O pecado envergonha

O pecado envergonha

O pecado envergonha

“E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais. E ouviram a voz do SENHOR Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e esconderam-se Adão e sua mulher da presença do SENHOR Deus, entre as árvores do jardim. E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás? E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.” (Gênesis 3:6-10)

O homem, criado com o benefício da escolha, optou por ceder à tentação do conhecimento e pecou, quando comeu da árvore do conhecimento do bem e do mal. Este pecado fez com que eles se envergonhassem de tal modo, que fugiram de Deus.

Deus sempre quis tratar o comportamento e o caráter do homem através do relacionamento. Para Adão e Eva, este relacionamento ficou desestabilizado com o pecado, a vergonha tomou conta deles e eles se esconderam de Deus.

Este é um comportamento comum no homem que peca: envergonhar-se e fugir. Porém é importante lembrar que não podemos nos esconder de Deus e nem devemos, uma vez que só seremos tratados através do relacionamento com Ele.

Vamos analisar a atitude de Davi quando o profeta Natã vem para expor-lhe seu erro:

“Porque, pois, desprezaste a palavra do SENHOR, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de Amom. Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste, e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher. Assim diz o SENHOR: Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol. Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol. Então disse Davi a Natã: Pequei contra o SENHOR. E disse Natã a Davi: Também o SENHOR perdoou o teu pecado; não morrerás.” (2 Samuel 12:9-13)

Davi, que conhecia a Deus, sabia que não poderia se esconder, pelo contrário, o melhor era expor seu coração por completo e render-se, pois só Deus poderia tratar seu coração corrupto. Vamos nos lembrar do Salmo 51, escrito pelo mesmo Davi: Salmo 51

Meu amado, o pecado gera vergonha. E este é o primeiro objetivo do diabo, que a vergonha nos afaste de Deus. Não devemos pecar nunca, mas, se pecarmos temos que correr para Deus:

“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.” (1 João 1:8-10)

Paz.

Deixe um comentário