Versículo

Tu serás chamado Cefas

Biblia aberta no começo do livro de colossenses
André
Escrito por André

“No dia seguinte João estava outra vez ali, e dois dos seus discípulos; E, vendo passar a Jesus, disse: Eis aqui o Cordeiro de Deus. E os dois discípulos ouviram-no dizer isto, e seguiram a Jesus. E Jesus, voltando-se e vendo que eles o seguiam, disse-lhes: Que buscais? E eles disseram: Rabi (que, traduzido, quer dizer Mestre), onde moras? Ele lhes disse: Vinde, e vede. Foram, e viram onde morava, e ficaram com ele aquele dia; e era já quase a hora décima. Era André, irmão de Simão Pedro, um dos dois que ouviram aquilo de João, e o haviam seguido. Este achou primeiro a seu irmão Simão, e disse-lhe: Achamos o Messias (que, traduzido, é o Cristo). E levou-o a Jesus. E, olhando Jesus para ele, disse: Tu és Simão, filho de Jonas; tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro).” (João 1:35-42)

Ao ler essa sequência de versículos algumas coisas podem passar sem que percebamos. Uma delas é o fato de que, ao encontrar Jesus, Simão tem o seu nome mudado para Pedro.

Logo após João afirmar que Jesus é o cordeiro de Deus e André afirmar isso para seu irmão Simão, ele tem o seu nome mudado por Cristo. O detalhe aqui é que apenas Deus tinha o poder de mudar nomes no antigo testamento, ou seja, quando Jesus muda o nome de Pedro está se identificando como Deus, e Pedro não o nega. Esta foi a primeira vez onde Jesus se mostrava como o Cristo e identificava qual seria a reação de seus primeiros discípulos.

Assim como Pedro, que desde o primeiro momento não duvidou do senhorio de Jesus, nós também não podemos duvidar. Quantos são os momentos de dificuldades pelos quais passamos e acabamos duvidando que Ele pode nos ajudar? A nossa confiança deve estar totalmente depositada em Cristo, de maneira que nunca duvidemos de quem Ele é e o que pode fazer por nós.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário