer no Senhor ou na sua lei, mas sim naquilo que os satisfaz diariamente, nos prazeres da carne, nos adultérios e outros pecados.

Ao fazerem isso, levam consigo algumas pessoas, a quem Pedro se refere como “almas inconstantes”. Note novamente a similaridade com o ensino de Efésios 4, onde Paulo nos pede que não sejamos inconstantes.

O erro de Balaão, que é citado aqui neste trecho, foi justamente o de profetizar o que lhe convinha para atender um desejo da carne: a ganância. Pedro diz que ele “amou o prêmio da injustiça”.

O ensinamento que recebo aqui é que devemos sempre tomar cuidado quando aprendemos, interpretamos e também quando ensinamos sobre a Palavra. Nossos desejos carnais não podem fazer com o que nosso entendimento seja distorcido. Existimos para a glória de Deus, não para que nossas próprias vontades sejam satisfeitas.

Seguir falsos ensinos

Por fim, falando sobre as pessoas que acabam seguindo estes falsos ensinos, Pedro diz:

“Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça do que, conhecendo- o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado. Deste modo, sobreveio- lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito; a porca lavada, ao espojadouro de lama.”

2 Pedro 2:21,22

O que aprendemos aqui é que não podemos despreza a sã doutrina, que devemos permanecer firmes à Palavra e às verdades de Deus, nos mantendo fieis a Ele em todo o tempo, da mesma forma que Paulo ensina para Timóteo:

“Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.”

2 Timóteo 4:3-5

Pedro e Paulo nos ensinam que precisamos estar firmes no Senhor, para que não sejamos enganados pelas nossas próprias vontades, nos voltando para ensinamentos que não são verdadeiros. Só conseguimos fazer isso, quando nos lembramos que não são nossos desejos que governam nossas vidas, mas sim a vontade de Deus para nós. Nós não estamos no trono, Ele está.

Desafios do capítulo

Neste capítulo seu desafio é listar quais ensinos você entende não estarem de acordo com a bíblia, mas que você já ouviu por aí. Note que a ideia não é que você aponte os erros das outras pessoas ou igrejas, apenas fale sobre coisas que você já ouviu e não estão de acordo com a Palavra.

Deixe um comentário com a sua resposta.

❗ Você sabia? ❗


Existem formas de você aprender ainda mais sobre a palavra:

4 comentários em “Estudo de 2 Pedro – Capítulo 2”

  1. O que muitos estão pregando só hoje em dia! é que “Deus é amor” Sabemos que Deus é amor, mas também é fogo consumidor. Pedro vai nos ensinar que os falsos mestres, prometem liberdade, sendo eles mesmo servos da corrupção. Não devemos ser levados aí esses falsos ensinamento de hoje em dia. Devemos sempre levar a palavra de Deus em nossos corações.

    Responder
  2. O mesmo que uma pessoa daqui disse, falam que “Deus é amor” e que vai nos aceitar do jeito que somos, como as pessoas que dizem que ser lgbt é algo comum e natural, e que é algo que agrada a Deus, pq eles só estão “amando” e que não tem nada de errado em “amar” mas lembro que Paulo já nos alertou sobre certas paixões… Não aceitam a verdade que está na Bíblia e querem criar a própria Bíblia deles, onde se relacionar com alguém do mesmo sexo é algo normal. Sendo que em Gênesis está muito claro que Deus fez o homem para se casar com a mulher, caso contrário teria criado um homem para Adão, ou uma mulher para Eva. Então Deus é amor, mas tbm é Justiça. E só aceita os que vivem de acordo com a palavra, o mesmo que dizem que todos nós somos filho Dele, nós somos criaturas, só nos tornamos filhos quando aceitamos Jesus como único salvador e quando vivemos de acordo com a palavra

    Responder

Deixe um comentário