Versículo

Versículo do dia – Estamos indesculpáveis

“Se eu entre eles não tivesse feito tais obras, quais nenhum outro fez, não teriam pecado; mas agora, não somente viram, mas também odiaram tanto a mim como a meu Pai.” (João 15:24)

Na minha caminhada cristã não foi uma única vez que aconteceu de uma pessoa se desviar. Algumas pessoas que amamos, que investimos nosso tempo, nossos recursos (os que Deus tem nos permitido ter, afinal nada é nosso) acabam escolhendo o mundo. Isto não é novidade, Jesus falou sobre isso, isso acontece desde que o mundo é mundo.

Obviamente isso sempre nos entristece, afinal, sabemos das ofertas malignas e sedutoras do mundo e conhecemos o destino de quem escolhe isso. Alguns acabam voltando depois de um tempo e resolvem se entregar para Deus, outros voltam apenas para sair novamente, são diversos casos diferentes.

O mais recente que aconteceu conosco me chamou a atenção por um motivo: o que ele argumentava para não andar mais com Deus é que “os pecados dele entristeciam demais a Deus”. Bem, isso não nego, todo o pecado entristece o Espírito Santo, mas não é por isso que eu vou abandonar a caminhada. Pelo contrário, vou me focar mais, me entregar cada dia mais para não pecar. Mas se pequei, pequei, devo assumir, me arrepender e continuar, nunca parar de lutar.

O que acontece é que quando experimentamos a vida com Jesus e ele efetua algumas mudanças nas nossas vidas, estamos um tanto quanto indesculpáveis. Digo isto pois não somos mais alheios à Ele, pelo contrário, vivemos com Ele e sabemos o que Ele fez por nós. O versículo de hoje trata disso, Jesus dizia aos seus discípulos que os fariseus estavam indesculpáveis por não lhe aceitarem, uma vez que eles viram tudo o que Ele estava fazendo e dizendo. Algo semelhante acontece conosco que já O experimentamos, temos alguma desculpa válida para abandoná-lo? Para rejeitá-lo?

Amados, não existe outro caminho senão com Jesus. Não existe desculpa que possamos usar para abandonar a jornada com Ele.

O que você acha? Comente, é bom saber a sua opinião também!

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário