Versículo

E o Verbo se fez carne

Guarde o seu coração
André
Escrito por André

“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade. João testificou dele, e clamou, dizendo: Este era aquele de quem eu dizia: O que vem após mim é antes de mim, porque foi primeiro do que eu. E todos nós recebemos também da sua plenitude, e graça por graça. Porque a lei foi dada por Moisés; a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo. Deus nunca foi visto por alguém. O Filho unigênito, que está no seio do Pai, esse o revelou.” (João 1:14-18)

Cristo sempre existiu, Ele não foi criado. Pelo contrário, tudo o que existe se fez por meio dele. Antes que tudo existisse, Jesus é. Ele sempre habitou com o Pai, cheio de glória e poder. Cristo é Deus, Ele, o Pai e o Espírito são um. Parte disso é isso que João está deixando claro nestes versículos.

Além disso, Cristo se fez homem, abriu mão de sua glória e habitou entre nós, como alguém semelhante a nós. Ele deixou a sua morada nos céus e tudo o que lá tinha para habitar entre nós. Ele escolheu viver uma vida comum, sofrer perseguições, sofrer danos e morrer numa cruz por nos amar, para nos ensinar o que é o verdadeiro amor.

Isso nos dá um vislumbre do tamanho do sacrifício feito por Ele. Jesus poderia muito bem ter escolhido outro caminho para nos revelar o Pai, para nos ensinar sobre a salvação e nos redimir de nossos pecados. Porém este plano já estava decidido e Ele nos amou ao cumpri-lo.

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

Deixe um comentário