Versículo

Viver é Cristo, morrer é lucro

Livro, óculos e iPhone
André
Escrito por André

“Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro.” (Filipenses 1:21)

Paulo, em sua carta aos Filipenses, falou sobre suas aflições e a maneira como a Palavra se expandia. Quando escreveu o versículo que se tornou jargão entre os cristãos modernos, falava sobre como encarava a vida e a morte.

Para ele, o viver deveria ser Cristo, deveria ser uma vida baseada na vontade de Deus, exatamente como foi a vida de Jesus. A vida dele, e a nossa também, deveria ser para fazer Cristo ser conhecido a cada segundo, em cada pensamento, em cada decisão; tudo deveria ser feito pensando em fazer Cristo mais e mais conhecido.

Paulo fala diversas vezes sobre este assunto, sobre crescermos no conhecimento de nosso salvador. A vida dele foi esta.

Mas a morte, tão temida por alguns, para ele era lucro. O desejo dele de estar com Cristo na glória eterna era tão grande que, para ele, morrer era lucro. O que pode até escandalizar alguns é algo totalmente compreensível, este mundo não caminha em seus melhores passos e desanima muitas pessoas.

Certamente esta era uma batalha interna para ele. Por um lado ele sabia que deveria estar aqui na Terra e pregar o Evangelho em todo o tempo. A vida dele deveria ser Cristo e ele precisava permanecer aqui. Por outro lado, morrer o levaria para junto de Deus.

Em nenhum momento ele disse que tinha desejo de morrer ou que pensava em se matar, muito pelo contrário, ele sabia que tinha uma obra para fazer. O que ele quis dizer é que não temia a morte, que ansiava pelo dia em que encontraria o seu Salvador.

Esta afirmação só pode ser feita por uma pessoa que tem muito amor e revelação de Jesus, sem nenhum apego pela sua vida, que já entregou tudo para Cristo. Esta afirmação demonstra um coração totalmente submisso à vontade do Pai, de uma pessoa que sabe que Deus pode mantê-lo na Terra, fazendo Sua obra e também pode levá-lo, quando bem entender.

Que nós busquemos este nível de revelação a cada dia. Que nós cresçamos no conhecimento de Cristo e conheçamos com clareza nosso propósito.

Paz.

A pedido de nosso leitor Raimundo Alves.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário