Versículo

Senhor, compadeça-se de nós

André
Escrito por André

“Que diremos, pois? Que há injustiça da parte de Deus? De maneira nenhuma! Pois diz a Moisés: Compadecer-me-ei de quem me compadecer e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia.” (Romanos 9:14‭-‬15)

Minha intenção com este post não é a de entrar em questões teológicas aprofundadas sobre este texto, apenas de lhe incitar a seguinte reflexão: diante de um texto duro como esse, o que você deve fazer?

Vou listar aqui algumas opções:

1 – Você pode ignorar

Sim, essa é uma opção, você pode simplesmente acreditar que esse texto não serve para você, que está fora de contexto ou qualquer coisa do tipo. Penso que essa é uma alternativa perigosa.

2 – Contra-argumentar

Você também pode usar outros textos da palavra para trazer argumentos contrários a este texto. Todavia, se o fizer, não estaria afirmando que a bíblia está se contradizendo ao invés de se complementar?

Com certeza existem outros textos que podem trazer ainda mais clareza para esse assunto e é saudável que o façamos. Todavia não podemos ignorar estás palavras de Paulo.

3 – Clamar pela misericórdia

Na minha opinião, a primeira coisa que deveríamos fazer ao nos depararmos com este texto é pedir que Deus tenha misericórdia de nós.

Somos pecadores, a palavra afirma isso. Dependemos da graça de Deus. Lendo este texto a minha oração é que Deus tenha misericórdia de mim. Não faço isso por medo, mas por entender minha posição diante dele.

E aí, o que você pensa sobre isso?

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário