Versículo

O segundo sinal do evangelho de João

Quem é Jesus
André
Escrito por André

“Segunda vez foi Jesus a Caná da Galiléia, onde da água fizera vinho. E havia ali um nobre, cujo filho estava enfermo em Cafarnaum. Ouvindo este que Jesus vinha da Judéia para a Galiléia, foi ter com ele, e rogou-lhe que descesse, e curasse o seu filho, porque já estava à morte. Então Jesus lhe disse: Se não virdes sinais e milagres, não crereis. Disse-lhe o nobre: Senhor, desce, antes que meu filho morra. Disse-lhe Jesus: Vai, o teu filho vive. E o homem creu na palavra que Jesus lhe disse, e partiu. E descendo ele logo, saíram-lhe ao encontro os seus servos, e lhe anunciaram, dizendo: O teu filho vive. Perguntou-lhes, pois, a que hora se achara melhor. E disseram-lhe: Ontem às sete horas a febre o deixou. Entendeu, pois, o pai que era aquela hora a mesma em que Jesus lhe disse: O teu filho vive; e creu ele, e toda a sua casa.” (João 4:46-53)

Vemos, em versículos anteriores a esses, que Jesus estava com uma mulher samaritana, considerada das mais indignas com quem um judeu poderia se relacionar. Após isso, poucos versos mais tarde, Cristo se encontra com um oficial do rei, um nobre que estava com o seu filho doente.

Não importando onde Ele estivesse, ou com quem Ele estivesse, o amor pelas pessoas era o mesmo: levar a verdade, ajudá-los, curar as pessoas, trazer o Reino. Não existiam intenções excusas, motivos escondidos ou qualquer forma de egoísmo. Seus relacionamentos eram baseados puramente no amor.

Amor que o fazia dizer a verdade, por mais dura  que fosse, cuidar das pessoas, não importando-se com raça, gênero, crença ou qualquer tipo de preconceito e entregar-se por elas. Esse é o padrão de relacionamento que Cristo deseja que tenhamos com as outras pessoas: nos relacionando com todos, nunca nos influenciando pelas más atitudes, mas verdadeiramente levando o Reino onde estivermos.

Seus relacionamentos tem sido assim?

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário