Versículo

Para que todo aquele que nele crê não pereça

Bíblia aberta
André
Escrito por André

“Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.” (João 3:15-17)

Crer se Jesus era ou não o Cristo foi a grande questão para os judeus daqueles tempos. Eles aguardavam o messias, o Rei de Israel, e tinham que verificar se o Jesus de Nazaré era ou não essa pessoa. Por isso as palavras de Cristo em João 3 são tão importantes e com isso passamos a entender diversos questionamentos que os fariseus fazem para Jesus.

Por exemplo em João 8, sobre o qual falaremos mais a fundo outro dia, onde Jesus é questionado:  “E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando. E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.” (João 8:4-6)

Outro exemplo é o de quando Jesus perdoa os pecados do paralítico: “E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, perdoados estão os teus pecados.
E estavam ali assentados alguns dos escribas, que arrazoavam em seus corações, dizendo: Por que diz este assim blasfêmias? Quem pode perdoar pecados, senão Deus?” (Marcos 2:5-7)

De qualquer forma, o ponto no qual devemos refletir aqui é: em que isso muda as nossas vidas? Talvez para nós seja mais importante focarmos na parte do texto que fala sobre o tamanho do amor de Deus. Amor grande o suficiente para nos entregar o seu único filho, santo, para morrer pelos nossos pecados.

Tudo o que o Pai poderia fazer para nos resgatar e livrar-nos da condenação, Ele fez. Agora é nossa vez: precisamos crer em Jesus, o Cristo, fazer a Sua vontade, morrer e viver para agradá-lo.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário