Versículo

Quem é ele para falar isso?

André
Escrito por André

“Mas, ainda que venhais a sofrer por causa da justiça, bem-aventurados sois. Não vos amedronteis, portanto, com as suas ameaças, nem fiqueis alarmados;” (1 Pedro 3:14)

Esta frase foi escrita por Pedro, em sua primeira carta. O mesmo Pedro que negou Jesus por medo da consequência de admitir que andava com Cristo.

Parece contraditório que o homem, que no passado mentiu, fale sobre os benefícios de “sofrer por causa da justiça” e sobre “não ter medo”. Medo foi justamente o que ele sentiu e sofrimento foi o que ele evitou.

A mesma coisa acontece hoje em dia com algumas pessoas quando olham um pastor ou cantor e pensam: “quem é ele para falar/cantar sobre isso, sendo que fazia isso/aquilo?”.

Invalidamos então a palavra de Pedro e esta parte da Bíblia? Não são dignos de ministrar sobre algo aqueles que no passado erraram?

Muito pelo contrário, Pedro, por ter errado no passado, poderia falar com propriedade sobre o assunto, uma vez que já havia vivido dos dois lados da situação.

A mesma coisa com o pastor fulano ou o cantor ciclano: eles têm todo o direito de ministrar sobre o que erraram, se tiverem aprendido com seu erro e se arrependido do seu pecado.

Logo, não se intimide em ministrar sobre algo no qual você já errou. Basta que você tenha superado, se arrependido e corrigido verdadeiramente o seu rumo. Não julgue alguém que está pregando sobre um determinado assunto, mesmo que ele já tenha errado naquilo, apenas esteja com o coração aberto para o agir do Espírito Santo na sua vida.

Estamos sempre muito prontos em julgar nosso próximo, e isso é um erro.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário