Versículo

Versículo do dia – O jejum que escolhi

“Porventura não é este o jejum que escolhi, que soltes as ligaduras da impiedade, que desfaças as ataduras do jugo e que deixes livres os oprimidos, e despedaces todo o jugo?” (Isaías 58:6)

No capítulo 58 do livro de Isaías, Deus fala ao povo através do profeta, trazendo mais uma importante mensagem. O povo jejuava apenas para benefício próprio e não para o que realmente deveriam jejuar. Jejuavam mas, enquanto jejuavam, continuavam praticando os mesmos atos errados. E então Deus pergunta: “É este o jejum que me agrada?”

E veja que aqui tocamos em um ponto muito mais profundo da nossa relação com Deus: estamos buscando, não apenas com jejum, mas em todas as áreas, o nosso contentamento ou buscamos alegrar a Deus? Estamos buscando nosso benefício ou estamos buscando glorificar a Deus?

Amados, devemos ser cristãos inteligentes, que sabem qual é o alvo: amar a Deus acima de todas as coisas. Isso significa que não devemos buscar nosso benefício, mas sim louvar a Deus. Juntamente com este primeiro alvo temos o segundo: amar ao próximo como a nós mesmos, e é isso que é dito no versículo de hoje, onde Deus fala sobre deixarmos livres os oprimidos e desfazermos as ataduras do jugo.

Pense nisso.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário