Versículo

É necessário que ele cresça e que eu diminua

Bíblia aberta com caneta
André
Escrito por André

“Vós mesmos me sois testemunhas de que disse: Eu não sou o Cristo, mas sou enviado adiante dele. Aquele que tem a esposa é o esposo; mas o amigo do esposo, que lhe assiste e o ouve, alegra-se muito com a voz do esposo. Assim, pois, já este meu gozo está cumprido. É necessário que ele cresça e que eu diminua. Aquele que vem de cima é sobre todos; aquele que vem da terra é da terra e fala da terra. Aquele que vem do céu é sobre todos.” (João 3:28-31)

Este blog atinge mensalmente, em média, 140.000 pessoas diferentes. Isso é algo muito legal, mas também nos traz uma responsabilidade muito grande: devemos diminuir para que Ele, aquele que merece toda a glória, cresça. De que adianta termos milhares de seguidores, muitos amigos ou uma grande família se não utilizarmos toda essa rede de relacionamentos para a glória de Deus?

Um clipe da Anitta atinge, em poucos dias, milhões de visualizações. Porém ela cresce para ela mesma, para que ela seja exaltada ou para aumentar sua riqueza. Não estou aqui criticando ela ou dizendo que uma pessoa é melhor que outra. O ponto que quero trazer aqui é que, caso todo esse sucesso fosse utilizado para glorificar a Deus, imagine o impacto que isso traria!

Porém você provavelmente não é a Anitta (se for, fica a dica) e, mesmo não tendo tantas pessoas olhando para você, ainda tem algumas. O que você tem feito para que Cristo seja exaltado através da sua vida? Você tem diminuído de maneira prática e deixado Ele aparecer? Ou é apenas uma Anitta com menos seguidores?

Que Ele cresça e que eu e você possamos diminuir, que a glória dele apareça e nosso nome seja esquecido. Comente aí abaixo: de maneira prática, como vocễ pode diminuir para que Ele cresça?

Paz.

Sobre o autor

André

André

Cristão, casado, pai, trabalhador. Leva a sério a palavra de Deus e isto muitas vezes o faz não ser bem visto. Ama escrever, por isso, sempre que pode, o faz.

2 Comentários

  • Acredito que deixando de expô meus pensamentos, isto é, o que eu acho ou deixo de achar é uma forma do meu “eu” diminuir. Como está escrito em Provérbios 18:02 “O tolo não tem prazer no entendimento, mas sim em expor os seus pensamentos”.

    • Olá Inara, obrigado pelo comentário.

      Certamente essa é uma maneira de matar o seu eu, afinal, gostamos muito de falar e pouco de ouvir. Quando praticamos a escuta de maneira dedicada, estamos também matando nossas vontades e ímpetos.

      Deus abençoe sua vida.

Deixe um comentário