Vamos amar ao próximo. Vamos?

“Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não matarás’ , e ‘quem matar estará sujeito a julgamento’. Mas eu digo a vocês que qualquer que se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento. Também, qualquer que disser a seu irmão: ‘Racá ’, será levado ao tribunal. E qualquer que disser: ‘Louco!’, corre o risco de ir para o fogo do inferno”

Mateus 5:21-22

“Portanto, se você estiver apresentando sua oferta diante do altar e ali se lembrar de que seu irmão tem algo contra você, deixe sua oferta ali, diante do altar, e vá primeiro reconciliar-se com seu irmão; depois volte e apresente sua oferta. “Entre em acordo depressa com seu adversário que pretende levá-lo ao tribunal. Faça isso enquanto ainda estiver com ele a caminho, pois, caso contrário, ele poderá entregá-lo ao juiz, e o juiz ao guarda, e você poderá ser jogado na prisão. Eu garanto que você não sairá de lá enquanto não pagar o último centavo”

Mateus 5:23-26

Quando lemos a bíblia, principalmente os evangelhos, percebemos uma coisa muito interessante, com certeza um alerta para nós: Jesus fala diversas parábolas, ensinamentos, sermões, todos com diversos contextos e objetivos mas, em sua maioria, suas falas sempre acabam por falar de amor ao próximo.

Como, por exemplo, essas duas passagens acima. Elas têm um contexto e um objetivo um pouco diferentes. Apesar de fazerem parte do mesmo sermão, fica claro, quando lemos, que são mensagens diferentes. Perceba que as duas estão falando sobre amor ao próximo.

De formas e contextos diferentes, Jesus quase sempre está falando sobre amor ao próximo, será que é por acaso?

Vivemos em um mundo onde não amamos ao próximo como deveríamos, discriminamos pessoas pela sua raça, sua cor, seu status social, se são de nações, povos ou custumes diferentes, se tem um pensamento ou uma opinião diferente.

É muito claro o clamor que Jesus nos faz através da Palavra, falando diversas e diversas vezes sobre isso. Mesmo com todo esse clamor, por que ainda temos dificuldade em perdoar? Por que que ainda fazemos inimigos por aí? Por que que ainda sentimos ódio por pessoas? Por que que ainda discriminamos as outras pessoas? Qual é a razão para isso?

Se somos cristãos, devemos, e isso não é opcional, amar ao outro incondicionalmente. Devemos perdoar, mesmo que seja um processo, e até demore um tempo, não importa, no fim devemos sempre perdoar.

Precisamos sempre nos lembrar desse mandamento que Jesus nos ensina:

“E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo”

Mateus 22:39

Como apelo dessa mensagem, gostaria de te encorajar a ler a bíblia, principalmente os evangelhos, e tentar perceber o quanto Jesus fala sobre amar ao próximo, chega a ser um clamor, eu pessoalmente senti como se Jesus estivesse até derramando lágrimas através das palavras. Também gostaria de te encorajar a amar, sem medidas, sem julgamento, sem ódio, sem rancor, assim como Ele nos ama! Não é fácil, mas é necessário.

Deus abençoe!

Deixe um comentário