Versículo

Por que brigamos?

Por que brigamos?
André
Escrito por André

“Então, Sansão lhe respondeu: Desta feita sou inocente para com os filisteus, quando lhes fizer algum mal.” (Juízes 15:3)

Por que brigamos? Eu sou casado há alguns anos e posso afirmar, sem medo de errar, que a imensa maioria das brigas acontecem por um único motivo: justiça própria.

Foi o caso de Sansão e dos filisteus na passagem do texto acima. Por um mal entendido ele fica com raiva dos filisteus, os ataca, os filisteus revidam, Sansão devolve e assim se vai o tempo no mesmo ciclo. As partes envolvidas na briga sempre achando “justo” vingar-se do mal causado anteriormente.

Isso não faz o menor sentido! Desta maneira, ninguém pararia de brigar até que um dos lados morresse.

Ora, e não é isso que acontece num casamento, numa amizade ou algo do tipo? Só se para de brigar quando um dos lados “morre” um pouquinho mais.

Não é por que te fizeram mal que você tem o direito de fazer o mesmo com a outra pessoa. Pelo contrário: perdoe, ame e descanse em Deus.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário

Quer saber antes de todo mundo o que acontece no JC na Veia?
Assine nossa newsletter
Essa é uma lista exclusiva, poucas pessoas permanecem nela e oferecemos o melhor para nossos assinantes, conteúdo exclusivo e novidades em primeira mão.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.
close-link